auravide auravide

Será o Mal Necessário?


Facebook   E-mail   Whatsapp

O que seria, na verdade, o mal? Pergunta eterna, dúvida de todos nós, pois ele está sempre se manifestando de uma forma ou de outra em nossas vidas.
Certamente que jamais terei a resposta para essa questão, mas apenas a minha visão dela. O Bem nos criou, somos partículas dEle que é a própria Vida e está em tudo e em todos. Maravilhoso seria o mundo, com apenas a bondade manifestada.

Acontece que a ausência do Bem também existe e nós convencionamos chamá-la de mal. Quanto mais nos afastamos de todos os valores éticos e morais tão bem exemplificados por Mestres como Jesus, sintonizamos uma faixa vibratória baixa e densa, com bem menos luminosidade e semeamos sofrimento e dor. A esse ambiente emocional e espiritual triste e pesado denominamos mal.
Quanto mais crescemos espiritualmente, menos ondas negativas emitimos, menos sintonizamos e manifestamos o mal no planeta.

O mal acaba sendo um instrumento de punição do próprio mal. Enquanto existir, entre nós, um irmão apenas que ainda esteja desajustado, afastado do Bem, o mal estará presente como algoz e professor, corrigindo e cobrando, criando dor e sofrimento.
Não seria necessário existir o mal, se todos já tivéssemos crescido o suficiente para criarmos um mundo feliz para nós e para os outros.
Por quanto tempo ainda conviveremos com o mal? Não sei como responder a essa pergunta.

Vivemos num planeta-escola, onde a dualidade tem estado sempre presente. Por aqui, ele certamente se manifesta e nesses tempos apocalípticos, muito mais do que em outros já vividos por nós mesmos.

O mal cria sofrimento e este ensina, sem dúvida. Dizem os Mestres que poderíamos aprender pelo Amor. Mas infelizmente, quase sempre é através de enganos e erros que nos transformamos, pois a dor nos impele a uma mudança de roteiro e de forma de caminhar.

Espero que a Nova Era, tão anunciada há mais de 2.000 anos, vá chegando e nos trazendo mais Luz, Amor e, consequentemente, que sejamos capazes de manifestar cada dia menos mal.

Toda a transformação planetária começa, na verdade, em cada um de nós. As mudanças são difíceis, sabemos disso. Hábitos milenares que se esconderam em nosso inconsciente, de vez em quando se apresentam, como partes mal resolvidas de nós mesmos. O “Orai e Vigiai”, aconselhado por Jesus, precisa ser vivido a todo instante e o perdão diante de nossas dificuldades e das dos outros, também, ou não teremos a força necessária para mais uma vez nos levantarmos e continuarmos a nossa caminhada.

Enquanto um só de nós ainda estiver vivendo o erro, o mal estará à espreita. Mas é importante assinalar que o mal está sempre a serviço do Bem. A Divina Ordem jamais é quebrada, mesmo quando nos parece que o caos está se instalando. São limpezas planetárias que ocorrem de tempos em tempos e elas vêm marcadas por tumulto, confusão e sofrimento. Mas passam, quando não são mais necessárias. Tal qual a tempestade que varre a atmosfera com trovoadas amedrontadoras, mas que quando se vão deixam o ar mais leve e o Sol mais brilhante!

Diante do mal, não tenhamos medo - pois é uma energia contrária à do Amor. Mas sejamos prudentes, para que possamos de alguma forma nos preservar.
Lembrando sempre que a maneira mais eficiente de combater a força do mal é viver no Bem. Manter os pensamentos construtivos, afastando os que só nos deprimem. Procurando neutralizar o medo e reacender a esperança, lembrando de todo o Amor que nos cerca, das coisas lindas que nos rodeiam e que não notamos na maior parte das vezes...

O Bem haverá de vencer, sempre. Quando? A todo instante isso acontece e talvez nem seja notado, pois o mal faz muito barulho e sempre se apresenta orgulhosamente, de maneira bombástica e aterradora.

O Bem nos criou e está ao nosso lado, em nós, todo o tempo e tem nos levantado nas quedas, tem trazido brilho aos nossos olhos e sorrisos aos nossos lábios, tem nos consolado e fortalecido em todos os nossos momentos de crise.

Estamos indo... Caminhando na estrada da Vida, caindo e levantando, mas nos ajudando mutuamente. Sintonizados uns com os outros, mesmo sem nos conhecermos, fortalecemo-nos a cada instante. Sintonia que existe e não precisa de tomadas para acontecer. As nossas vibrações são as nossas armaduras e nossas proteções reais. Venceremos a nós mesmos e o mal irá perdendo o seu poder e a sua razão de existir.

Vem aí o Natal e a chegada de um Novo Ano. Mentalizemos o Bem, pois, só assim, ajudaremos o nosso planeta a encontrar a tão sonhada Paz.



Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 36


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Maria Cristina Tanajura   
Socióloga, terapeuta transpessoal.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoajuda clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa