auravide auravide

Como reduzir os pensamentos negativos recorrentes?


Facebook   E-mail   Whatsapp

Os pensamentos podem massacrar qualquer pessoa no dia a dia. Percebemos isto na prática quando os pensamentos ficam desgovernados e simplesmente parecem ter vida própria.
Imagine um cavalo selvagem em uma loja de cristais...

Isto são os nossos pensamentos, e a loja de cristais, as diferentes áreas de nossas vidas.

A grande questão é... Será que realmente é possível dominar os pensamentos?

Hoje existem milhares de livros falando sobre isto, o poder da mente e como “controlar” os pensamentos.

Não sei você, mas o que eu vejo na prática, quando iniciamos neste processo de auto-observação, é que os pensamentos geram tanto conteúdo e pressão, que realmente parecem ter vida própria.

Em que me baseio nesta afirmação?

Nas obras do psiquiatra suíço Carl Gustav Jung, que cunhou o termo inconsciente coletivo e que fundamentou a psicologia analítica, que a priori seria chamada de psicologia dos complexos.

E qual a razão de trazer esta informação?

A razão é simples, os complexos e as sombras psicológicas quando não são vistos, limpos e integrados, atuam na psique humana, como se tivessem vida própria. O que em um termo Junguiano, seria dizer: Complexos autômatos.

Ou seja, estes pensamentos que você pensa que é você, seu ego, a verdade é que são outros aspectos de sua psique.

Parece complicado, mas continue comigo por favor.

Vou lhe dar um exemplo: se você tem um complexo de inferioridade, isto vai impactar de forma direta os “seus” pensamentos. Pois “dentro de sua cabeça”, ouvirá frases negativas e controversas, sobre os seus talentos e competências. Isto em qualquer área de sua vida.

Aquela sensação de se sentir inferior, menor e uma constante comparação com os outros.

Perceba que isto tem uma vida própria, pois senão, você conseguiria parar estes pensamentos e crenças, quando desejasse.

No entanto, o que percebo no meu consultório, me baseando na abordagem de Jung, é que estes complexos precisam perder a potência. Para reduzir estes pensamentos, e principalmente esta sensação constante de desvalia.

Isto funcionaria da seguinte forma...

Imagine aquele cavalo selvagem na loja de cristais. Pegarei este cavalo como a representação do complexo de inferioridade, negativo e potencializado.

O que precisa ser feito?

Domar este cavalo selvagem, para que ele consiga, seguir as diretrizes do domador. Neste caso, ele perde a selvageria e fica dócil.

O mesmo acontece com o complexo de inferioridade, que peguei como exemplo. Retiramos a sua potência e o integramos, em um processo terapêutico.

Desta forma, aqueles pensamentos recorrentes e desenfreados, param de subjugar a pessoa, e ela conseguirá ter leveza, pois este complexo de inferioridade será domado.

Jung fala que possuímos vários complexos. Para perceber isto na prática, basta olhar para o seu dia a dia, e principalmente para a forma que pensa.

Os complexos, quando não domados e integrados, atuam de forma abrupta, interferindo em todas as relações humanas, seja na vida pessoal ou profissional da pessoa.

Muitas vezes a pessoa que é tomada por um complexo, afirma: “Não sei o que deu em mim, parecia que não era eu”.

É isto mesmo, não era ela, mas sim um complexo negativado e potencializado.

Imaginar que somos uma coisa só, dotados de um ego e nada mais é uma grande ilusão. E paga-se um alto preço, pelo desconhecimento deste conteúdo interno. Pois normalmente a qualidade de vida, de uma pessoa tomada por complexos, não é boa.

Por que ela constantemente é tomada por emoções e pensamentos, que não domina (complexos), e depois se sente culpada por ter agido assim.

Em suma, aprofundar nas questões do inconsciente pessoal, faz toda diferença, pois a raiz do problema se encontra emaranhada dentro da pessoa.

Por mais que a pessoa se esforce para pensar positivo, se ela não atuar na causa, se sentirá frustrada e desanimada com ela mesma.

Pensando em contribuir com outras pessoas, além dos meus clientes de consultório, criei um programa que se chama O desafio de se amar, são 40 exercícios direcionados, para esta identificação emocional e auto tratamento. Caso queira adquirir CLIQUE AQUI

Gravei uma meditação para acalmar a mente e o coração no meu canal do youtube, para acessar CLIQUE AQUI aproveite e se inscreva. Vou adorar te ver por lá também.

Agora se deseja algo pontual para a sua situação de forma personalizada, e sente que precisa aprofundar mais em sua situação emocional, pode verificar a possibilidade de agendar uma sessão de terapia comigo CLIQUE AQUI se está pronta para dar este passo.

Cuide-se com amor!

Grande abraço.

Instagram CLIQUE AQUI

Adriana Mantana
Texto Revisado

 

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 3


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Adriana Mantana   
Terapeuta Junguiana, Consteladora, Renascedora, Terapeuta de Integração Quântica do Ser®, Facilitadora do Jogo Maha Lilah, Terapeuta ThetaHealer®, Terapeuta de Barras de AccessT, Floral de Bach, Radiestesista, Operadora de Mesa Quântica Radiônica, Cromoterapia, PNL, Mestre em Reiki Usui, Cristaloterapeuta, Giver Deeksha, Ativista Quântica.
E-mail: adrianagcl@gmail.com | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa