Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



A psicoimunologia e os milagres  
Home > Autoconhecimento
A psicoimunologia e os milagres

por Renato Mayol

Compartilhe
   


Até não muito tempo atrás, um médico que classificasse uma cura como milagre era ridicularizado. Felizmente, hoje a medicina já reconhece que há muitos casos de curas inexplicáveis e considera importante o estudo das curas ditas milagrosas para tentar descobrir como acontecem e, se possível, reproduzi-las, para adentrar em uma nova fase da medicina curativa.

Para isso, são importantes os avanços do conhecimento na área da psicoimunologia, ciência que, através do ramo da psiconeuroimunologia (PNI), estuda a capacidade do sistema nervoso poder afetar o sistema imunológico, que é o sistema responsável pela defesa do organismo e que em conjunto com o sistema nervoso, e o sistema endócrino, que é constituído pelas glândulas que lançam os seus produtos na circulação na forma de hormônios, formam o tripé sobre o qual se embasa a saúde do corpo.

As bases da PNI foram estabelecidas a partir dos resultados das experiências dos pesquisadores Robert Ader e Nicholas Cohen que conseguiram, apenas com água adoçada com sacarina, provocar mortes por imunossupressão em ratos previamente condicionados para terem aversão à água assim adoçada por sua administração conjunta com um imunossupressor que causava vômitos.
Nos ratos condicionados, a administração forçada da água adoçada apenas com sacarina desencadeava, através das terminações nervosas das papilas gustativas, sinais que suprimiam o sistema imunológico, mesmo sem a administração conjunta do imunossupressor.

O sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo, é constituído por células de diferentes tipos e com diferentes funções, que se encontram no sangue, nos gânglios linfáticos e no baço. Por sua vez, o cérebro, integrante do sistema nervoso central, produz substâncias químicas que são os neuropeptídios e que, pelo sangue, vão aos respectivos receptores espalhados por todo o organismo. E é através dos receptores nas células do sistema imunológico para determinados neuropeptídios produzidos no cérebro que se dá a comunicação entre o cérebro e as defesas do organismo.

A interação entre a mente e o sistema imunológico, mediada pelo cérebro, leva à possibilidade de os indivíduos poderem atuar sobre suas doenças com armas como - emoções, sentimentos e pensamentos, para exercerem o seu desejo de viver ou a sua vontade de morrer, na dependência do estado mental.

Assim, tem sido observado que viúvos com altos escores de depressão têm uma grande possibilidade de desenvolver câncer entre o sexto e o décimo quinto mês de viuvez. Situações estressantes como a perda do emprego, ou a preocupação de não conseguir passar em algum exame acadêmico, também reduzem as defesas do organismo.
De modo igual, há estudos que demonstram que um elevado envolvimento social está associado a altos níveis de imunidade e também há estudos que sugerem que emoções positivas, como a compaixão, o perdão e o amor, podem exercer um efeito benéfico sobre o sistema imune reduzindo a gravidade ou até curando muitas doenças.
Curas essas que, às vezes, acontecem de forma extraordinária, sem que haja ainda uma explicação científica em base ao conhecimento atual e tais curas são chamadas de milagres.
Os milagres não dependem da ligação a alguma religião, mas sim, dependem da religiosidade, que é um sentimento inato que motiva a busca da filiação Divina, sem necessariamente a presença de intermediários, tais como padres, pastores, rabinos, bispos ou outros.

Os estudos sobre a relação entre o estado mental, o sistema imune e a saúde têm avançado graças à introdução de exames tais como a tomografia computadorizada e a ressonância magnética que são capazes de reconhecer as áreas cerebrais envolvidas em diferentes estados emocionais e em atividades como a oração e a meditação.

Dessa forma, a importância do conhecimento dos fatores que podem atuar para produzir as chamadas "curas milagrosas" reside no fato de que, em se conhecendo como os milagres acontecem, talvez possamos consegui-los quando mais os necessitarmos.

Texto extraído do livro "Câncer, Medicina e Milagres", do Dr. Renato Mayol Adquira aqui



Texto Revisado


Compartilhe
   

Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação:
A psicoimunologia e os milagres
5 84


Autor: Renato Mayol   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   
Publicado em 30/09/2015

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




Energias para Hoje
terça-feira, 22 de maio de 2018


energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.




Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Viajando nas Ondas Invisíveis de uma Assistência Espiritual
2. A metáfora do elefante acorrentado e a manipulação perversa materna
3. Terapia de Vidas Passadas e outros temas
4. Será que as terapias conseguem acessar multiuniversos?
5. Existem dores do corpo e existem dores da alma
6. Você apenas deseja ou escolhe as coisas em sua vida?
7. Vinte e dois toques conscienciais - VIII
8. A era do narcisismo



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade