auravide auravide

AS DUAS REALIDADES DA EXPANSÃO DA CONSCIÊNCIA

por Xenon M Gilg

Publicado dia 21/3/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


O espírito de luz lhe envia dificuldades para agradar ao seu espírito, portador de cogentes obrigações enquanto encarnado, e não para agradar a você como ser humano.

Esta é uma realidade freqüentemente apregoada por mensageiros que de fato conhecem a verdade. É, sem dúvida, muito difícil para nós aceitarmos isso. Geralmente atribuímos a culpa pelos nossos desconfortos a espíritos maus de qualquer estirpe ou a pessoas maldosas ou ainda a circunstâncias adversas.

Jamais nos passaria pela cabeça imaginar que Deus (que não cria o mal) ou algum espírito iluminado – encarnado ou não - pudesse, por ordem divina, ser o responsável por aquilo de ruim que porventura nos tenha acontecido. É por isso que não gostamos quando oradores de qualquer religião nos aconselham gratidão e conformidade perante uma desgraça qualquer.

Os raciocínios acima colocados são verdadeiros e concordo plenamente com eles, ao serem analisados à luz de seus objetivos. De fato nos chegam contextos desgraciosos para que muitas vezes despertemos para a evolução desejada e necessária da consciência em nossa vida. Só que esta regra reflete apenas um lado da realidade. Há também outro.

O outro aspecto desta realidade é aquele que aponta para o fato incontestável e já plenamente comprovado de que os pensamentos realizam o seu conteúdo. Podemos atrair as tais coisas ruins para nossa vida, sim. E é o que muitos, talvez a maioria da população, têm feito. Nesse caso, então, surgem as teorias relacionadas com o Mentalismo e com a já tão publicada Lei da Atração.

Como conciliar essas duas vertentes de conhecimentos transcendentais? Será que o alcance da missão ou realização espiritual de um ser ficará prejudicado por ter ele sabido controlar seus pensamentos e alcançado plenitude material em termos de saúde, prosperidade e relacionamentos? Ficará Deus Eterno triste ou mal-satisfeito porque esse indivíduo conseguiu “burlar” o Seu plano de fazê-lo evoluir ou expandir a consciência às custas de sofrimentos? De jeito algum!

Já disse em outro artigo que toda cruz tem um propósito, o que já desfaz uma necessidade inarredável do sofrimento para o alcance de vitórias espirituais, mesmo porque, se assim fosse, todos teríamos que nos aplicar a auto-flagelação.

A verdade é que aquele que aprendeu a correta mentalização, a meditação, a concentração, já está voltado para o seu interior. Já tem sua prioridade endereçada às coisas do espírito, às coisas que atraem a atenção de sua parcela divina. O resto é conseqüência, a qual invariavelmente conduz o Mentalista à sua realização evolutiva, espiritual, ou melhor, consciencial, pelo seu amoroso aproximar de suas origens universais.

Muito obrigado.

Xenon – o Mentalista.
https://www.mentalismo.net

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5

foto-autor
Autor: Xenon M Gilg   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa