Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
Home > Autoconhecimento
A Química do Sofrimento da Alma

A Química do Sofrimento da Alma

por Nadya Prado

Um artista pintou uma tela que traduzia o seu sofrimento. Em um arroubo de fúria, ele a destruiu, mas o seu sofrimento continuou lá dentro dele, nada mudou.
Em todos os desequilíbrios psicológicos e físicos nos defrontamos com o sofrimento que está além da dor física que pode ser apalpada num exame médico.

Somos portadores dessa sensação que extrapola os cinco sentidos e que chamamos de sofrimento. Ele não é físico, mas é sentido em alguma parte de nós. O sofrimento não pode ser tocado pelas mãos, mas algumas vezes, ele vem à tona, na catarse, quando recebemos uma massagem, num abraço, num carinho.
Ele está presente em nosso ser, incomodando, roubando o nosso prazer, destruindo nossos relacionamentos, tirando nossa qualidade de vida e nosso direito à felicidade.

Nos transtornos psicológicos, o sofrimento é mais crível e no ambiente das sessões psicoterápicas, ele é o personagem principal. Falar sobre o sofrimento, e tentar resolver as questões que ele acomete, faz parte do processo terapêutico.
O sofrimento é um vilão implacável e a ciência tem um entrave em relação a ele, porque em seu paradigma materialista não cabem sensações sutis ou abstratas. Ele surge somente na escuridão sutil.Por esta dificuldade, por uma visão estreita aos limites da mecânica materialista, o ser humano é combalido pelos venenos que ele próprio fabrica, na ânsia que traz para alterar a química do sofrer.

Porém, não basta mudar a química do corpo se não compreendermos a química da alma. E como tratar a alma?

A química da alma é responsável por alterar a química do corpo humano, alterar sua fisiologia.
A medicação para a alma é o acolhimento, a aceitação e a transformação do sofrimento em cura. Um caminho que faz florescer a compaixão e dissolver o campo das emoções destrutivas.

Em pequenas doses de autoconsciência, podemos compreender que todo sofrimento traz, no fundo, um desejo por amor, prazer, alegria, bem-estar. Essas sensações internas que, ignorantes de nós mesmos, buscamos fora de nós. Tentamos sentir sensações agradáveis em alguém, em alguma situação ou objeto de desejo. Mas, todo o bem-estar que se baseia no outro, sempre é passageiro.

Nada que venha de fora, seja o que for, seja quem for, será capaz de prover nosso mundo interior permanentemente. Porque nada temos, mais que a nós mesmos. E precisamos aprender a conviver com a nossa própria companhia.

O sofrimento é falta de autoamor. É uma casca dura e grossa que criamos no campo emocional e mental, dos pensamentos e sentimentos disfuncionais. Uma casca que ganha vida própria, porque acreditamos em sua existência.
Pensamentos e sentimentos disfuncionais sobre a vida, sobre quem somos. Eles geram um corpo de sofrimento, desequilibrado e constituído de medo. Ficamos envoltos por uma sombra que não permite a passagem da luz que nosso ser essencial traz.

Esse corpo de sofrimento que é sutil e tão real, vai se cristalizando e se materializando.
É necessário resgatar a alegria e o prazer pela vida, desmanchar a corpo do sofrer. Ele serve como uma defesa, um escudo protetor contra novas experiências. Ele é constituído por experiências negativas do passado, que são sua matéria-prima. O corpo de sofrimento impede a liberação dos hormônios da felicidade, do bem-estar.

Ele nos fala o tempo todo sobre o que é certo ou errado, sob o prisma do passado vivido e nos dita como podemos tentar controlar o futuro. Ele produz doenças no corpo e alimenta a mente doentia.
Para tratar as doenças geradas pelo corpo de sofrimento até dissolvê-lo, é necessário escapar das armadilhas da mente e nos colocandono aqui e agora. Experimentando a vida e suas instabilidades com o entusiasmo para saborear novos momentos.

Primeiro, praticar meditação e observar o corpo do sofrer. Dissociar-se dele e acessar a luz interior que cura. Um caminho do sofrimento ao amor incondicional, do medo à compaixão, do ego ao self, do sofredor ao iluminado.
E assim, então, finalmente guiar a reconstrução de um ego saudável que serve ao espírito como roupagem transitória para suas conquistas eternas.

Viver plenamente, ter qualidade de vida, sem se esconder nas drogas que alteram apenas aquímica do corpo, sem alcançarem a quimica da alma.

Namastê!

Psicoterapia transpessoal no skype, informações envie um email para[email protected]

Inscreva-se no meu canal do youtube:https://www.youtube.com/nadyaprem

para saber mais sobre transpessoal acesse meu blog:https://www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br

Texto Revisado
Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



Autor: Nadya Prado   
Técnica Naturopata, Terapeuta Transpessoal, Life Coach, PNL, Yogaterapia, Acupuntura, Reiki. Atendimento para Orientação e Terapia Transpessoal, informe email: [email protected] Mais sobre Transpessoal em: www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br Mais sobre Naturopatia em www.naturopatiaeterapiasorientais.blogspot.com.br 
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 9
Atualizado em 29/10/2019

Veja também
Você sabia que homens também são vítimas de Abuso Emocional?
Prece do vigilante da luz no burilamento consciencial
Quando nos curamos trazemos paz ao mundo
Como lidar com o Abuso Emocional?

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.






Energia do Dia
03 - CHUN - DIFICULDADE INICIAL
O início de todas as coisas é freqüentemente trabalhoso e difícil. Mas basta manter-se paciente e perseverar.
Consulte o I-ching


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa