auravide auravide

A Velha Religião - Ciclos Femininos - II



Efeitos Lunares

Não há maneira melhor e mais imediata de fazer contato com a Lua do que celebrar as suas fases. Ela preenche o ar de magia e seu toque prateado transforma as ofuscantes cores dos dias em sombras sutis. Ela sussurra para nós sobre sonhos possíveis e de outras dimensões, pois a Lua é a senhora da transformação, soberana do inconsciente.

Astrologicamente, a Lua representa uma série de facetas da personalidade, descrevendo a natureza emocional e o temperamento. O signo e casa em que se encontra a lua no seu Mapa Natal determinam a forma como você expressa as suas emoções. O signo da Lua representa uma complexa parte da personalidade, que é extremamente importante entender, justamente porque é menos consciente do que o Sol. Você aprendeu as características relacionadas com o seu signo da Lua nos braços de sua mãe há tanto tempo que não consegue lembrar-se delas nem verbalizá-las, seguramente antes de deixar o círculo familiar e entrar na escola. Assim, o seu signo da Lua tem muito a ver com o tipo de pessoa que foi sua mãe com as partes da sua própria natureza e os padrões de reação que você aprendeu com ela. Como vivemos o que aprendemos, o seu signo da Lua também mostra o tipo de pai/mãe que você será.

Invocação da Deusa

A Deusa Tríplice
Contemplem a Deusa Triforme
Ela que é sempre Três – Donzela, Mãe e Anciã -
Não obstante, sempre Una.
Pois sem a primavera não pode haver verão,
Sem verão, não há inverno,
Sem inverno, não há nova primavera.


O três é freqüentemente considerado um número especial. Ele aparece no folclore e nos contos de fadas como três desejos, três encontros especiais, três oportunidades, três presentes. Para muitas pessoas, três é um número de sorte. O triângulo é uma forma mágica e o três é algumas vezes chamado o número da geração - mãe, pai e criança – pois o dois gerou um terceiro. Muitos fatores reúnem-se em grupos de três: mente, corpo, espírito; passado, presente e futuro e assim por diante. Na astrologia, o aspecto do trígono está ligado ao fluxo, à harmonia. E a idéia da Santíssima Trindade é bem conhecida no cristianismo. O cosmos é contemplado em três partes – superior, médio e inferior – e pode ser devido a isso que a Antiga Deusa é, com tanta freqüência, concebida como tríplice. A deusa Tríplice é concebida como Donzela, Mãe e Anciã, cultuando, assim, todas as fases da feminilidade.

Segundo Mirella Faur em “O Anuário da Grande Mãe...”: “A Lua é o símbolo do princípio feminino representando potencialidades, estados de alma, valores do inconsciente, humores, emoções...”

Para a prática da magia é essencial compreender os ciclos e movimentos lunares: nova, crescente, cheia e minguante. A lua é a personificação da vida de qualquer ser terrestre. Conectar-se com esses ciclos nos leva a entender que depois de cada “morte” surgirá uma nova vida que nos liga diretamente à natureza. (**)Ela é a mãe Lua e como diz Sally Morningstar: ”A lua é a personificação do mistério feminino, do conhecimento intuitivo e dos instintos mais profundos. Ela não pode ser submetida a pensamentos racionais; é um espírito livre.”

Fases da lua

Nova/Crescente
Donzela - o ser inocente – ela traz a semente ainda não fecundada.
Donzela e Anciã se tocam. Ambas estão ligadas à semente (morte-renascimento).
Deusas:
Ártemis – protetora dos partos. A independente. A caçadora – ligação com sua “irmã” Hécate.
Core – filha de Deméter, criança levada ao submundo (Hades) para se transformar em mulher (Perséfone).
Práticas Mágicas:
Inícios, crescimento, concepção, desenvolvimento pessoal, ritual de amor (procura).

Cheia
Mãe – Rainha dos Céus – a semente fecundada e a nutrição – Fertilidade.
Deusas:
Deméter – fertilidade (a mãe)
Isís – a boa mãe (foi cultuada inclusive em Roma)
Sofia – o espírito santo, a que traz a criança prometida, a que renasce dela mesma.
Hera – a grande rainha, grande mãe de todos os Deuses.
Práticas Mágicas:
Abundância, clarividência, poderes mágicos, prosperidade, sedução, aumento de poder pessoal, energização (também de objetos).

Minguante/Nova
Anciã – a que tudo sabe. Morte para renascimento – a que dá a semente. Magia. O caminho para a escuridão (descanso).
Deusas:
Hécate – guardiã dos caminhos. Senhora das encruzilhadas. Ligada aos cães e à coruja. Porta uma tocha.
Cerridwen – a que recebe os seres em seu caldeirão. Guardiã da semente.
Práticas Mágica:
Términos, cura, acabar com vícios, percepção das coisas (sabedoria da velha).

Nova
Pausa. Meditação, contemplação, momento de descanso, se sentir segura, grande momento para realização de rituais decisivos.
Deusa:
Perséfone – grande rainha do Mundo Inferior.

Exercício Prático para o Resgate do Feminino

Reflita sobre os três aspectos da Deusa, uma de cada vez, listando todas as qualidades e dádivas de cada uma e identificando onde sente que tem maior carência. Você talvez queira ligar essas reflexões à fase lunar apropriada. Acenda velas, se quiser. O branco é a cor tradicional para a Donzela, o vermelho para a Mãe e o negro para Anciã. No entanto, se quiser reservar o negro para a quarta, para a fase misteriosa da deusa, então, a Anciã pode ser representada pelo azul-escuro, pelo marrom ou pelo púrpura. A quarta fase da deusa requer uma atitude diferente; não a aborde com pensamentos ou desejos, mas deixe-se ficar tranqüilo, de modo que ela possa aproximar-se de você.

Contemplar todos os aspectos da deusa pode despertar nossa apreciação dos poderes em nosso interior, poderes que não suspeitávamos antes, que não valorizávamos e que podem nos ajudar imensamente nos períodos de transição.

Bibliografia
. Mulheres que correm com os Lobos, C. Pinkola Estés
. Inteligência Hormonal da Mulher, Dr. E. Berenstein
. Elementos da Deusa, C. Matthews
. As Mulheres antes do Patriarcado, F. D’Eaubonne
. A Deusa Interior, Jennifer Barker Woolger & Roger J. Woolger, Editora Cultrix
. Magia Natural, S. Cunnigham, Editora Gaia
. O Anuário da Grande Mãe, Mirella Faur, Editora Gaia
. A Deusa, Teresa Moorey, Editora Pensamento
. Signos da Alma, Diane Eichenbaum, Editora Nova Era
. Contos de fadas para Aprender a Viver, Rosetta Forner, Editora Prestígio
. Meditando com as fadas, Adalmo Angel, Editora Gaia
. O Milionésimo Círculo, Jean Shinoda Bolen M.D, Editora Triom
. A influência da Lua na nossa Vida Diária, Signos Lunares, Sasha Fenton, Editora Pensamento
. A influência da Lua no seu Mapa Natal, Editora Pensamento.



Soraya Ferreira Mariani
www.ciranddadalua.com.br
29/04 - Curso Espiritualidade da Terra - Um Guia para o Amor, a Cura e a Inspiração!
Terapia para Mulheres: Resgatando sua Deusa Interior

Texto revisado por Cris
Publicado dia 8/4/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 24



foto-autor
Autor: CIRANDDA DA LUA    
Soraya Mariani é coordenadora do Projeto Cirandda da Lua.Tem formação acadêmica em artes e pedagogia, pós-graduada em Psicopedagogia e Arte Terapia. Agrega ao seu conhecimento diversas técnicas holísticas: floral, fitoterapia, encantação de contos, tarô; e ainda dedica-se ao estudo e prática da mitologia arquetípica, filosofia, antroposofia.
E-mail: ciranddadalua@yahoo.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa