auravide auravide

COMO OUVIR A VOZ DO NOSSO CORAÇÃO

por Carolina Staibano Alves

Publicado dia 15/5/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


De quantos problemas e sofrimentos não teríamos nos livrado nesta vida se aprendêssemos a ouvir a voz de nosso coração? Muitas pessoas dizem que não conseguem escutá-lo, que sua voz é tão baixinha que passa despercebida pelo turbilhão gritante do ego. Outras, acreditam que a razão deve ser o caminho mais certo na tomada de uma decisão e que o coração - pobre coração! - deve ser silenciado. Ora, quando calamos nosso coração estamos sufocando a própria essência e tudo o que existe de verdadeiro e puro em nós!

O Grande Criador mora em cada um de seus filhos e é através de nossa consciência, simbolizada em algumas tradições pelo coração, que Ele se mostra presente e nos guia pela senda da realização e do autoconhecimento.

Ouvir nosso coração é fácil. Deus, com toda sua sabedoria, não colocaria maravilhosa ferramenta em nós se ela não fosse simples de ser utilizada. Na verdade, em época muito antiga todo homem conseguia faze-lo sem nenhum problema. Então, o que aconteceu? Por que parecemos estar tão distantes de nossa criança interior? Infelizmente, por nossa própria escolha!

A raça humana preferiu - e ainda prefere - desejar, sentir e perceber coisas que não têm nenhuma conexão com a Verdade maior. Ela vive na sombra, na ilusão do dia-a-dia sem ao menos perceber o que existe por trás de tudo isso. Esqueceu que sua vida aqui na Terra é passageira e de que esta acontece pelo único motivo de precisarmos crescer interiormente, aprender a amar de forma incondicional e, por fim, descobrirmo-nos unos com o Criador e toda a sua criação.

Uma forma de ouvirmos nosso coração é tentarmos cessar nossos desejos humanos e nos colocarmos à disposição de nossa alma. Devemos pensar todos os dias que permitimos que nossa alma nos indique e nos guie o que ela quer para nós e termos a certeza de que dessa forma só acontecerá o que nos for necessário e útil para nossa evolução.

Silenciar a mente diariamente, nem que seja por alguns minutos, também é uma forma de abrirmos as portas para comunicação com nosso coração. Com algum tempo de prática começamos a intuir um mundo totalmente novo, como se um véu tivesse sido retirado de nossos olhos ou como se acordássemos de um sonho. A comunicação com nossa alma começa a se tornar mais fácil, até que conseguimos ouvi-la sempre. Percebemos, então, que quanto mais aceitamos o que nosso coração nos fala, mais ele nos orienta e nos faz escapar das adversidades.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5

foto-autor
Autor: Carolina Staibano Alves   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa