auravide auravide

As Polaridades na Astrologia

por Ivan Maia Fernandes

Publicado dia 25/7/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Um dos princípios mais importantes na Astrologia é o chamado Princípio da Polaridade, do Caiballion, de Hermes Trimegisto: "Tudo é duplo, tudo em pólos, tem o seu oposto, seu par contrário, o igual e o diferente são a mesma coisa; os opostos são idênticos em natureza, só diferem em grau, os extremos se tocam, todas as verdades são meias-verdades, todos os paradoxos podem ser reconciliados..."

As sensações de frio e calor, por exemplo, são a medição ou a comparação que estabelecemos da mesma coisa: quantidade da energia calorífica, expressa na forma de temperatura. De maneira similar se expressam as polaridades na astrologia. Os astrólogos utilizam esse conceito para fazer interpretações. Os signos e as casas astrais polarizam com seus opostos. Formam-se, assim, seis pares de signos que se complementam em significados, mas na verdade trata-se da mesma coisa se expressando em diferentes graduações. Nenhum signo é melhor que o outro, nem pior, apenas complementar. Todos nós temos um pouco de cada signo, de cada energia, em diferentes graduações ou tonalidades. Dependendo da situação de vida, elas se fazem presentes para que possamos expressar nossa singularidade. O melhor caminho é o do meio, o do equilíbrio.

A polaridade Áries-Libra (casas 1-7): em Áries, a orientação para a ação, a competição, a impulsividade trazendo a iniciativa impensada e rápida, a intensidade, o pensamento em si mesmo, a busca da auto-afirmação, a tendência a provocar conflitos, egoísmo, independência, sinceridade; em Libra, a orientação para as relações, a diplomacia, a ponderação das alternativas com avaliações gerando indecisão e demora na ação, o pensamento no outro, a tendência a evitar conflitos, a busca da harmonia e justiça, dependência, diplomacia, tato.

A polaridade Touro-Escorpião (casas 2-8): em Touro, o sensual e sensorial, a auto-estima, o apego, a concentração no concreto e tangível, a estabilidade, o poder pessoal, os recursos próprios valorizados e utilizados para ganhar a vida, a indolência, inércia e preguiça, o acúmulo de bens materiais que se tornam a coisa mais importante, o ter para ser; em Escorpião, o desejo sexual e a paixão, o auto-controle, o desapego, o olho no invisível e escondido, o poder sobre os demais, os valores compartilhados nas associações e parcerias e o uso de recursos de terceiros, a intensidade, a transformação que renasce, a eliminação do que não é essencial.

A polaridade Gêmeos-Sagitário (casas 3-9): em Gêmeos, a mente intelectual, a mente mundana em assuntos superficiais do dia-a-dia, no presente, concentração na realidade imediata, a obtenção de dados e a geração de informação, a interação com diversas pessoas, a comunicação direta; em Sagitário, a mente intuitiva, a mente profunda em assuntos transcendentes, filosofia, religião, pensamento no futuro, necessidade de ter perspectiva, desenvolve o entendimento e a sabedoria na busca de significados, isolado/ermitão busca a liberdade, a comunicação espiritual.

A polaridade Câncer-Capricórnio (casas 4-10): em Câncer, a sensibilidade e a emoção, o interesse pelos demais, cuida, nutre e protege, apego e dependência, busca o sustento, preocupação com a segurança familiar e o doméstico, timidez, precisa ser aceito e amado, cuida dos outros; em Capricórnio, a insensibilidade e frieza, o desinteresse pelos demais, controla, exerce o poder autoritário, estabelece limites, auto-suficiência, busca o reconhecimento público e a carreira profissional, determinação, precisa se destacar e ser o melhor, energia competitiva, planeja e estrutura.

A polaridade Leão-Aquário (casas 5-11): em Leão, o espírito individualista, voltado para o eu, leal e fiel, busca a atenção, gosta de mandar e estar acima do grupo, busca de si mesmo e dos seus desejos pessoais, emocional, caráter radiante e romântico, o “jogador de tênis” que busca a vitória e ser o melhor; em Aquário, o espírito social, voltado para o grupo, livre, sem compromisso, não quer a atenção, promove a igualdade e cooperação, quer estar junto com os demais sem destaque, busca a verdade em contato com as leis, impessoal, fraternal, racional, caráter amistoso, o “jogador de frescobol” que quer jogar não se importando em ganhar.

A polaridade Virgem-Peixes (casas 6-12): em Virgem, o concreto, a visão de detalhe, mental, racional e analítico, preocupação com o particular e o concreto, perfeccionismo, atento, servil e útil, organizado, metódico, sintomático e eficiente; em Peixes, o sonho e a fantasia, a visão do todo, intuitivo, sensível e imaginativo, preocupação com o virtual e a síntese, idealismo, compassivo, dedicado e terno, desorganizado, caótico, confuso e descuidado.

Que a sua vida transcorra em equilíbrio!

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 26

foto-autor
Sobre o Autor: Ivan Maia Fernandes   
Astrologia, Coaching, PNL, Astro Coaching, Mesa Radiônica, Instrumento Radiônico, Astro Radio Coaching, Tarot Alquímico, REIKI, EFT, Cura Reconectiva, Reconexão, Alquimia e Renascimento. Consultório em Curitiba-PR - tel.: (41) 99644-3111 - E-mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa