auravide auravide

Consciência - Benefício das Crises



Havendo uma movimentação em nossa vida exterior, existe uma oportunidade em refletir como lidamos com as alterações no nosso modo de vida. 
É momento de tomada de consciência no valor que coisas simples têm na nossa vida, e como somos privilegiados e não percebemos.
E também verificar como anda nossa ansiedade, nossa capacidade de adaptação às dificuldades, se nossa inteligência é sagaz e encontramos alternativas.

O quanto absorvemos o pânico da falta de algo não essencial, e das coisas essenciais, e se tendemos a ceder aos oportunistas para reduzir nossa ansiedade, o medo do futuro. Qual é o valor que tem para cada um a liberdade de ir e vir, pelo veículo que escolhe usar, e como ter opções para bem gerenciar alternativas.

Não dá para ir de carro, mas podemos caminhar, usar transporte coletivo, ou outra forma de transporte.
Ou, alguns têm como reorganizar a agenda e reduzir as saídas, combinando com amigos, por exemplo, uma escala de mães buscando os filhos na escola.
Se não há verduras frescas, que outros alimentos temos na geladeira? E na despensa? Tem como mudar o cardápio?

Será que é necessário ir ao supermercado fazer compras de comida exagerado, e com isto não permitindo que pessoas que não têm despensa, de terem alimentos de consumo imediato?
O que aprendemos com a recente ocorrência natural da falta de água, pela ausência de chuvas para recuperação das represas?
Mudamos os hábitos de consumo, nos tornamos mais conscientes do valor da água, ativada por sua ausência nas torneiras?

E agora vamos valorizar mais a dádiva que é termos veículos para podermos ter uma área de vida muito maior do que havia no tempo dos cavalos?
Deixamos todas as compras para a última hora, sem disciplina nem planejamento, acostumados que a toda esquina podemos suprir nossos desejos, neste mundo consumista.

Podemos mudar nossos hábitos de consumo, ao percebermos que vivemos com menos, e com isto economizarmos dinheiro para talvez uma futura viagem, ou aquisição mais significativa?
O quanto fazer caminhadas, programas domésticos, nos fazem bem para a saúde, e podemos manter, pois percebemos novidades prazerosas?
Há quanto tempo não líamos um bom livro, e dávamos repouso ao corpo e à mente? Ou fazíamos um encontro com amigos em casa?
Tomar consciência que nosso ritmo acelerado de vida, cheia de compromissos nos rouba o prazer de viver e das coisas simples?
Qual o aprendizado que tivemos e manteremos com as crises tal como a falta de água, e agora de combustível e insumos devido à estagnação da economia causada pela recente greve nos transportes?
Texto Revisado

Publicado dia 30/5/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2



foto-autor
Autor: Ingrid Monica Friedrich   
Ingrid M. Friedrich (CRT 44680) Atua com Psicoterapeuta Alquimista Consciencial- Conselheira Metafisica, Mediúnica e Profissional-Terapeuta Breve-Lado Sombra, Reprogramação Autoimagem, PNL, e técnicas em sincronicidade, como facilitadora no processo do autoconhecimento transformando o chumbo toxico emocional em ouro, em melhor qualidade de vida.
E-mail: Friedrichim@terra.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa