auravide auravide

Algumas leis da prosperidade que talvez você não conheça


Facebook   E-mail   Whatsapp

Você faz tudo o que está na moda, dizem que atrai prosperidade, mas nada muda?

Você já fez cursos e rituais e só gastou dinheiro?

Você já explorou todas as suas crenças limitantes e continua na mesma?

Quem sabe hoje eu consiga lhe ajudar um pouco, a melhorar a sua realidade monetária.

Algumas leis da prosperidade são pouco conhecidas e tive acesso a elas através de viagens astrais e em contato com os anjos, que são os portadores de todas as informações ocultas.

Não precisei fazer nenhum ritual e nem gastar um centavo e garanto para vocês que funcionam muito bem.

Esse assunto é muito vasto e no futuro (depois da vacina), pretendo ministrar um curso sobre leis ocultas da prosperidade.

A primeira coisa que você precisa saber, é que a energia da prosperidade, que rege dinheiro, finanças e tudo aquilo que pode ser expandido na sua vida, como amor, saúde e trabalho, é a mesma.

Não existe isso de "sorte nos jogo, azar no amor".  Se você estiver próspero, tudo vai fluir.

Nós "somos" prósperos, mas ainda a maioria não consegue ser, apenas estar.

Prosperidade é aquele sentimento de nasce da certeza de que todas as contas serão pagas, um pouco do dinheiro será guardado e outro tanto, será usado para obter prazer. Vamos conhecer algumas regras!

Regra nº 1) Você precisa ter prazer com o dinheiro, se não ele vai fugir de você.

Não guarde sua melhor roupa para usar nos enterros, consulta médica ou para usar naquela festinha, que você nem sabe se será convidado. Use hoje e crie seu evento!

Não guarde nada de melhor para usar com as visitas! Tem gente que guarda a prataria, a melhor louça, o melhor biscoito recheado (não é bolacha, bolacha não tem recheio), a melhor toalha de mesa, tudo o que tem de melhor, para usar quando aparece uma visita.

Nunca faça isso! Agindo assim, você está afirmando para o universo de que o outro sempre é mais digno do que você, em ter o que há de melhor.

A prosperidade é como uma dama da alta sociedade. Ela gosta de tudo aquilo que é bom, bonito e gosta de ser cortejada pelo melhor. Decore essa frase e ficará rico.

Regra nº 2) Você precisa pagar o que deve, senão o seu dinheiro nunca vai aumentar.

Caloteiro não tem vez, quando se trata de prosperidade!

Fique atento aos feirões e negocie suas dívidas. Pague uma dívida por vez, mas pague tudo!

Quando você compra o que não pode pagar, você está movimentando a energia da inveja, tentando ser quem não é, criando dificuldades para quem confiou em você.

A pessoa compra um carrão maravilhoso e ostenta! Mas quando você descobre onde ele mora e como é a casa dele por dentro, percebe logo que a pessoa não é próspera!

Só compre o que puder pagar.

Regra nº 3) Você precisa guardar o que sobra, para movimentar o dinheiro com gastos maiores e não previstos.

Você precisa poupar no mínimo 10% do que ganha, para eventos não previstos e para fazer planos de futuro, almejando compras maiores.

Pelo menos dez reais por mês você pode guardar, corte algum gasto. O efeito mental de guardar dinheiro é imediato! Sua mente começa a se sentir como "alguém que tem" e quem tem, pode tudo.

Pare de fazer dívidas para ostentar o que não pode.

Regra nº 4) Pare de pensar como um carente.

Você vai ver muito isso nas redes sociais. Alguém anuncia um produto para vender ou um curso e imediatamente surge um monte de pessoas falando que não tem dinheiro, como se expressar isso pudesse comover alguém a pagar o produto para ela.

Se não tem dinheiro, por que está procurando um curso?

Pior ainda quando uma pessoa oferece um workshop gratuito e logo em seguida, oferece um curso pago. Dezenas de pessoas imediatamente dizem que preferem mesmo fazer os cursos gratuitos.

Eu li coisas do tipo: "Eu prefiro os gratuitos mesmo!", "Não posso pagar, quem sabe um dia", "Mas porque você cobra tão caro?".

Detalhe: a maioria tem sim dinheiro para pagar, mas prefere gastar com coisas inúteis, que podem ser exibidas, já que dela mesma, de bom, acredita que não tem nada para mostrar.

Quando você afirma que "só pode os gratuitos", está afirmando para o universo de que é pobre, vai continuar pobre e pobre será no futuro.

Ao invés, diga: É uma questão de tempo, para eu fazer esse curso! Ainda não tenho o dinheiro todo, mas vou planejar e vou fazer sim, os melhores cursos!

Essa é a resposta de uma mente próspera!

Os produtos não são caros! Você é que não pode pagar! Ninguém está te obrigando!

Você precisa acreditar que como filho de Deus/Deusa, o Ser mais próspero do universo, tem direito a toda sorte de facilidades, fartura, fortuna e alegria que a vida puder proporcionar, desde que você cuide de sua prosperidade.

Regra nº 5) Pare de acreditar que precisa fazer caridade para os outros, para conseguir prosperar.

Essa caridade do "tem que" dar para quem não tem, não é próspera.

Você "não tem que" nada.  Dê se quiser. Caridade mais atrapalha do que ajuda. Pare de dar o peixe e se puder, ensine alguém a pescar.

Ninguém é obrigado a contribuir para a manutenção dos outros. Contribua apenas se quiser.

Regra nº 6) Dê apenas o que te sobra.

As pessoas fazem justamente o contrário e dão sempre o que lhes falta!

Vejamos um exemplo: Maria se sente muito solitária, então para diminuir sua solidão, ela resolve trabalhar distribuindo sopa para pessoas carentes.

Uma vez por semana ajuda a distribuir a sopa e é muito elogiada por isso, mas no resto da semana, continua solitária e deprimida, sozinha em sua casa.

Maria resolve então trabalhar ajudando mais pessoas carentes, em outras atividades e isso não diminui sua solidão. Amargurada, começa a se revoltar com Deus, fica diabética e irritada, porque Deus não lhe mandou um companheiro, apesar de toda ajuda que ela dá.

Não espere nada da caridade. A recompensa da caridade é essa: dar!

Não faça caridade do que lhe falta, porque isso não vai retornar para você!

Se a Maria tivesse começado a fazer um curso de dança, por exemplo, estaria muito mais feliz, teria mais chance de socializar, não se revoltaria com ninguém, estaria mais saudável e teria feito a maior caridade do mundo, com a pessoa mais importante da vida dela: ela.

Regra nº 7) Nunca diga: "É só uma lembrancinha! Não repare!"

Não use palavras no diminutivo, para expressar sentimentos, lugares e pessoas: "Só tenho um dinheirinho!". "Essa é a minha casinha!" "Esse é o Dr. Paulinho!"

Palavras no diminutivo não são boas nem para crianças. Pare com isso! Não infantilize pessoas e coisas! "Eu tenho esse dinheiro!". "Essa é a minha casa!". "Esse é o Dr. Paulo!". "Esse é o presente que comprei para você! Veja que bonito! Veja que útil!"

Se você tem vergonha do presente que comprou, não dê.

Regra nº 8) Nunca diga: "Não precisava me dar nada! Imagina!"

A pessoa deu porque quis. Aprenda a aceitar presentes! Assim você mostra para o universo que está apto e aberto para receber e ser grato.

Regra nº 9) Nunca diga: "Esse é o meu ganha-pão!"

A pior coisa que você pode falar sobre seu trabalho, é dizer que ele te proporciona apenas ganhar pão! Quem ganha pão é peixe, pombo e pessoas carentes! Nunca chame seu trabalho de ganha-pão! Por favor, apague essa expressão horrível da sua vida.

Diga: Esse é o meu trabalho, muito digno! É o melhor que consegui até agora!

Regra nº 10) Nunca diga: "Meu trabalho não está á venda! Gosto tanto do que faço, que nem é trabalho, é diversão!"

Pura hipocrisia. Não existe nenhum trabalho digno, que não requeira seu esforço e sua atenção. E se não está á venda, então está de graça e não vai te proporcionar dinheiro algum. Se valorize! Todo trabalho está á venda! Trabalho que não se vende, é trabalho voluntário.

Estas são algumas das regrinhas mais básicas e pouco conhecidas, que talvez você esteja usando de forma errada. Mude! Faça um teste!

Assuma sua prosperidade e ela virá até você!

Texto Revisado


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 55


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Rosana Ferraz Chaves   
Oraculista, sensitiva e escritora. Se dedica aos estudos de anjos, baralhos e tarots antigos, ministra cursos de oráculos, neurolinguística. Desenha mandalas e cria perfumes mágicos em seu atelier. Autora do livro Magid - O encontro com um anjo.
E-mail: rosanafch@yahoo.com.br | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa