auravide auravide

BE HAPPY!



Noutro dia, ao relatar um episódio simples do cotidiano, uma conhecida ilustrou de maneira clara uma das técnicas eficientes para alavancar a já legendária Lei da Atração a seu favor. Contou que - ela, mulher sempre pilhada num sem número de ocupações simultâneas no cotidiano normal à vida de hoje em dia - sempre que se vê pressionada por cobranças extemporâneas ou descabidas no ambiente da sua casa... coisas do tipo: por que isto está aqui e não lá?; onde foi parar a minha camisa?! por que o controle remoto não funciona?! vai lá e dá um jeito no fulaninho que não me obedece!, sua única e pitoresca resposta é sempre a mesma: "Os criados são poucos!"

Ao que, após, continua tranqüilamente na seqüência das suas atividades, assobiando alguma musiquinha ou cantando, sem se estressar...

Eu adoro o refrão daquela música americana que diz: dont worry; be happy*! Porque também é ilustrativa desta disposição de espírito poderosa que nos mantém içados lá no alto, acima das neuroses e do nervosismo crônicos da rotina diária! Porque nos deixa bem claro que o mundo pode estar desmoronando em volta; você pode se ver cercado de pessoas rixentas e mal humoradas, em meio ao barulho, à fumaça e ao pandemônio das calçadas tumultuadas de uma cidade grande... não importa! Isso só vai nos afetar se realmente o permitirmos, porque tudo depende, única e exclusivamente, da forma como decidimos reagir às coisas!

Mas, para tanto, é necessário um certo grau de consciência que não nos permita nos deixarmos arrastar pelos impulsos e pela irreflexão. Precisamos nos lembrar de que se o mau humor de alguém nos colhe de graça, isso é condição que diz respeito apenas ao mau humorado em questão - e apenas a ele! De forma que não precisamos nos deixar contaminar por um estado de espírito ingrato que reside só no outro, ou pelos seus problemas, estragando com isso, automaticamente, todo o resto do nosso dia. É preciso um centramento decidido, de dentro do qual não abramos mão de escolher nos mantermos bem e saudáveis, por dentro e por fora! E para isso é imprescindível nos conservarmos alertas para o fato de que o mau humor alheio, ou qualquer outro estado ingrato dalma, pode ser altamente contagioso... mas somente se nos permitirmos contagiar por ele!

Assim, be happy! é um ótimo exorcismo do baixo astral e excelente ferramenta para acionar, a nosso favor, a Lei da Atração, a fim de nos sintonizarmos na faixa vital das coisas boas e com panoramas inalteráveis de bem estar e de sucesso!

Se, portanto, a cobrança alheia ameaça o seu sossego íntimo quando você tem certeza de que nada deve a quem quer que seja, be happy! e, fazendo ouvidos moucos, deixe o outro falando sozinho e feliz com a sua neurastenia, até que dela ele mesmo se farte e escolha faixas mentais e comportamentais mais leves!

Se contrariedades lhe atormentaram nalgum momento do dia, be happy! pela certeza de que a passagem das horas renova tudo, e que você mesmo pode renovar o seu estado de espírito no minuto seguinte, escolhendo por ver um bom filme, ouvir uma música da sua predileção, brincar com o seu filho ou assistir a um pôr-do-sol!

Se você está feliz consigo mesmo e com a vida e se lhe acerca algum daqueles vampiros energéticos que procuram sugar suas energias com queixas mórbidas e intermináveis a respeito da vida, be happy!, peça licença com um sorriso, projete sobre ele pensamentos bondosos, abençoando-o, e siga o seu caminho, desejando-lhe as melhores coisas!

Se alguém em sofrimento lhe roga auxílio, estenda-lhe a mão, envidando o que puder... mas sem assumir para si a carga do seu sofrimento que, além de não lhe permitir ajudá-lo, talvez ainda arruine o seu equilíbrio interior... Assim, mais uma vez, be happy com a oportunidade de ser útil e de proporcionar reconforto e auxílio... porém, não abra mão da contingência real e presente da sua própria felicidade!

Se alguém lhe ofende sem razão, be happy! porque não é você que está mal; esqueça e continue! Se abateu-lhe um resfriado de inverno, be happy! porque poderia se algo pior e, afinal de contas, você já provou a si mesmo que pôde vencer contratempos mais difíceis; se as suas convivências são problemáticas, be happy! já que você pode fazer a diferença, dando o exemplo melhor em favor da harmonização!

Se você se acha muito jovem, be happy! pelo tanto de vida e de chances que tem pela frente! Se não tão jovem, be happy! por suas vitórias e conquistas de até então e pelo tanto que já cresceu como ser humano! Se idoso, be happy! por poder olhar de cima e com serenidade, e mesmo que talvez com um sorriso, para a infinidade de ninharias que já o fizeram chorar um dia!

Be happy! A vida só pode ter nos criado para sermos felizes, ou tanta criação ininterrupta seria uma estúpida perda de tempo na economia do Universo! Ou de fato não nos sentiríamos tão mal quando porventura não estamos felizes! Isso só pode indicar que esta deve ser a nossa única e intransigente escolha: sermos felizes! Be happy!

Há muitos atalhos a cada dia para tanto e só nos cabe identificá-los e saber recorrer a cada um deles... e o resto, a Lei da Atração fará por nós!

Dont worry, be happy!*

*Não se preocupe, seja feliz!

Com amor,

Lucilla

Texto revisado por Cris
Publicado dia 27/7/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 23



foto-autor
Autor: Christina Nunes   
Chris Mohammed (Christina Nunes) é escritora com doze romances espiritualistas publicados. Identificada de longa data com o Sufismo, abraçou o Islam, e hoje escreve em livre criação, sem o que define com humor como as tornozeleiras eletrônicas dos compromissos da carreira de uma escritora profissional. Também é musicista nas horas vagas.
E-mail: meridius@superig.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa