Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Psicologia em Odontologia: NEVRALGIA

por Leonardo Carrijo Ferreira
 Psicologia em Odontologia: NEVRALGIA

Publicado dia 25/5/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Nevralgia é a dor aguda causada por inflamações em um nervo e em suas ramificações. Pode apresentar focos purulentos. Outras causas que podem provocar a nevralgia: a carência de vitaminas, principalmente as B1 e B12, alimentação deficiente, infecções, problemas dentários, inflamações gerais como a sinusite e coluna vertebral, além de outras.

Os locais mais comuns são o nervo trigeminal do rosto, o nervo ciático que provoca dores na região lombar, no quarto traseiro e nas coxas. Para amenizar esse tipo de problema, você pode fazer uma dieta fortificante, rica em vitaminas do complexo B.

A nevralgia do nervo ciático é comum aparecer na parte de trás de uma das pernas, da nádega até o calcanhar. A nevralgia intercostal apresenta-se no tórax, no nervo entre as costelas. A nevralgia facial ocorre no nervo trigêmeo e pode afetar suas três ramificações, a saber: oftálmico, maxilar superior e inferior. A dor pode manifestar-se na testa, no globo ocular, sobre o malar, nos dentes. Geralmente atinge todo um lado do rosto, com dores fortes.

Uma das causas da nevralgia também pode ser a alteração postural global do paciente tendo como origem a má postura e, no caso da nevralgia do trigêmeo, a má postura mandibular. Nesse ponto, a fisioterapia trata com a correção da postura tendo várias técnicas. Um exemplo: a RPG (reeducação postural global).

A fisioterapia e os exercícios podem ajudar a aliviar os espasmos e a dor dos músculos. Como recursos fisioterapêuticos podem ser empregados a terapia de relaxamento, como a meditação, o ultrasom, a massoterapia, a hidroterapia, os tens (correntes elétricas suaves através da pele), a acupuntura e tratamento quiroprático.

A medicina chinesa tem uma visão interessante: a nevralgia do trigêmeo pode se originar de invasão de vento frio na face, que pode ser facilitada por uma condição preexistente de deficiência do Qi e de sangue. O vento frio pode se converter em vento e calor na face. Pode também se originar por problemas de dentes, ou por fogo do fígado ou fogo do estômago, associados com raiva reprimida e preocupação, ou com hábitos alimentares irregulares. A deficiência do yin do rim por estresse ou excesso de trabalho pode predispor a uma condição de fogo. A acupuntura e o shiatsu podem ajudar muito nessa enfermidade.

A psicologia acredita que a causa das nevralgias pode ser de origem emocional: as somatizações. As nevralgias estão, muitas vezes, associadas a algum comportamento de autopunição (culpa), sentimentos de angústia pela incapacidade de comunicar e de se expressar. Aprender a perdoar - outro e a si mesmo – além de psicoterapia, ajuda - e muito! - a pessoa que é acometida por essa doença. Já a nevralgia do trigêmeo pode estar muitas vezes associada a emoções como a raiva, ressentimentos e desejo de vingança que podem criar esse estado.

O inconsciente se encarrega de criar o tipo de doença que coincida com o tipo de trabalho da pessoa, ou aproveita uma situação apropriada para que a crença do indivíduo faça sentido. Mudanças no comportamento e, principalmente, nos padrões de pensamento - crenças e valores - podem mudar o quadro e até mesmo curar.

O autoconhecimento é o caminho mais indicado para a cura das nevralgias: conhecer os limites, os sintomas (sinais, mensagem que o corpo emite) trazem segurança e auto-estima para a pessoa.

É muito prudente que os profissionais que lidam com a saúde assimilem conteúdos gerais da psicologia na intenção de estarem preparados para lidar com o emocional da pessoa. Especialmente o odontólogo que, através de sua prática, lida em demasia com componentes emocionais do seu paciente.

Tratamento natural

Algumas ervas como aveia, coifa, erva-de-são-joão, folhas de maracujá: essas ervas agem como tonificantes para os nervos. Combine algumas delas, faça uma infusão na proporção de uma colher de ervas para cada xícara de água e beba três vezes ao dia. Outras ervas como a alfazema, artemísia, erva-cobre, eucalipto, louro, gengibre, também são usadas na nevralgia.

Outros tratamentos que também são eficazes na cura dessa doença: a aromaterapia, a homeopatia, com base em hortaliças, hidroterapia e a acupuntura. Mas é extremamente importante conhecer a causa desse mal e, se for de origem emocional, a psicoterapia é indicada.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 83

Autor: Leonardo Carrijo Ferreira   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa