Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Coronavírus: reflexão e lição

por Flávio Bastos

Publicado dia 18/3/2020 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


"Se não for pelo amor, será pela dor".

Nesta época de pandemia espalhada pelos quatro continentes, muitas mensagens supostamente psicografadas ou canalizadas por humanos em sua condição física, levam-nos à reflexão sobre a realidade humana em um mundo de contradições, disputas por hegemonia pelas grandes potências e, sobretudo, ainda perdido em um redemoinho de densa energia, onde o egoísmo, o orgulho e a prepotência marcam presença nas interações individuais e coletivas, tanto no âmbito social como no âmbito político.

No entanto, nesse planeta de Provas e Expiações, em transição para um mundo de Regeneração Espiritual, nada acontece por acaso e tudo tem uma razão de acontecer. São tempos anunciados de turbulências, sinalizadores de "ajustes" na profunda psique humana para que as transformações de âmbito imaterial possam ser relizadas e adequadas gradativamente a uma nova sintonia, ou seja, uma nova percepção de realidade inserida num cenário de mudanças.

Neste confuso e dramático contexto que revela a gravidade do momento pelo qual passamos, uma mensagem em especial, chamou-me a atenção. Trata-se de uma mensagem psicografada na quinta-feira, 12/03/2020, em reunião mediúnica da Fraternidade Espírita Irmã Sheila, no RJ, a qual transcrevo na íntegra.

"Os poderosos da Terra se veem diante de algo que não conseguem controlar. De nada adianta impor barreiras físicas a algo que passa despercebido aos olhos.

De repente, cientistas e líderes de todo o mundo se encontram diante de um vírus que não conseguem explicar, que não conseguem deter. Aos olhos invisíveis dos irmãos da luz, desnuda-se espetáculo de rara beleza, modificando o cenário mundial, diminuindo as desavenças entre os povos, fazendo com que os homens se voltem para os seus lares, num hábito há muito tempo abandonado pela sociedade moderna.

Para além do medo da morte, há a maravilhosa experiência de renovação espiritual.

As desencarnações em massa fazem parte do programa atual do globo terrestre. Sejam por causas biológicas ou por desastres naturais, o momento é de mudança.

Isso inclui a forma de pensar, a maneira como o homem se comporta com o próximo, com a natureza, com tudo que o rodeia.

Todos os que estão afetados, direta ou indiretamente por esse vírus, recebem a oportunidade de mudar. Sejam os hábitos de vida, os conceitos acerca da existência terrena, e até mesmo sobre a bondade e a prevalência da vontade de Deus sobre todas as coisas.

A Terra, enfim, passa pelo momento de mudança de padrão vibratório para entrar na Era da Regeneração. Todos os espíritos ligados ao seu orbe, sejam encarnados ou desencarnados, estão passando por mudanças significativas para se adaptarem ao novo padrão vibracional.

Tenhamos fé e coragem para enfrentar esses tempos desafiadores, certos de que tudo acontece para o progresso e para o bem da humanidade.

Muita paz".

As previsões, relacionadas à fase de transição vibratória do Planeta Terra, já vinham sendo informadas há alguns anos. Porém, como a grande maioria de ocidentais precisa "ver para crer", muitas mensagens veiculadas pela internet passaram despercebidas, e agora o que "vemos" é o cenário de um filme de ficção científica transformado em realidade: a pandemia nos ameaça e precisamos de união para a defesa contra um inimigo em comum.

Um texto de autoria desconhecida, mas importante para o exercício reflexivo, nos mostra que a "lição" do coronavírus está em curso. É o que veremos a seguir.

"Algo invisível chegou e colocou tudo no lugar. De repente, o combustível baixou, a poluição diminuiu e as pessoas passaram a ter tempo, tanto tempo que nem sabem o que fazer com ele. Os pais estão com os filhos em família, o trabalho deixou de ser prioritário, as viagens e o lazer também. De repente, silenciosamente, voltamo-nos para dentro de nós próprios, entendemos o valor da palavra solidariedade.

Num instante nos damos conta de que estamos no mesmo barco, ricos e pobres.

Bastaram meia dúzia de dias para que o universo estabelecesse a igualdade social que se dizia ser de impossível realização.

O medo invadiu a todos, que ao menos sirva para nos darmos conta da vulnerabilidade do ser humano".

Sem mais, finalizo.

Texto Revisado


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 155

Sobre o Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.








horoscopo



auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa