auravide auravide

A Abundância Divina


Facebook   E-mail   Whatsapp

Para a maioria de nós, ao falarmos em abundância a primeira coisa que nos vem à mente é dinheiro. Isso ocorre porque temos uma visão distorcida sobre a abundância e também sobre o papel do dinheiro em nossa vida. Vivendo a partir da mente/intelecto, tendemos a rotular o que conhecemos e catalogá-los como bom ou ruim, certo ou errado, difícil ou fácil, necessário ou inútil. Assim fomos construindo o personagem que acreditamos que somos e, da mesma maneira, as nossas vidas. Por isso, tudo funciona - ou não - para nós de acordo com o que acreditamos sobre nós e o mundo. Ou seja, se acreditamos que somos merecedores e capazes, seremos bem sucedidos. Mas se acreditamos que não temos o que precisa, que as coisas são difíceis, que somos azarados ou seremos rejeitados, tudo tende a falhar.


Esta é a lei da dualidade, onde há um oposto para tudo. É nela que encontramos o aprendizado da riqueza e o da pobreza, da saúde e da doença, do apego e da rejeição, do amor e do ódio etc. É também na dualidade que existe a crença ilusória de que somos os fazedores de tudo, de que tudo só depende de nós, de que podemos controlar a vida, de que precisamos conquistar algo e para isso temos que contar com nosso esforço pessoal, físico e mental. Além disso, é na dualidade que colocamos intermediários entre nós e a nossa felicidade, e é exatamente nesta posição que colocamos a abundância e o dinheiro.


A Abundância Divina, por sua vez, é uma característica do Espírito que garante que nada nos falte em nossas vidas. Ela está sempre funcionando, pois é o que somos, não há como "desligar" esta função em nós. Ela está acima da dualidade e chega a nós no nível material como o suprimento infinito daquilo que estamos dando a nós mesmos. Ou seja, entre a Fonte que tudo provê e os acontecimentos de nossas vidas está o ego humano, canalizando suas energias para aquilo que escolhe viver.


Dentro da dualidade então, nós vivemos este suprimento infinito de maneiras positivas e também negativas, ou seja, tanto através de acontecimentos que estão na sintonia da vida, do amor, da alegria, da permissão, quanto de acontecimentos que estão na sintonia da doença, da rejeição, do sofrimento e da escassez. Assim sempre há abundância em nossas vidas, seja abundância de alguma coisa ou abundância da ausência desta coisa, abundância do bom ou do ruim e assim por diante.


Quando nos diminuímos, nos colocamos como dependentes de intermediários ou como os fazedores de algo, interferimos no nosso próprio equilíbrio com o Divino em nós, no alinhamento entre nosso Eu Superior, nosso psicológico, nosso corpo físico e os acontecimentos que vivenciamos em nossas vidas. É assim que começam os desequilíbrios e dificuldades, quando interrompemos um fluxo que é puro e perfeito para fazermos as coisas do nosso jeito acreditando que assim seremos mais felizes, mas sem perceber as negatividades que estão por trás da nossa percepção, crenças, julgamentos e decisões.


O modo mental/material de se viver reprime o nosso alinhamento com o espiritual, que depende da nossa total permissão para se manifestar. A Abundância Divina quando manifesta sem interferências é chamada de Bem-aventurança, um fluxo de bênçãos e graças em nossas vidas. Ela não obedece ao negativo, ao poder humano ou a nada que possa nos desviar mais ainda do equilíbrio com o Divino em nós. Então se ainda estamos buscando algo fora de nós, seja por segurança, preenchimento, reconhecimento ou simples satisfações, ainda estamos alinhados com a falta daquilo, com a falta de amor ou com a escassez.


Sendo assim, a Bem-aventurança não pode ser comandada ou reproduzida mentalmente, pois só se manifesta em pureza e equilíbrio com o Divino em nós. Não é o esforço mental, a quantidade ou qualidade do trabalho físico, ou mesmo uma recompensa por sermos bons ou ruins que a farão acontecer. Ela é unicamente um alinhamento interior de consciência, amor próprio e permissão. Não há algo ou alguém fora de nós decidindo isso, mas apenas nós mesmos e nossas próprias criações, sejam elas conscientes ou inconscientes.


A chave para nos permitirmos viver neste fluxo de bênçãos é o amor por nós mesmos curando cada culpa, cada vergonha, cada ferida ou situação onde nos diminuímos, nos rejeitamos, nos bloqueamos, nos agredimos. Além disso, reconhecer a perfeição Divina em todos e em toda a criação. A felicidade plena é um ato de permissão, não de conquista, pois ela já está aqui, aguardando em cada um de nós!


Em Paz,
Rodrigo Durante.

A abundância está presente na vida de todos, pode se manifestar em equilíbrio ou desequilíbrio, excesso ou falta de algo, positividade ou negatividade, dependendo apenas das nossas escolhas e postura interior. Cada um é responsável pela própria energia, por aquilo que dá ao mundo e viverá as consequências das suas decisões. Podemos escolher vivermos sempre buscando nossas preferências na dualidade, ou nos alinharmos com o Divino e aceitar que aquilo que Ele nos traz é o melhor para nós. Assim, aprendendo com os nossos erros e escolhendo mais sabiamente, poderemos sempre desfrutar de tudo de bom que a vida tem para nos oferecer, apenas encontrando e mantendo o equilíbrio em nós mesmos e com tudo o que há!





Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 26


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Rodrigo Durante   
Aprendendo a ser feliz e compartilhando tudo o que me faz bem! Atendimentos e workshops.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa