auravide auravide

A VIAGEM DA ALMA

por Márcia Esteves

Publicado dia 15/6/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Por Ascendente entendemos a entrada do ego no planeta, mas também da alma... Acessamos a informação pelo signo que desponta no HORIZONTE no exato momento do nascimento. Na primeira respiração exalamos o prana planetário em toda a sua capacidade, o pulmão “estoura” e já fica ali registrado a quantas respirações teremos direito para cumprir com o plano que nos responsabilizamos em co-criar com o universo.

HORIZONTE – união do Céu (Deus Pai) e da Terra (Deus Mãe); ali, naquele momento, os dois em pleno amor e sintonia dão LUZ à Alma (Deus Filho) que co-habita como essência um certo espaço e tempo, irradiando em terceira dimensão um corpo, um espírito; a manifestação do que chamamos MAPA NATAL.

Essa alma vem em busca de Consciência; vem sair da ignorância e acessar seu DESTINO - palavra bem banalizada hoje em dia - enxergamos destino como algo que acontecerá no futuro... nunca está disponível no momento presente - grande engano! É aqui e agora que tecemos esse destino e apenas no momento presente vivenciamos esse destino. Ele já está aqui e através desse MAPA acessamos a viagem da alma que não tem tempo nem espaço, apenas é... Então, nesse mesmo momento - único - acessamos a informação do que fomos, do que somos e do que seremos e traduzimos no alfabeto da terceira dimensão: dia, mês e ano.

Diferenciamo-nos através do Ego. Começamos a viver - a expressar em cada respiração a comunhão de nosso contrato com o todo. Nossa mente mergulha no esquecimento buscando a diferenciação, mas a Alma não esquece, pois sempre busca o Pai – a comunhão com o todo que é igual, que é sempre UM.

Na busca pela consciência maior realizamos a viagem, não importando se acertamos ou erramos... A mente duvida porque é livre e na sua liberdade se perde. Mas quando a alma aciona o chamado, a mente também desperta e começa a participar ativamente dessa jornada. A alma chama na hora certa, no momento exato – quando a manifestação é necessária e aí, nesse momento, os arquétipos dançam nas estrelas, a integração acontece e todo o MAPA faz sentido. Seguimos suas pistas, encontramos seus tesouros, reunimos nossos pensamentos, nossas emoções e os orientamos a um objetivo definido. Essa alma, então, se lança com a permissão da mente e toda a energia da vida vai tecendo o destino orientado pela enorme aventura que é ter consciência de si mesmo.

A viagem por si só vai se completando. A essência se realiza, a vida plena acontece até o final do último prana inspirado que nos levará de volta ao UM.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2

foto-autor
Autor: Márcia Esteves   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa