auravide auravide

Auto-conhecimento

por JANETE DAMLARI

Publicado dia 6/5/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Comecei minha busca num momento em que queria recomeçar, voltar à minha essência que havia ficado pra trás, abafada, esquecida e adormecida. Estava em um processo complicado, buscando respostas e soluções. Precisava resolver o que nem eu sabia o que era. Sabia que tinha responsabilidade sobre o desconforto de meu filho e que precisava mudar alguma coisa logo.

O pior foi descobrir que o problema era maior e mais complexo do que eu pensava. Um caminho sem volta! Em pouco mais de um mês em que comecei a estudar as terapias alternativas descobri que meu filho estava com câncer, em estágio avançado, com metástase.

Cheguei ao fundo do poço! Mas Deus me permitiu conhecer alguns Mestres e Arcanjos que me guiaram e me cederam força, amor e confiança para viver um dia de cada vez, fazer de cada dia uma vida, sem me abalar. "Se você não acreditar, quem é que vai acreditar?" Essa pergunta me fez uma fortaleza.

Alguns professores e alguns amigos também me fizeram ficar de pé, olhar para dentro e ver quem eu era de verdade, ver a confiança que Deus tem em mim e ver as potencialidades latentes que existe em cada um. Descobri a base de tudo: o valor e o poder do amor, do amor incondicional, o desapego que transforma a vida. O amor que sempre foi meu lema, meu objetivo, mas que nunca tive que colocá-lo tão em prática.

Com tudo isso tive que me apressar e buscar todo o conhecimento ao meu alcance para transpor as dificuldades que não eram poucas. Constatei que tudo em que eu sempre acreditei e busquei também fazia parte da vida de outras pessoas. Passei por muitas experiências e catarses, buscando fora o que só se encontra dentro, bem no fundo de nosso ser. Descobri que não importa a situação, o meio, as outras pessoas: só depende de cada um; as escolhas e o controle de si mesmo.

Descobri a sincronicidade da Natureza, a beleza de amar sem reservas, viver cada dia como se fosse o último, a perseverança e honestidade comigo mesma. Descobri que podemos mudar a realidade de acordo com nossa vontade, que somos livres para sonhar e que é bom pagar o preço para tornar os sonhos, realidade. Fiz terapias com a intenção de aprender mais rápido e aplicá-las, compartilhar experiências, me conhecer cada vez mais! Confrontei-me com dúvidas, desânimos, decepções que serviram para minha evolução. Tinha uma ferida na alma que precisava ser curada, mas tinha que ser consciente, me livrar das amarras, das teias de aranha da vida.

Aprendi com as experiências, cresci e me fortaleci. Acredito no viver holístico, nos amigos verdadeiros, na alegria, no amor, no respeito, na magia, na individualidade e na autenticidade. No autoconhecimento que é a chave da vida e da integração com o Cosmos.

Venci o meu maior desafio: o confronto com a morte. Um desafio pesado, surpreendente e gratificante. Tive o privilégio de ser mãe de um Mestre na figura de menino, de ser mãe de um ser radiante, transparente e mágico. Alguém que me deu a certeza de que a morte é ilusão! Que somos seres puros de amor e luz!

Hoje posso abrir minhas asas e voar consciente no Universo, confiando em minhas verdades conquistadas com muito esforço e ficar sempre aberta a novos horizontes.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 20

foto-autor
Autor: JANETE DAMLARI   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa