auravide auravide

Constelação Familiar – Uma Mudança de Paradigma

por Ana Maria da Fonte

Publicado dia 16/2/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


“A relação de amor começa com os pais e também termina com eles. Ela perfaz um círculo completo. Se em algum lugar o círculo for interrompido, todo o seu ser permanecerá intranquilo.”
Osho

O que são as Constelações Familiares?


As Constelações Familiares constituem uma abordagem psicoterapêutica inovadora, criada há 30 anos pelo alemão Dr. Bert Hellinger, na qual resgata o tema da ancestralidade para trabalhar a cura de pessoas nas famílias. Os cuidados terapêuticos com indivíduos que viveram o holocausto na Alemanha e a convivência com os zulus na África, levaram-no a aprofundar o conhecimento das leis que regem os sistemas humanos.

Nos últimos anos o método Hellinger tem se expandido em vários países inclusive no Brasil. É um método baseado na visão sistêmica fenomenológica que evidencia a nossa interconexão com tudo o que é vivo no planeta. Sob essa perspectiva, os danos que causamos à vida através de nossas rejeições e exclusões podem retornar a nós mesmos e/ou a nossos descendentes como sofrimentos em formas de doenças em diferentes planos, dos corpos físico, mental e emocional.

O método promove a identificação das ordens do amor, colocando em evidência os profundos laços que unem a pessoa à sua família, sendo incluídas aqui as gerações anteriores. Esses laços são tão poderosos que quando membros de uma geração desaparecem deixando pendências com seu sistema, ocorre de membros de gerações posteriores passarem a sentir uma força invisível atuando sobre eles e são compelidos a encontrar uma solução para aquelas pendências para não permanecerem prisioneiros de acontecimentos pelos quais não são de fato responsáveis.

Podemos perceber esses fatos nos comportamentos estranhos de indivíduos que, de repente, aparecem com sintomas de tristeza ou depressão e que não conseguem encontrar uma razão específica para isso. Também é comum em pessoas com câncer, artrose e outras doenças cujos sintomas parecem ser herdados de gerações anteriores da família. Quando se identifica o reflexo do acontecido com antepassados em nossa vida, podemos olhar para as soluções que nos tornam livres para cumprir o próprio destino.

Como funciona a visão sistêmica nas Constelações?

Nós somos 50% nosso Pai e 50% nossa mãe. Se olharmos para o nosso passado, nossos pais também são 50% pai e mãe e montando a árvore genealógica de cada um vemos que o fenômeno da co-responsabilidade da ancestralidade vai penetrando a cultura e a história. Podemos representar o fato como uma grande colcha de retalhos com interferências positivas e negativas de todos os nossos antepassados. Essa interferência pode nos trazer prazer e bem-estar no caso de ser positiva, mas pode nos trazer muitos sintomas corporais, emocionais e psíquicos negativos, no caso do amor ter sido interrompido, negado ou silenciado, em algum momento anterior.

Carregamos todas essas informações em nossa memória celular e por isso nos sentimos tentados a repetir situações desfavoráveis que aconteceram no passado. Se um bisavô nosso teve um filho não reconhecido, essa interrupção pode estar nos atormentando até hoje. Uma falta que pertencia ao nosso bisavô foi repassada para nossos avós e posteriormente para nossos pais que continuam a nos repassar a falta de modo inconsciente.

Hoje, podemos querer, também inconscientemente, compensar ou sermos solidários de alguma forma com os antepassados a partir de várias reações, desde “ir embora” da família, morrendo, ou repetindo a história do bisavô como, por exemplo, tendo um filho “bastardo”, o que é um aviso de que algum filho não foi reconhecido no passado. Outro exemplo é o caso de alcoolismo na família. Muitas vezes concluímos apressadamente que é um “problema” do alcoólico e neste movimento intensificamos a exclusão, aumentando o sintoma. Nas constelações podemos perceber que a pessoa que está apresentando o sintoma está assumindo algo por amor à família, chamando atenção dos outros membros sobre a importância de se incluir alguém que foi excluído no passado. Percebemos que enquanto esta pessoa do passado não for incluída é possível que outros membros da família repitam esse vício para fazer lembrar aquele que foi esquecido.

O método nos ajuda a trazer as imagens internas de nossa família, o que está oculto em relação ao passado - vivos e mortos - e que está inconsciente. É possível constatar que atrás de atitudes que julgamos “mal” existe também o Amor. E através de mudanças dessas imagens o constelado vai introduzindo novas possibilidades, novas visões do acontecido. A transmissão dos “problemas” pode ser transgeracional. Assim, o mesmo amor que é capaz de criar sofrimento é o mesmo que traz consigo a sabedoria da solução – desde que venha a se tornar consciente para a pessoa como observamos na configuração de uma constelação familiar. Este método une a todos quando percorre a linha do tempo e do espaço, mostrando que todos os emaranhados que julgamos do passado estão acontecendo Aqui e Agora, estão acontecendo dentro de cada um de nós, sendo nosso futuro também a experiência do que está dentro de nós aqui e agora.

Então, com essa visão sistêmica ampliada do sistema familiar podemos mudar, para algo mais pleno e prazeroso, nossa percepção do futuro. Este método é utilizado com sucesso não apenas para unidades familiares mas igualmente nas organizações que, muitas vezes, reproduzem sintomas em formas diversas, de conflitos, de falta de dinheiro entre outros; também tem uso prático e eficaz na educação, na saúde e na restauração de uma cultura de paz.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 19

Autor: Ana Maria da Fonte   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo A imaginação constrói os problemas
artigo Adestrar x Educar
artigo Luz e sementes conscienciais
artigo O que é o ego?

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa