auravide auravide

ADEUS PARA ISABELA

por Edite Spiess Psicoterapeuta Holística

Publicado dia 19/4/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Em quem acreditar?

Nesses momentos tão tenebrosos que estamos vivendo, nesses momentos em que o nosso planeta passa por mutações tão drásticas e que tem sofrido por tantos erros humanos, voltados para a ganância, o poder, o pobre planeta corre o risco de transformar tudo em nada, nos deparamos com essa violência humana sem adjetivos.

Isabela não é a única, porém, a perversidade, a premeditação nos choca ainda mais.
Lemos nos jornais, todos os dias, sobre mães que abandonam crianças na lata de lixo, que afogam filhos, pais que usam suas filhas para atos indescritíveis e é só abrir o jornal, que também o inverso está lá; filhos que matam pais por dinheiro, por drogas, porque os pais não aceitam seus namoros.

O que está acontecendo como ser - dito - humano?

Como este pai de 3 crianças e esta mãe de duas, pode ser capaz de esganar a enteada e ainda ter o apoio do pai da criança, compactuando com este monstro de mulher, ainda ajudá-la a terminar o serviço, jogando Isabela pela janela? Que mal tão grande pode fazer uma criança de 5 anos, para ter a sua vida interrompida pela pessoa que ela amava e confiava?

E este avô (advogado) advogando em defesa desses monstros, já não estava ciente de toda a verdade? Ele tem amor de pai e de sogro, mas não tem amor de avô? Podem esses monstros ainda manterem a guarda das outras crianças, ou seria melhor levá-las à adoção, por pessoas que muitas vezes lutam uma vida inteira para ter um filho e não conseguem?

A penalidade que será imputada a esses assassinos será suficiente para amenizar a dor da mãe de Isabela? Daqui a alguns dias Isabela não passará de mais um número de estatística, das milhares de perversidades cometidas por pessoas que nem sequer deveriam ter o direito à procriação, que dirá à criação. Nenhuma penalidade poderá tirar a dor da mãe de Isabela, nada pagará ou trará de volta esse anjo que foi imolado pela crueldade de seu pai e madrasta. Não há perdão, não há justificativa, não há compaixão para seres tão cruéis.

Minha espiritualidade, meus vários anos de terapeuta, não encontram uma resposta sequer, para este ato.

Peço a Deus, sim, que Isabela esteja protegida e amparada ao lado de nosso Deus que a tudo assiste e peço também pela mãe de Isabela; que Deus a cubra de forças para enfrentar este momento que não tem adjetivos. Porém, mais que tudo, peço Justiça Divina para esses monstros! Que Deus tenha piedade de nós que assistimos impotentes a toda essa degradação de valores e sentimentos.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7

foto-autor
Sobre o Autor: Edite Spiess Psicoterapeuta Holística   
Psicoterapia Holística Consultas com 1h de atendimento. Terapeuta em Florais de Bach,Magnetoterapia,Auriculo,Reflexologia,Cristalterapia e Cromoterapia, Numeróloga,Oráculos (on line) Cartas Ciganas, Tarô, Runas e Cromoterapia nominal, residencial e para sinastria. CURSOS ON LINE COM CERTIFICADO E RECONHECIMENTO DO SINDICATO DOS TERAPEUTAS.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa