auravide auravide

Casa de Ferreiro, Espeto de Flores

por Valeria Trigueiro

Publicado dia 5/6/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Olá amigos,

Hoje é o Dia Mundial do Meio Ambiente. Acordei e li o Boletim falando exatamente sobre o STUM e sua importância. Se eu já estava com saudades de freqüentá-lo mais assiduamente, como venho fazendo há alguns anos, não restaram dúvidas. Juntei Meio Ambiente e STUM e estou de volta para falar sobre a Ecologia Interna. O Boletim funcionou como o Elemento Fogo para mim. Deu partida naquilo que estava parado, quietinho, aguardando...
Muito falamos em reciclagem, cuidados com o Meio Ambiente e poluição. Entretanto, o nosso meio ambiente interno precisa ser despoluído incontinenti! É claro que usamos ferramentas como meditação, orações, massagens, florais, acupuntura e no meu caso, perfumes com os óleos essenciais. Tudo isso é maravilhoso quando estamos conscientes de seus efeitos. Digo isso porque toda a espécie de tratamento que temos disponível é eficaz; porém, a consciência de seus efeitos funciona como um potencializador poderoso.
Por haver passado por uma fase difícil, estou podendo falar com propriedade sobre o assunto. Tudo o que nos acontece é sempre para ser capitalizado como conhecimento, mais uma linha no “curriculum de nossa Vida”. Vida esta que ultrapassa a matéria e é Infinita. O esquecimento disso já é uma grande poluição interna que precisa ser combatida. Não adianta cuidarmos do ambiente só do lado de fora. A cura, bem como seu alvo (doença, desestruturas emocionais etc) começa internamente. Portanto, a palavra de ordem é: Consciência de que não somos apenas este indivíduo que tem tal nome, é mãe ou pai de fulano, que tem tal profissão e todos os papéis que nos cabem neste aqui/agora.
Somos muito mais do que tudo isso, já que a Vida não começou quando nascemos. E quando chegamos por aqui já trouxemos uma bagagem de experiências bastante grande que foi esquecida como uma espécie de proteção. Quanto ao conhecimento, este está acessível para nós todas as vezes que precisamos dele e nos aquietamos para ouvi-lo.
A pergunta é: por que muitas das vezes não ouvimos? A resposta é simples e vocês já a conhecem: poluição: por medo, por ouvirmos externamente (opiniões de amigos – ou terapeutas - muito bem intencionados, mas que nos passam suas experiências e visão da Vida e não a nossa própria – opiniões estas que muitas vezes vêm com uma carga do próprio medo deles), a leitura do jornal com notícias que nos mostram o “lado B” do Mundo. Seria simples não lermos o jornal ou mesmo desligarmos a TV. Entretanto, a notícia já foi “implantada” em nossa mente, mesmo que não as tenhamos lido, pois fazemos parte deste Todo.
Vamos olhar para cima e ver o céu, olhar o mar e para a pessoa ao seu lado – Obras Divinas. Assim, não há como questionar Deus e seus desígnios. Fincar nossos pés no chão – na matéria, já que estamos na Terra e caminharmos com consciência de que aqui estamos para acreditarmos em nós mesmos e no Grande Administrador de tudo isso, esticarmos nossas mãos, pegarmos na Dele, que já está esperando esse movimento e aí sim seguirmos em frente com a Consciência de quem somos, do que queremos, acreditamos e precisamos.
Assim, podemos perguntar para nós mesmos: “Alô, você está aí?” E respondermos: “Sim, eu estou”. O que você precisa fazer para ser feliz?” A resposta será uma só: “Preciso de mim mesmo inteirinho como EU SOU”.
Agora você pode pegar suas ferramentas espirituais aplicadas através do corpo físico - o floral para o seu caso naquele momento, a meditação e que tais. Foi o que fiz com as minhas, depois de haver tido a inspiração de buscar a ajuda certa com a pessoa e lugar corretos – tive “sorte” (que é um apelido que as pessoas dão para Deus), dei um mergulho em meu Espírito (aquele antigo que não nasceu nesses tempos), lancei mão de meus próprios conhecimentos da Aromaterapia, me despoluí da tristeza e dos “implantes” e “ me peguei de volta” – recuperei o EU SOU para mim mesma, família e amigos e onde chego levo o meu perfume de flores brancas, feito com rosa e jasmim e flor de laranja, que levantam o ânimo, acalmam e dão alegria. Virou uma unanimidade – todos gostam e eu fico feliz, pois não está beneficiando só a mim, mas todos à minha volta. O bom da história é que eu mesma fiz, com consciência de seus efeitos. Por isso, além de seus componentes físicos, a consciência deles faz que o bem que me causa seja ainda maior. Ninguém poderá mais usar o triste ditado comigo: “Casa de ferreiro, espeto de pau”. No meu caso é casa de aromaterapeuta, perfumes da alma”.
Pois é... Voltei!!!

Texto revisado por: Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7

foto-autor
Sobre o Autor: Valeria Trigueiro   
Atendimentos: * Mapa astral alquímico; * Tarô Alquímico Sistema Joel Aleixo; * Baralho Cigano; * Tarot de Marselha; * Anamnese profunda com questionário; * Anamnese através dos óleos essenciais - método próprio; * Indicações de defumações, incensos e perfumes de acordo com cada indivíduo para o Momentum específico; *Cursos e palestras.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa