auravide auravide

Parábola dos talentos: quero ser rica(o)!


Facebook   E-mail   Whatsapp

Hoje cedo, com a cabeça repleta de inquietações, resolvi sair para comprar pão, porque andar sempre faz bem.
Nas proximidades da padaria, eu vejo uma caminhonete hilux 4x4 usada, em ótimo estado. Normal. Não...

Quem a está dirigindo é uma pessoa que eu conhecia há muito tempo. Tratava-se de um homem de meia idade, que já se envolveu com drogas, que tem pouco estudo, que já se casou e descasou várias vezes e que além da caminhonete, tem várias motos, uma oficina e um sítio no sul de MG.

Não, ele não é traficante e nem ladrão. Ele é “o cara”!

Ele tem aquilo que a maioria de nós não tem: coragem de se lançar na vida com o que estiver em mãos, de assumir o que gosta e o que não gosta, sem se importar em fazer bonito, sem medo de errar e sem medo de ser criticado!

“Porque a todo aquele que tem será dado mais, e terá em abundância, mas aquele que não tem, até o que tem lhe será tirado”.

Faz tempo que atendo pessoas com oráculos e sempre tem aquele (normalmente homem), que acha que a vida “não anda”, por causa de uma macumba que fizeram para ele, faz mais ou menos uns vinte anos e que ninguém até agora conseguiu desmanchar. Aff...

De todas as pessoas que atendi até hoje, só encontrei uma, que tinha uma pequena negatividade numa casa que ela não conseguia alugar, porque a inquilina saiu da casa com muita raiva.

Fora isso, ninguém tinha nenhuma energia negativa incrustrada na aura e muito menos carma de vidas passadas. Sim! Porque aqui na terrinha ou era macumba, o capeta atentando, encosto ou era o carma!

Nunca tinha a ver com as escolhas da pessoa! Só que não.

A novidade é que agora culpam os alienígenas, que por algum motivo sinistro, ao invés de implantarem um chip no Putin para acabar com a guerra, resolveram implantar em você, o alecrim dourado das galáxias, para ferrar com a sua vida! Pois é...

Gente, para com isso!

Eu sou uma maga. Comecei a estudar magia aos quinze anos de idade, justamente para tentar entender por que as coisas dão errado e até que ponto a espiritualidade pode influenciar nisso.

Ainda na adolescência, nascida de uma família com poucos recursos, eu estudava e trabalhava e não sobrava dinheiro para fazer os cursos holísticos que eu tanto queria, até que um dia acordei dentro de uma sala de aula, fazendo um dos cursos e aprendendo de graça, sem entender direito o que estava acontecendo, mas muito feliz.

De lá para cá, muitas coisas mudaram e frequentemente eu tanto ministro cursos, quanto os frequento, lá no plano astral, através de saídas conscientes do corpo.

Não me importo se você acredita ou não. Uma das coisas mais importantes que aprendi do outro lado, é que magia lá tem tudo a ver com o funcionamento da mente, com as crenças e limitações de cada pessoa.

A magia ensinada no astral não faz rituais, mas lhe ensina a ritualizar a vida, a perceber os começos e os fins dos ciclos e a divinizar tudo, incluindo você!

As deidades não vão mudar a sua vida porque você fez um ritual para elas, ou mesmo uma promessa.

Aqui é uma escola onde cada aluno precisa aprender a desenvolver seus dons e enfrentar seus medos. Portanto, a única coisa que as deidades podem fazer para lhe ajudar, é tirar a energia pesada que pode sim estar conectada na sua aura e lhe dar algumas sugestões, mas cabe a você decidir o que fazer.

Decore esse mantra: O único poder que o outro tem sobre mim, é aquele que eu conceder a ele!

Pessoas e espíritos podem lhe mandar energia negativa (e mandam) todos os dias, mas ela só vai afetá-la se você estiver com a sua energia baixa, na mesma frequência daquilo que foi mandado para você.

Essa energia só dura perto de você, uns três ou quatro dias. Essa outra energia, que você carrega sim faz anos, foi gerada e nutrida por você, na sua “automacumba”, por acreditar que alguém tem poder sobre sua vida.

Para limpar a sua aura existem inúmeros recursos: meditação, dança, yoga, taichi, jejum, mantras, pranayamas, orações, salmos etc.

Nenhum ritual vai fazer aquilo que só você pode fazer!

Em se tratando de prosperidade, precisa identificar em você a origem do bloqueio mental e aplicar técnicas que te ajudem a superar isso.

Admitir que tem um problema não faz o problema cessar. É preciso ter ajuda para sair da situação.

Não tenho aqui como ajudar vocês, porque cada pessoa tem um jeito único de entender e sair da situação.

Eu também já acreditei em pessoas com poderes mágicos, rituais, promessas e todas essas coisas, mas infelizmente a única coisa que percebi, foi gente mal-intencionada, com muito menos conhecimento do que tenho agora, tentando ganhar muito dinheiro em cima de inocentes.

É melhor investir em cursos que pelo menos vão agregar alguma experiência verdadeira em sua consciência, do que investir dinheiro em rituais fantásticos, que prometem mudar sua vida, apenas por ter feito o ritual.

Eu parei de ministrar cursos desde que começou a pandemia, mas pretendo voltar a trabalhar nisso em breve.

Dos cursos que ministro no plano astral, alguns alunos estão encarnados, mas quando acordam não se lembram que são meus alunos por lá, mas gostam muito de ler o que escrevo aqui. Sentem um chamado, uma afinidade.

Será que você é um deles? Você que sempre lê meus artigos, sente no coração que tem alguma afinidade com o que escrevo aqui?

Se você for meu aluno lá, então é você que estou procurando aqui. Temos um plano de trabalho para fazer e sei que algumas pessoas farão isso comigo.

Se você sentiu alguma afinidade e gostaria de trabalhar como voluntário comigo, num projeto que está por vir, entre em contato:[email protected]

Trabalho voluntário não dá dinheiro, mas dá conhecimento e notoriedade espiritual. Vamos trabalhar juntos!

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 914


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Rosana Ferraz Chaves   
Oraculista, sensitiva e escritora. Se dedica aos estudos de anjos, baralhos e tarots antigos, ministra cursos de oráculos, neurolinguística. Desenha mandalas e cria perfumes mágicos em seu atelier. Autora do livro Magid - O encontro com um anjo.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoajuda clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa