auravide auravide

Nunca é tarde para ter uma infância feliz!


Facebook   E-mail   Whatsapp

Nasci no campo e lembro que as noites eram escuras, pois não havia iluminação externa. Por isso, adorava ir com meus pais à cidade, pois lá, mesmo à noite, as ruas eram iluminadas.

Apesar de não ter o privilégio de morar na cidade, eu tive a sorte e o merecimento de crescer em um ambiente com inúmeras opções para brincar.

Morávamos em uma casa gigante e nela duas famílias dividiam o espaço e os negócios. Companhia para brincar não faltava. As crianças que moravam na vizinhança garantiam a diversão e os primos também.

Brincávamos até o entardecer. Subíamos em árvores, imitávamos o Tarzan e a Jane pendurados em cipós, corríamos com carrinho de lomba, construíamos casinhas enormes sob a sombra de árvores frondosas, corríamos soltos por áreas verdes, tomávamos banho em fontes cristalinas, colhíamos frutas, ajudávamos a plantar nossa comida, éramos uma turma de mais de 20 amigos indo a pé por 3 km até o colégio, estudávamos com alegria e muita vontade.

Meus pais me abraçavam na chegada da escola, nos mimavam muito, tratando-nos como heróis. Eles motivavam o estudo, o colégio, professores e até a enorme distância que percorríamos para ter acesso à escola. Para eles, os quatro filhos eram heróis. Por esse motivo, nossas notas eram impecáveis, o esforço que fazíamos era reconhecido.

O amor era o ingrediente mágico que conduzia nossa família. O amor também preserva a infância como um santuário, onde a felicidade era garantida através dos abraços, beijos, mimos, carinho, aconchego, cumplicidade, amor, ternura, gratidão, reconhecimento, valorização, quietude, harmonia e o direito a brincadeira.

Não tínhamos a luz iluminando os campos, mas éramos iluminados pela abundância de amor, brincadeiras e liberdade. Posso afirmar que eu tive uma infância feliz.

E você:

  •   Como vê, ouve e sente sua infância?
  •   Consegue descrevê-la positivamente?
  •   Conheceu a felicidade enquanto criança?
  •   Era solto, leve e amado?
  •   Estudava por obrigação, era cobrado, pressionado, ou era um super-herói dos pais?
  •   Cada derrapada alguém lhe abraçava com amor ou oferecia a frieza de um olhar que condenava?
  •   Havia magia e companhia na brincadeira?
  •   Seu esforço tinha algum significado ou era uma forma de ser aceito no ambiente familiar?

Richard Bandler disse: “Nunca é tarde para você ter uma infância feliz”, esta afirmação é divina, pois oferece a todos a possibilidade de ressignificar a infância, diminuindo as emoções negativas, aflorando o que a tristeza sufocou.

Mexer na nossa história, devolvendo a ela a dignidade e a grandeza que ela merece, abre as comportas da leveza. Quando nos sentimos leves é sinal que conseguimos reescrever o que nos aprisionava.

É sinal que soltamos o que marcou negativamente uma determinada fase. Altos e baixos é a lei inevitável da vida. Mas comprometer-se consigo mesmo, para não carregar peso inútil é um compromisso individual. Minha infância teve inúmeras adversidades, tenho artigos impactantes que descrevem situações cruéis que vivi lá, mas afirmo que assumi um compromisso de reescrevê-la e eu consegui, afinal Nunca é tarde para você ter uma infância feliz, não é mesmo?

E você o que fará?

Invista no auto cuidado e liberte a criança que está aprisionado em você adulto. Dance a vida, abrace o que lhe foi dado dentro das condições em que você cresceu, aplauda a criança, veja a verdade, sabe qual é: Você cresceu como um super herói diante do cenário que não podia ser mudado.

Reconheça que na infância não dispomos de recursos suficientes para mudar o que os adultos deveriam fazer por nós. Cure sua culpa pela forma morna e triste que passou sua infância. Acorde, especialistas aptos poderão ajudar. Seja uma criança feliz, mesmo adulta e, ilumine o planeta.

Quando estiver pronto me chame para que possamos brincar de viver! Que tal?

Aproveite o workshop gratuito, acessando: link
Assista outros vídeos também: link
Curta minha fan page: link

Visite meu site: link
Contatos: (55) 3025 5698 / (55) 9603 6018 [WhatsApp]

Abraços
Irlei Hammes Wiesel



Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Irlei Wiesel   
www.irleiwiesel.com.br
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa