auravide auravide

Receita de amor próprio

por Fernanda Luongo

Publicado dia 9/10/2020 em Autoajuda

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Todos nós conhecemos a famosa frase bíblica: “ama o teu próximo como a ti mesmo”, mas, será que amamos de verdade a nós mesmos? Esta é uma questão fundamental e essencial para se conhecer antes de dar o próximo passo na jornada do amor.

Como posso amar verdadeiramente alguém, se nem mesmo consigo amar a mim mesmo? Vamos embarcar numa jornada rumo ao descobrimento do amor de si mesmo para compreendermos em que este “amor” consiste.

Se você acha que o amor próprio chega quando você compra uma roupa nova, um carro novo, um livro de autoajuda, ou quando encontra um novo amor, você está tragicamente enganado. Estes podem até ser fatores que, em algum aspecto, podem elevar a sua autoestima, porém, definitivamente não lhe farão amar mais a si mesmo.

Então, o que seria esse tal de amor próprio e como nutri-lo?

O amor-próprio não é simplesmente um estado de se sentir bem. É um estado de apreço por si mesmo que cresce a partir de ações que apoiam o próprio crescimento físico, psicológico e espiritual. O amor próprio é dinâmico; ele cresce por meio de ações que nos amadurecem. Quando agimos de maneiras que expandem o amor-próprio em nós, começamos a aceitar muito melhor nossas fraquezas, bem como nossos pontos fortes, temos menos necessidade de explicar nossas deficiências, temos compaixão por nós mesmos como seres humanos lutando para encontrar um significado existencial, estamos mais centrados em nosso propósito e nos valores de nossas vidas e esperamos a realização apenas por meio de nossos próprios esforços.

Então, como nutrir essa nova relação dentro de nós? Daremos uma olhada nas 7 dicas da psicóloga Deborah Khoshaba para encontrar esta resposta:

Dica n°1 - Conhece-te a ti mesmo:

Fique atento. Pessoas que têm mais amor próprio tendem a saber o que pensam, sentem e desejam. Elas estão cientes de quem são e agem com base nesse conhecimento, e não no que os outros desejam para elas.

Dica n°2 - Aja de acordo com o que você necessita e não de acordo com o que deseja:

Você ama a si mesmo quando consegue se afastar de algo que pode parecer bom e excitante, porém, pode prejudicar seu foco e objetivo principais. Por exemplo, recusar um convite para ficar até tarde num “happy hour”, pois tem uma importante reunião no dia seguinte; ou escolher não comer tanto e perder tudo que conquistou com seu programa de exercícios; dizer não para aquele amigo que lhe convidou para uma festa quando combinou com o parceiro ou a parceira um jantar romântico, ou a tentação de mexer na poupança destinada a um claro objetivo por uma extravagância banal. Ao permanecer focado no que você precisa, você se afasta dos padrões automáticos de comportamento que o colocam em apuros, o mantêm preso ao passado e diminuem o seu amor-próprio.

Dica n°3 - Pratique o autocuidado:

Você se amará mais quando cuidar melhor de suas necessidades básicas. Alimentando-se bem, praticando atividades físicas, sono adequado, meditação, nutrindo suas relações afetivas e mantendo interações sociais saudáveis. Cuide bem de você em todos os sentidos. Trate-se com honra e respeito, com carinho e apreço sempre prezando pelo melhor pra você.

Dica n°4 - Imponha limites:

Você se amará mais quando estabelecer limites ou disser não ao trabalho, ao amor ou a atividades que o esgotem ou prejudiquem fisicamente, emocionalmente e espiritualmente, ou expressem mal quem você é.

Dica n°5 - Proteja-se:

Traga as pessoas certas para sua vida. Afaste-se de "amigos" que sentem prazer em sua dor e perda, e não em sua felicidade e sucesso. Afaste-se de pessoas que o(a) levam pra baixo. Não há tempo suficiente em sua vida para perder com pessoas que querem tirar o brilho de seu rosto e sua alma. Selecione bem suas companhias, assim você vai se amar e respeitar mais.

Dica n°6 - Perdoe a si mesmo:

Nós, seres humanos, podemos ser muito duros conosco. A desvantagem de assumir a responsabilidade por nossas ações é nos punirmos demais por erros de aprendizado e crescimento. Você tem que aceitar sua humanidade (o fato de que você não é perfeito), antes de poder amar verdadeiramente a si mesmo. Pratique ser menos severo consigo mesmo quando cometer um erro. Lembre-se de que não há falhas, se você aprendeu e cresceu com seus erros, existem apenas lições aprendidas.

Dica n°7 - Viva intencionalmente:

Você se aceitará e se amará mais, seja o que for que esteja acontecendo em sua vida, quando viver com propósito e objetivo. Seu propósito não precisa ser muito claro para você. Se sua intenção é viver uma vida significativa e saudável, você tomará decisões que apoiam essa intenção e se sentirá bem consigo mesmo quando tiver sucesso neste propósito. Você se amará mais se perceber que está realizando o que se propôs a fazer. Para isso você precisa estabelecer suas intenções de vida.

Apenas depois de aplicadas as tarefas do amor próprio é que podemos de fato amar ao próximo. Essa é uma tarefa árdua, porém tangível, bastando para tal estarmos abertos a nos enxergar sem máscaras nem fantasias, acolhermos nossas “falhas” e nos empenharmos em determinadas tarefas.

Estamos todos aqui no mundo para aprender estas lições do amor. Estamos todos aqui para amar. Então, hoje, olhe-se no espelho e diga a si mesmo:

“Eu te amo”, e coloque em prática as 7 dicas que aprendeu!

Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 41

foto-autor
Sobre o Autor: Fernanda Luongo   
Cantora, escritora, autora de três obras literárias já publicadas no país, terapeuta holística, registrada no Conselho Nacional de Terapia Holística CRT: 46.801 e originadora do Método Akhenaton®.
E-mail: fernanda_luongo@hotmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo A imaginação constrói os problemas
artigo Adestrar x Educar
artigo Luz e sementes conscienciais
artigo O que é o ego?

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa