auravide auravide

A paz começa pelo lar



O caso que relatarei a seguir aconteceu no estado de São Paulo, mas poderia ter ocorrido em qualquer lugar do Brasil ou do mundo, tal é a ocorrência de semelhantes casos que costumam envolver um coletivo de pessoas, geralmente núcleos familiares ou grupos de amigos.

O lar é um ambiente especial e único, porque é nele que no aconchego intra-uterino começamos a absorver as primeiras impressões do mundo exterior. Após o nascimento, o lar substitui a função de "porto seguro" do útero materno, vindo a ser para a criança, o principal campo de exercícios de seu desenvolvimento integral.

À medida que vamos crescendo, o lar continua sendo esse porto seguro para onde retornamos para repor energias, investir no conhecimento, conviver e compartilhar aprendizagens com os demais membros do clã familiar.

Num piscar de olhos tornamo-nos adultos e o lar permanece sendo o porto seguro onde descansamos, amamos, educamos nossos filhos e planejamos o futuro baseado no presente. O lar, portanto, é um espaço físico imprescindível para o desenvolvimento equilibrado das potencialidades humanas alicerçadas na energia do amor. Um núcleo de aprendizagens e de crescimento, esta é a verdadeira função do lar, pois se deslocarmos o seu significado para as demais espécies da natureza animal, veremos que só muda a sua denominação, pois a finalidade, guardadas as devidas proporções, continua sendo a mesma base de preparação para a vida.

O lar, portanto, vêm a ser um fator de extrema importância no contexto da escola da vida, e o nível de sintonia (vibração) desse lugar torna-se fundamental para que ali, entre seus moradores, desenvolva-se a harmonia e a consciência, ou ao contrário, a desarmonia e a paralisia consciencial.

Eram quatro ou cinco casais de jovens namorados reunidos em uma casa de campo para curtirem o feriadão: filhos e amigos do casal anfitrião.

No primeiro dia os relacionamentos ocorreram em bom nível, mas a partir do segundo dia, numa estranha sequência em cadeia a desarmonia começou atingir a todos, sendo o ciúmes o principal motivo das desavenças. Conforme o relato do casal que tentara desde o início contornar os conflitos envolvendo os casais de amigos, uma espécie de energia negativa parecia envolver aquele ambiente, porque mesmo aqueles mais reservados que não costumavam discutir as suas diferenças em público, encontravam-se transtornados pelo ciúmes que "contaminara" as relações.

Antes do término do feriadão, no domingo pela manhã, só restava na casa o jovem casal relator do ocorrido e os anfitriões; os demais já haviam retornado para os seus lugares de origem. Era início da noite e uma discussão começou entre os jovens namorados que ainda não haviam entrado em conflito, tomando proporções que até então não havia ocorrido no histórico de relacionamento entre ambos.

Entretanto, em determinado momento do atrito, resolveram parar na tentativa de acalmar os ânimos e refletir a situação com lucidez, foi quando decidiram elevar o pensamento numa prece. No momento que estavam concluindo a prece, a porta da sala abriu e imediatamente bateu. Era noite e a casa já estava fechada excluindo-se a possibilidade de corrente de ar, e o casal anfitrião encontrava-se dormindo.

Durante o relato, tive a informação que a dona da casa é médium, embora nunca tenha direcionado a sua faculdade para o estudo e o desenvolvimento equilibrado em seu próprio benefício... e um indivíduo médium é como uma antena que atrai desde as mais altas até as mais baixas sintonias que com ele afinizam.

Portanto, aquilo que muitas vezes desconhecemos, subestimamos ou negligenciamos, como por exemplo a qualidade da energia do lar, estabelecida principalmente pelo nível das relações inter-pessoais na esfera familiar, vêm a ser fator de fundamental importância no sentido de prevalecer neste ambiente a sintonia da harmonia-amor ou a sintonia da desarmonia-desamor.

O pensamento elevado pela prática do bem e da prece, além dos relacionamentos inter (e extra) familiares de bom nível, costumam atrair sintonias afins que naturalmente irão proteger este ambiente contra o assédio de energias contrárias.

Na natureza humana não há mistérios ou enigmas indecifráveis. Somos o resultado do que pensamos e sintonizamos no cotidiano de nossa existência e carregamos conosco esta energia para onde formos, seja ela "pesada" ou "leve". Muitas vezes queixamo-nos de falta de paz em nossas vidas, sem, no entanto, nos darmos conta de que a harmonia, a paz interior e, por extensão, a paz mundial, começam pelo próprio lar, o nosso porto seguro e ponto de partida e de retorno de nosso caminhar evolutivo.

Psicanalista Clínico e Interdimensional.
flaviobastos

Texto revisado por Cris
Publicado dia 20/11/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 24



foto-autor
Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: flavio01bastos@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa