Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
Home > Autoconhecimento
4 Maneiras de lidar com a raiva e outras emoções negativas

4 Maneiras de lidar com a raiva e outras emoções negativas

por Dulcineia Santos

Quem nunca cedeu a um ataque de raiva? Ou falou num tom mais ríspido do que gostaria de ter falado? À medida em que vamos aprendendo, o ideal é que estes eventos diminuam. A realidade, no entanto, é que somos humanos e falhamos – e está tudo bem. Aqui vão algumas dicas para que possamos estar atentos e não sermos levados tão facilmente a agir condicionadamente:

  1. Não suprima a raiva
A raiva suprimida só alimenta o ego e acaba se transformando em algo maior: um ataque de fúria ou, pior ainda, uma doença.

A primeira coisa a fazer é reconhecer que você tem isso dentro de si, e aceitar. À medida em que vai colocando luz sobre esta emoção, reconhecendo-a, ela começa a perder força.

Você vai dizer que já tentou isto e a raiva não diminuiu, mas a verdade é que agora você a reconhece! Como diz o Eckhart Tolle, primeiro você se dá conta que agiu com raiva dez dias depois, depois dois, depois uma hora mais tarde. Até que um dia você vai reconhecer os sinais da raiva antes, e então passa a ter a escolha de como agir.

  1. Conheça o que provoca a sua raiva
A budista Pema Chödron ensina que muito do combustível da raiva é a polaridade: certo-errado, bem ou mal, amigo-inimigo. É quando julgamos algo sob este prisma que ela surge.

Para o Eneagrama, a raiva é fomentada para o tipo 1 (o tipo que tem a raiva como “fraqueza”) quando, por exemplo, ele entende que segue todas as regras, e as pessoas que estão vivendo mais livremente estão se dando melhor que ele.

Você já pensou por quê sente raiva? Isto é um bom caminho para ver o que a dispara em você.

  1. Finalmente, o remédio
Sim, vou falar de presença. De novo. Rudolf Steiner, criador da Antroposofia, ensina um exercício de observarmos uma flor, sem nomeá-la (“isto é um cravo”), até entendermos a força vital que emerge dela. O Tolle ensina o mesmo exercício, porém em conexão com este tipo de emoção: através desta observação você começa a se reconhecer como um com tudo. Quando você reconhece o outro em si mesmo, a chance de você ter raiva dele diminui. Além disso, este exercício te coloca num estado em que você consegue reconhecer a raiva antes que ela tome conta de você.

Para o Eneagrama, o remédio para a raiva (ou o contrário dela) é a aceitação – do que é, do outro, de si mesmo.

  1. Seja paciente
Parece contraditório falar em ser paciente no mesmo artigo que estou falando sobre raiva, mas é isto: você vai precisar de paciência.

Primeiro para entender que isto não vai acontecer da primeira vez que você tentar. Reconheça, porém, que a consciência de estar movido pela raiva está aparecendo antes, e que isto em si só já é uma evolução.

Segundo: você está trabalhando no controle da sua raiva, mas as pessoas em volta de você, não. A Pema Chödron chama ainda atenção para o fato de que as pessoas às vezes demoram muito a perceber que você está mudando. Mesmo que você não aja da maneira antiga, talvez elas ainda reajam ao seu velho “eu”. Ela dá o exemplo de uma pessoa que observou o prazo de dois meses até que as pessoas começassem a perceber que ela tinha mudado.

Lembre-se: o simples fato de tentarmos já muda a consciência geral, e isto é um trabalho grandioso!

E você tem mais antídotos para a raiva que queira compartilhar?

Atendimentos por skype de Terapia Multidimensional para a cura e equilíbrio dos corpos emocional, mental e astral, impactando o corpo físico; ferramenta de tipos psicológicos MBTI®; coaching; aconselhamento. Email: [email protected]. Siga-me no youtube: link

Livro: "A Namorada do Dom": adquira aqui

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 28/02/2020

Veja também
Como podemos aguentar e superar essa grave crise?
O desafio da vontade
A verdadeira história do Coronavírus que será contada anos depois
Quando...

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.






Energia do Dia
Diplomacia. É um dia para assimilar as experiências do passado dando tempo para que cresçam lentamente, Use a diplomacia, seja paciente, discreto e receptivo às idéias alheias.
Faça sua numerologia


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa