auravide auravide

A alegria de dar


Facebook   E-mail   Whatsapp

Abra-se a receber

Permaneça aberto a dar. Se você se perceber sendo uma pessoa que não dá, que sempre toma, faça uma nova escolha e encontre alegria em dar.

As pessoas têm crenças sobre carência. Pensam que o dinheiro é algo que precisam segurar fortemente, mas, ao fazer isso, impõem-se um limite. O verdadeiro tesouro deve ser encontrado na consciência, é onde existe a verdadeira riqueza.

Encontrar a liberdade absoluta

Quando você começa a experimentar amor incondicional por si, todo o medo desaparece. Se você não tem esse amor incondicional, inclusive se for um multimilionário, é na verdade um mendigo, pois não se tem nada até encontrar amor próprio. Somente então encontramos liberdade absoluta, que o dinheiro não pode comprar. O dinheiro pode comprar uma ilusão de segurança, pode comprar comodidade, mas não pode comprar liberdade.

Dar

Dê mais. Dê mais a si mesmo. Deixe de calcular e se abra a ser maior, a ser mais. Não há limites, exceto os que você se impõe.

Algumas pessoas apenas tomam, tomam, tomam. Mas nunca tomam o suficiente, porque não podem receber. Tudo se dilui como areia entre os dedos, como se nunca houvesse existido. Essas pessoas não podem receber nada porque não acreditam que merecem.

Ao dar, não há regras estabelecidas para nada, há somente uma resposta espontânea do coração. Se você vê alguém pedindo na rua e sente que quer lhe dar cem dólares, depois de cinco minutos já diminui para dois dólares porque pensa nas razões para não dar cem?

Eu simplesmente daria os cem dólares. Não pensaria, apenas faria. O coração funciona assim.

Dê de coração

As pessoas costumam dar a partir do medo: “Se dou uma boa pessoa, tenho que dar”. Estão se abandonado na realidade. Às vezes as pessoas dão para receber amor ou manipular os outros, e isso também provém do medo. Cada vez que fazem isso, estão se abandonando.

A plenitude verdadeira

As pessoas que dão costumam ser mais felizes do que as que tomam. Contudo, não são absolutamente completas, pois sua liberdade depende do que estão fazendo. Se não estão servindo, não experimentam alegria absoluta.

Quando elevamos a consciência, a alegria se encontra simplesmente em ser. Quando dou, sou feliz. Quando falo, sou feliz. Meu estado não muda, pois não tenho que ser de uma maneira determinada. Sou simplesmente natural, sem obrigações. Essa é a verdadeira plenitude.
 

A consciência nunca tem condições, simplesmente dá.
 Sem pensamentos, sem apegos,
 sem necessidades ou recompensas. Nada é uma dívida.
Simplesmente dá. Vem do coração.
 
Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 17


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Isha Judd   
Isha é mestra espiritual reconhecida internacionalmente como embaixadora da paz. Criou um Sistema para a expansão da consciência que permite a auto-cura do corpo, da mente e das emoções. Site oficial www.ishajudd.com
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa