auravide auravide

Comunicação Ética: falo ou não falo?

por Marcia Dario

Publicado dia 29/10/2020 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Refletir sobre Comunicação Ética implica em falarmos sobre limites. Para ilustrar melhor, repasso o Conto de Tolstoi sobre a luta que o homem trava com o limite.

Eis aqui : "Um homem faz um pacto com o diabo. Receberá toda a terra que conseguir percorrer a pé. Caminhará do nascer ao pôr do sol e, como tem pernas fortes, ele espera atravessar vastos espaços. Passa o dia sem se conceder descanso. Quando o sol já está perto de se pôr, ele não se dá por satisfeito. Intensifica o esforço. Falta-lhe fôlego, mas ele inclui em seu percurso aquele bosque. O sol parece já muito baixo, mas é difícil avaliar porque sua vista está cada vez mais enevoada. Quer ainda aquele campo,aquele vale. Quando cai morto por causa do esforço, o conto explica de quanta terra precisa um homem: se ele não conhece o limite, apenas um par de metros lhe bastam. Mais do que isso não é preciso para ser enterrado".(citado por Luigi Zoja, em "História da Arrogância").

Ao falarmos em Comunicação e suas implicações e conceitos, a questão proposta por Tolstoi sobre limite, é um bom início se entendermos como a importância da Autocomunicação e Autoconhecimento poderá nos esclarecer sobre falar ou não falar, com Ética. Quanto mais investirmos em consciência sobre o nosso perfil comunicativo, mais ampla se tornará nossa visão sobre o mundo e nossa representatividade nele.

Algumas dicas podem nos ajudar:

1. Quem se conhece bem não projeta seus problemas e expectativas no outro. Não culpa aleatoriamente, não tem necessidade de ser o número 1 em tudo que realiza e consegue dividir os louros e dificuldades.

2. Quem conhece seu "próprio tamanho" , sabe quais são seus talentos, (já fez sua Matriz Swot), suas oportunidades, fraquezas e pontos a transformar. Portanto, falará sobre si e não "acusará" o outro. Para dialogar usar o pronome pessoal EU, assumindo responsabilidades sobre suas escolhas. Não inicia uma conversa acusando o outro, mas dizendo como se sente na situação, na primeira pessoa!

3. O máximo ao utilizar Comunicação Ética: não apontar o dedo para o outro, atacando-o em suas feridas. Dá feedback claro, assertivo e compassivo.

4. Respeito ao posicionamento do outro, cultura, valores, sem deixar de manifestar o seu, de forma calma e segura.

5. Não utliza as artimanhas de discursos morais, não se perde em discursos vazios, sem transparência.

6. Nem sempre é necessário denotar cenários certos ou errados e sim investir em um diálogo construído sobre a importância de se expressar sentimentos, ideias e visões.

7. Conceitos não são definitivos, adequar a linguagem ao perfil das pessoas e colaboradores, respeitar a cultura da empresa podem ser um bom início, se soubermos "ouvir".

8. Coloca a sua "história", real com sucessos, desafios e fracassos e mostra o quanto está disponível para caminhar junto com mudanças, novos desafios e acalentar dores no caminho....

9. A inquietude norteia sua vida, buscando soluções, alternativas, contatos com pessoas e aceitando diferenças.

10. Tem autoimagem compatível com seus valores, saber dizer sim e não, quando necessário e algo mais: não triangula situações, sabe guardar segredos!

Espero que essas dicas possam ajudar, aliás compartilhe as suas!

Abraços carinhosos
Márcia Dario

Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 12

foto-autor
Sobre o Autor: Marcia Dario   
Márcia Dario graduou-se em Letras (português e inglês). Especializou-se em Recursos Humanos, Marketing, Cibernética Social, Psicobiofísica, Psicopedagogia e em Cinesiologia Aplicada pela escola "Three in One Concepts", sendo facilitadora desde 1994. Fez também Locução, Rádio e Dublagem. É Coach, pelo Instituto Holos.
E-mail: marciadaring@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Pontes Imagináveis
artigo Auto avaliação
artigo Recado espiritual de um Amparador Budista
artigo O que significa viver no presente?

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa