auravide auravide

Tenha uma vida afetiva abundante

por Adriana Mantana

Publicado dia 14/9/2020 em Autoajuda

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Ter uma vida afetiva abundante é possível, desde que primeiro se olhe para o passado mal resolvido. Pois enquanto isto não é visto e limpo, a vida afetiva continuará escassa, difícil e complicada.

Neste texto, vou lhe mostrar os principais pontos para você iniciar a sua jornada rumo a uma vida afetiva abundante. O meu objetivo é contribuir com você de alguma forma. Lembrando que a leitura deste artigo pode promover curas emocionais, se você estiver aberta para isto. Pois ao tomar consciência de um fato ou ter um novo paradigma, abre-se um espaço para o poder da cura afetiva entrar em sua vida.

A área afetiva é uma área delicada e ao mesmo tempo nevrálgica, pois se ela não estiver bem estruturada é bem provável que todas as demais áreas sejam impactadas de alguma forma.

É uma área que além de ser regida por praticamente 100% de emoção, ainda envolve uma outra pessoa, com ideias e a educação completamente diferentes.

Hoje tem-se o conceito de uma relação por uma noite, notamos isto através das músicas e das falas de forma geral. Isto está impregnado na mente da maioria das pessoas. Uma relação duradoura e feliz é uma raridade atualmente.

Tudo bem se a vontade real e genuína for somente esta, uma relação por uma noite.

O fato é que não é isto o que acontece. Noto isto praticamente todos os dias em meu consultório, nas sessões individuais, sejam elas presenciais ou online.

Mulheres que desejam ter uma vida de casal significativa, abundante e com cumplicidade. Mas que na prática tem relacionamentos passageiros, ou estão em uma relação a dois desprovida de significado, amor e parceria.

Estudando cada caso, cheguei à seguinte conclusão:

A imensa maioria das mulheres que eu atendo, apresentam problemas relacionados a uma infância difícil. Às vezes, teve a ausência dos pais por conta do excesso de trabalho, uma adolescência conturbada ou até mesmo uma inabilidade de fechar ciclos afetivos, ou seja resolver um passado que ainda não foi resolvido.

Muitas ao citar durante a sessão uma relação antiga, ficam com raiva, ou apresentam mágoa daquela pessoa.

Na maioria dos casos o homem já se refez afetivamente, constituiu família e esta mulher ainda está no processo doloroso que aconteceu há 10 anos. Ela ainda não viu e não limpou, para conseguir abundância afetiva. Ou seja, está completamente parada no passado e não consegue sair da estagnação da falta de amor. Isto a torna amarga, tristonha e muitas vezes sem sentido na vida.

O que sempre falo para todas é que acredito que todo ser humano merece ter abundância em todas as áreas da vida, e se contentar com pouco, além de triste, é algo escasso para a capacidade infinita de criação de cada ser.

Se você ainda não está feliz e satisfeita em sua vida afetiva, se incomode (no bom sentido claro). Pois ao se incomodar automaticamente, você vai começar a procurar o que precisa ser feito dentro de você.

Porque se existe uma pessoa que tem felicidade afetiva, a pergunta que eu lhe faço é: por que você também não pode ter?

Você pode estar em uma relação agora com alguém, mas esta relação não está boa, seja pelo motivo que for.

Você pode estar sozinha em busca de alguém.

Você pode ter em uma relação instável, mas que no fundo deseja compromisso.

Seja a forma que for, estou aqui para dizer que é possível ter abundância afetiva, que o seu relacionamento ou área afetiva pode ser a cura e a virada da chave de sua vida.

Onde você pode descobrir o seu propósito, restaurar o amor próprio e ter abundância afetiva.

Para que isto aconteça o primeiro passo é olhar para suas questões do passado, seja da sua infância, adolescência ou seus traumas afetivos.

Também é fundamental que olhe para a relação que tem com os seus pais.

Infelizmente não existe a possibilidade de ter melhores resultados afetivos, se você não fizer isto. Se você me conhecesse pessoalmente saberia que eu sou transparente e direta, falo sem rodeios e de forma objetiva.

É um processo interno que precisa ser feito, se você quiser parar de sofrer, colocar um ponto final na escassez e estagnação afetiva.

Não adianta brigar e discutir. O rombo emocional está dentro de você e não fora. Acredite, quando fizer isto, vai perceber claramente a mudança externa.

Entenda que não estou falando aqui que não precisa ter diálogo, muito pelo contrário o diálogo é fundamental.

Quando disse acima que não adianta brigar ou discutir, me refiro aos meios que a imensa maioria das pessoas utilizam para “resolver” os problemas afetivos.

Uma coisa é conversar e dialogar a partir de um ponto de paz, outra é brigar, gritar e falar palavras de baixo calão. Isto não ajuda e só atrapalha.

No entanto, eu compreendo, pois quando uma pessoa está ferida emocionalmente e não sabe mais o que fazer, brigar e discutir infelizmente fazem parte de sua rotina.

Então, se você chegou até aqui, vou lhe mostrar alguns caminhos, que poderá percorrer caso queira minha ajuda direta em sua relação a dois.

Eu gravei uma meditação de limpeza e centramento no meu canal do YouTube, ela poderá lhe ajudar, pois vai lhe tranquilizar e trazer um pouco mais de equilíbrio para a sua vida a dois, para acessar CLIQUE AQUI aproveite e se inscreva no canal vou adorar lhe ver por lá também.
Outra possibilidade é você fazer parte do treinamento que eu fiz para pessoas que estão passando por algum desconforto afetivo. Neste treinamento eu ensino exercícios terapêuticos para você fazer no dia a dia (não subestime são muito eficazes). O nome do treinamento é Cure a sua vida afetiva. Para acessar CLIQUE.
Agora se você deseja algo mais personalizado para o seu caso e a sua situação, pode verificar a possibilidade de agendar uma sessão de terapia comigo. Para agendar CLIQUE AQUI

Cuide-se com amor!

Instagram AQUI

Abraços.
Adriana Mantana

Texto Revisado

 

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 23

foto-autor
Sobre o Autor: Adriana Mantana   
Bióloga, Terapeuta Integral, Consteladora, Renascedora, Terapeuta ThetaHealer®, Terapeuta de Barras de Access™, Floral de Bach, Radiestesista, Operadora de Mesa Quântica Radiônica, Cromoterapia, PNL, Mestre em Reiki Usui, Hooponopono, Cristaloterapeuta, Giver Deeksha, Terapeuta de Integração Quântica do Ser® e Ativista Quântica. CRTH 4103
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Qual é a sua ambição?
artigo Porque estamos novamente falando da Era de Aquário?
artigo O Universo num Corpo Humano
artigo A noite escura, de são joão da cruz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa