auravide auravide

Alimentar, Sustentar, Destruir ou Libertar-se?

por Pollyanna Patriota

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


São grandiosas as diferenças entre estas três palavras, mas são atitudes sutis que determinam onde cada indivíduo atua com maior propensão.

Alimentar: O ato de alimentar-se requer conhecimento, presença, observação de si mesmo. Esta ação inicia-se desde o momento em que adquiro meu alimento. Nesta etapa, todo meu ser deveria estar envolvido nas escolhas que efetuo. Ainda que o processo de aquisição de alimentos seja determinado pelo nível em que eu me permito ser influenciado pelo bombardeio midiático, também é  nesta ocasião que necessitamos permanecer presentes, atentos às armadilhas e conscientes do estilo de vida que desejamos ter e da influencia do nosso modo de consumo sobre o meio-ambiente, por exemplo.

Sustentar: o termo aqui é usado no sentido de manutenção de condições mínimas associada a uma intenção de sobrevivência e não do viver em plenitude. Você tem sobrevivido? Mantém-se no automático? Ainda utiliza a justificativa de que será somente hoje? De vez em quando? Tenho visto muitas pessoas relatarem que consomem determinados produtos ou mantém determinados comportamentos “somente de vez em quando”. Sem querer estabelecer uma relação de culpa, questione-se com sinceridade: Com qual frequência você tem consumido produtos danosos para sua saúde ou mantém um estilo de vida não saudável com a justificativa de que é “De vez em quando?”

Alguns relatos comuns de uma mesma pessoa:

Relato 1: “Fico algumas horas sentada diante de uma tela seja TV, Computador ou Smartphone (mas não é o dia inteiro)”.

- Quantas vezes por semana é de vez em quando pra você?

- “Ah, somente à noite quando estou em casa”.

- Quantas noites existem em uma semana? Em um mês?

Relato 2 : “Gosto de comer frituras e Fast-foods de vez em quando”. Qual a frequência? “No máximo três vezes por semana”. Adicione isso ao seu sedentarismo diário e contabilize o impacto deste estilo de vida no seu estado geral de saúde.

- “Costumo também ingerir bebidas alcoólicas para me divertir com os amigos”. Qual a frequência? Somente nos finais de semana. Qual a quantidade de bebida? “Ah, eu não sei dizer... consumo livre”.

Relato 3: “Refrigerantes eu quase não consumo. Somente se tem visita, alguma comemoração ou quando assisto filmes ou durante as refeições nos finais de semana”.

- Quantas visitas e comemorações você teve/participou, quantos filmes você assistiu e quantos finais de semana aconteceram nos últimos 15 dias?

                Estes exemplos de diálogos, oriundos de um mesmo indivíduo, foram somente para demonstrar o quanto somos influenciados por meios de comunicação e sob diversas formas quanto ao consumo de alimentos. Isso não é nenhuma novidade. A questão é o que podemos fazer para sair deste estilo de vida automático, escravizado e obter melhores escolhas alimentares e melhores hábitos diários associadas ao nosso estado emocional, sem DESTRUIR nossas vidas, sem prejudicar a cada dia mais nosso meio-ambiente.

Quem disse que para um bom convívio em família e entre amigos existe a obrigação do consumo de produtos que prejudicam nossa saúde? Quem nos obriga a este comportamento? O que podemos fazer para mudar esta realidade? Somos Todos Um. Se refletirmos e, sobretudo, atuarmos para modificar minimamente, mas com seriedade esta realidade,iremos impactar poderosamente e de forma positiva, na qualidade de vida de todos. Esta atitude significa por em prática a nossa verdadeira liberdade.

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 27

foto-autor
Sobre o Autor: Pollyanna Patriota    
Nutricionista, Mestre em saúde Materno-infantil, Doutora em Nutrição. Publicou artigos, livros, capítulos de livros. Atua como colunista na área de Nutrição e colabora com alguns sites, Revistas e jornais.Palestrante com experiência Nacional e Internacional. Eventos e/ou Palestras : evidencenutri@gmail.com
E-mail: evidencenutri@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.
Publicado dia 28/6/2018 em Autoconhecimento

Veja também
artigo Você está pronto para o risco?
artigo Tempo
artigo Pressão emocional como forma de abuso
artigo Dicas para melhorar a Energia

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa