Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

A sintonia que liberta e cura

por Flávio Bastos
A sintonia que liberta e cura

Publicado dia 10/1/2009 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Somos individualidades inseridas no ciclo vital do universo, e as múltiplas vivências do espírito, o mecanismo que se renova propiciando ao indivíduo passos dados no caminho que conduz ao autoconhecimento pleno.

Pela ótica da reencarnação, a vida faz sentido, pois o ser inteligente é ciência pura que transforma-se em matemática pelo resultado (soma) de muitas vivências na realidade concreta. Ainda pelo raciocínio lógico, a matemática associa-se à física que representa a sintonia do ser, verdadeira “antena” voltada para o cosmos que emite e recebe energia. E pela física associada à química, explica-se a alteração de seu nível energético (sintonia) para mais ou para menos, com repercussões em seu aparelho físico-mental que acelera ou atrasa o processo evolutivo.

Portanto, entre a teoria de múltiplas vivências do espírito e a ciência, falta o “elo” admitido oficialmente pela comunidade científica internacional para ligá-la ao universo. E quando isso acontecer, ou seja, quando a luz iluminar a escuridão, o ser verá com “os olhos de ver” que é um elo de conexão científica entre o micro e o macro cosmos, e que a reencarnação é somente mais uma peça de reposição da engrenagem universal que se renova a cada momento, porque na cadeia vital nada é definitivo, separado ou imutável, ao contrário, tudo é interligado pelos elos que o homem denomina áreas científicas.

O medo que apodera-se do ser encarnado é o desconhecimento do que representa na íntegra o seu papel no multidimensional palco da vida, porque quando surge o medo que paralisa a livre expressão do ser em busca de expansão consciencial, surgem também as doenças que são mecanismos psico-físico-espirituais que interagem com o campo científico dentro e fora do organismo vivo chamado corpo.

Nessa amplitude, a visão da imortalidade do ser propicia a abertura necessária para que a sua percepção avance e alargue-se muito além da “porta de entrada” do autoconhecimento, ou seja, a cosmovisão de que ele é muito mais que o ego perdido em um limitado universo em que a angústia da morte o acompanha de “mãos dadas” até o final da viagem.

No entanto, não basta crer na imortalidade do espírito de forma dogmática, mas utilizar esse conhecimento como instrumento de pesquisa, de libertação de condicionamentos mentais e, acima de tudo, de evolução consciencial, porque a verdadeira revolução não é mais aquela que utiliza-se do contundente instrumento para provocar a morte, mas aquela que utiliza-se do sutil instrumento da consciência para gerar paz e evolução entre irmãos.

Na era da Luz, as mudanças começam a ocorrer em velocidade nunca antes percebida por quem tem “olhos de ver”. O que tem que ser, será. E temos que estar peceptivos a estas naturais transformações, senão ficaremos para trás a observar a nossa realidade circundante, contemplativos, impotentes e deslocados do eixo que move tais mecanismos que estão em constante movimento universal.

As novas gerações de humanos estão nascendo mais sabidas, inteligentes e com o brilho no olhar. Brilho de quem percebe o efeito da Luz no processo de mudanças que começa a envolver a tudo e a todos, conforme a especificidade de cada população ou região terrena... e no ritmo da heterogeneidade que a natureza humana representa no conjunto do universo.

Na soberana interpretação das Leis Naturais, nada é demais ou de menos, tudo é proporcional, coerente e justo, pois o ser inteligente é o resultado da síntese dessas leis representadas em atos e escolhas durante muitas vivências do espírito. Por isso, a reencarnação observada como um instrumento que visa libertar o ser da “cegueira” sobre si mesmo e conscientizá-lo sobre o contexto multidimensional que encontra-se inserido. Este é o caminho que leva à libertação e à cura.

Psicanalista Clínico e Interdimensional.
flaviobastos


Texto revisado por: Cris


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14

Sobre o Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa