auravide auravide

A Real Força das Mandalas



O homem primitivo, apesar das narrativas através da descrição de sua história, já demonstrava grande percepção do mundo à sua volta. Primeiro aprendeu a lidar com as mudanças, fato crucial para sua sobrevivência. Depois, partindo da necessidade de dominar a própria vida desenvolveu métodos de exploração da natureza que lhe permitiu, dentre outras coisas, fixar residência, desenvolver a escrita primitiva através dos desenhos em paredes, extraindo a tinta e todo material necessário da própria natureza.

O círculo foi a primeira forma que o homem primitivo observou na natureza ao seu redor. A lua, à noite, e o sol durante o dia, orientavam seus movimentos, bem como os da natureza, guiando seus instintos para a evolução. O círculo representa o todo, o cosmos, a divindade que rege todas as coisas. Os povos orientais se utilizam dos desenhos em círculos (mandalas) para representar a relação entre o ser humano e o cosmos. A simples contemplação de uma mandala inspira ordem psíquica, serenidade e abre as portas do inconsciente revelando nosso verdadeiro eu interior.

As mandalas são de origem hindu. Colocadas em um ambiente, suas cores e formas podem influenciar as pessoas trazendo-lhes calma, prosperidade, criatividade, amor, trabalho ideal, além de ampliar potencialidades não conhecidas, proporcionando a auto-descoberta.

Naj Hadad
Pesquisador das ciências esotéricas há mais de dez anos. Utiliza, nesses trabalhos, seus conhecimentos de cromoterapia, geometria básica, feng shui, aliados a uma sensibilidade própria para criação de formas coloridas, criativas e que dão vida a qualquer ambiente. “Ele cria, em cada tela pintada, um universo de variações únicas, nunca repetindo uma tela. Cada trabalho é único e sem igual.”, diz Danúbio Trindade, jornalista.
Meu trabalho tem um objetivo diferente da maioria. Nas telas coloco toda liberdade de criação que há no meu ser. Espero que quando alguém se atraia por uma tela pintada por mim, entre nesse espaço de interação com o seu eu mais cósmico. Na verdade é a tela que o escolhe.
Costumo dizer sobre as mandalas que pinto: elas atraem por dois motivos básicos. Ou pela carência das características nelas contidas, que nesse caso representa todo o potencial pessoal que ainda precisa ser desenvolvido, e/ou pela identificação que mostra um espelho de tudo que o ser tem de desenvolvido e que já reconhece em si e compartilha com o mundo à sua volta. Se se trata de um caso ou de outro só com análise personalizada da mandala e do perfil do próprio cliente pode-se responder.

Texto revisado por Cris
Publicado dia 18/4/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa