auravide auravide

O que faz se sentir seguro com o outro?


Facebook   E-mail   Whatsapp

O que faz falta para se sentir seguro, tranquilo e satisfeito com o que é e faz?

Temos temperamentos diferentes, conhecimentos diferentes, habilidades diferentes, gostos diferentes, reações diferentes e pensamentos diferentes, ideais diferentes, somos uma diversidade para que se possa aprender e evoluir.

O que nos faz distanciar tanto dessas caraterísticas pessoais para se moldar ao que está fora, e se está assim, o que nos move para esse caminho?

Será que amor é responsável?

Por amor se faz maravilhas, mas por amor se destrói. Assim como:

Sentimos amor pela natureza porque ela é bela e sem ela não podemos sobreviver, mas nada se faz para manter a beleza que se gosta, por quê?

Ama o próximo, mas a comunicação pode ser: áspera, grosseira, desrespeitosa, falsa em elogios, ignorada, desdenhosa ou ainda toda essa comunicação fica nas entranhas do seu íntimo sem solução e viola o seu próximo mais puro que está dentro de si, quando evita de dar um pouco do que é, para que o outro possa também ser o que ele é.

Será que a imaginação que criou um grande abismo entre o seu eu e o eu do outro, onde sobraram poucas conversas, pois o tempo faz desgastar as conversas sem parceria e sem interesse para ambos, pois pode criar a ilusão imaginária através da disputa de opiniões, onde ambos se defendem para garantir ser melhor do que o outro, pois internamente se esconde o sentimento de não ser o que gostaria de ser, pois acredita que ele(a) é incapaz de entender, acaba por construir conversas artificiais e de pouca profundidade, cresce a distância a ponto de ver o outro com a imagem que criou em sua mente, tendo pouca ou nada realidade. Nesse caso, poucas foram as falas que levaram as perguntas e questões sinceras sem a intenção de imaginar, interpretar ou julgar, Isso pode ocorrer quando o comportamento está aprisionado por um sentimento interno de insegurança, isso pode fazer com que a pessoa busque algo ou uma situação para novamente viver o outro com a imagem que criou, continuando alimentando a imagem que pode ter sido gerada há muito tempo, podendo ser que condicionou o comportamento de insegurança que só poderá ser transformado quando a pessoa de posse de suas capacidades enfrentar a imagem na origem e dar solução a ela.

Onde é consegue ser o que é? Você reconhece esse lugar ou momentos?

Esse lugar tem que ser construído por cada um pela comunicação mais realista e para isso acontecer a pessoa tem que se ver através das intenções por trás dos relacionamentos e entender o que está querendo receber ou o que está querendo dar, isso esclarece as necessidades interna de buscar valor.

Pode perceber se está com seu valor tendo que ser reconhecido pelo outro (tem que receber valor), isso traz pouca transparência e autenticidade que pode causar insegurança. A pessoa que quer receber é porque está sem o seu próprio valor, pois está sempre tendo que agradar.

Se está querendo apenas dar para obter valor, traz um falso valor, pois está agregando valor pela fraqueza do outro (tem necessidade agregar  valor), sinal que falta valor em si, pode ser que tente evitar ver as próprias fraquezas.

Quando entende que ambas as situações têm que ser reconhecidas internamente, sendo que as vezes quer receber, e as vezes quer dar, mas gerar o equilíbrio é saber qual a intenção por trás do comportamento de dar e receber, pode neutralizar a necessidade se viver em concordância com o sentimento interno, sem pretensões ou expectativas, isso cria vontade e energia par criar oportunidades naturalmente.

Como se reconhece o amor em si?

Existe o amor em si através das exigências ou deveres?

Ou apenas se está no amor em si porque pode sentir que faz bem, tranquiliza e traz leveza em si, entender esse sentimento foge do momento, pois ele pertence a razão ou coração (polaridade)?

Pensamento e Sentimento (Razão X coração)?

Quando se está integro? Quando se está apegado ou desapegado?

Quando se está apegado existe o sentimento interno de desapego.

Quando se está desapegado existe o sentimento interno do apego.

Sem necessidade de apego ou desapego, se está no amor sem exigência apenas sendo o que é para o outro, e seguro de si passa conquistar a tranquilidade, assim percebe o outro naquilo que ele é.

Nesse momento a comunicação sem apego e desapego, passa ser uma relação harmoniosa e natural, onde se encontra facilidade para expor de forma clara e sem se misturar com aquilo que pertence ao outro, isso cria uma atenção maior para saber como usar as palavras de forma gerar possibilidades para ambos. Isso exige de ambos um exercício para criar soluções diante da compreensão do problema que pode se verificar as vantagens e desvantagens.

Para chegar nessa comunicação tem que ter vontade e paciência consigo mesma, pois a comunicação se aprende de dentro para fora, enquanto buscar perfeição pode ter a imperfeição interna, isso gera controle.

A boa comunicação é uma prática de se observar e aprender a cada dia com as experiências.

Como adulto a comunicação precisa ser mais refinada a partir do exercício diário de confronto com a realidade, assim se retira as imaginações, interpretações e julgamentos que retira a verdade da realidade da ação.

Texto Revisado


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Margareth Maria Demarchi   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa