auravide auravide

A FADA E O FAUNO (Excerto de um Conto - 2006)



- Ah, vida malvada, dê-me algum alento!
Era em sua alma o lamento inclemente,
do muito que andava ao léu, tão descontente;
e assim era o seu ser: choro e desalento!

Até que num dia, em passeio campestre,
alguém encontrou, afinal, a coragem;
saiu dentre as sombras dos bosques à margem,
fez de seu amor mentor, guia, seu mestre.

E, em se acercando da jovem em tristeza,
pousando-lhe os olhos de supremo encanto
com gesto de uma inigualável beleza
tocou-lhe no rosto - sustou-lhe o pranto!

"- Humana; não mais chores tanto, amada;
teu mundo não é o desse pranto insano!
Deixa tudo; vem! Seja, aqui, uma fada,
pois tua vida, aí, é acidental engano!"

E ela - apesar do susto inegável,
mas sempre de coração pronto à vida
logo se encantou do ser belo e amável;
viu nele sua felicidade escondida!

Seguiu-o! E entrelaçaram-se as suas mãos;
e hoje há quem veja, nas luzes das matas,
um fauno feliz, tocando com os irmãos
e uma nova fada, a bailar nas cascatas!...

Texto revisado por Cris
Publicado dia 18/1/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 17



foto-autor
Autor: Christina Nunes   
Chris Mohammed (Christina Nunes) é escritora com doze romances espiritualistas publicados. Identificada de longa data com o Sufismo, abraçou o Islam, e hoje escreve em livre criação, sem o que define com humor como as tornozeleiras eletrônicas dos compromissos da carreira de uma escritora profissional. Também é musicista nas horas vagas.
E-mail: meridius@superig.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa