Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide
Home > Autoconhecimento
Deixar ir

Deixar ir

por Rodrigo Durante
Facebook   E-mail   Whatsapp


Deixar ir é viver o presente. É saber que aquilo que passou, já não existe mais. Não precisamos guardar nossas reações emocionais, julgamentos e interpretações sobre o ocorrido, acumulando ressentimentos, bloqueios e limitações desnecessárias. Ao invés disso, podemos escolher aprender com a situação, de forma a conduzir nossas vidas de maneira mais amorosa, pacífica e inclusiva, favorecendo a nossa permanência em uma frequência de alegria constante.

Ao aprisionarmos emoções e sentimentos dentro de nós, cada nova situação vivenciada disparará mais e mais reações, prendendo-nos em um ciclo de armazenamento-proteção-experiência-reação que aos poucos torna nossa paz interior e satisfação na vida algo improvável, senão impossível nestas condições. Com tantos acúmulos e situações que queremos evitar, nos tornamos muito exigentes de como as coisas precisam ser para estarmos bem.

Os desequilíbrios e negatividades guardadas densificam-se e concretizam dificuldades em nossas vidas, desequilíbrios espirituais e psicológicos, além de doenças e mal estar. Com o peso destas energias, vamos acreditando que a vida é ruim, que tudo é difícil, que as pessoas não cooperam e toda sorte de justificativas para não reconhecermos que tudo o que precisávamos para estarmos bem era viver o presente em amor e aceitação, sem expectativas ou exigências de como as coisas deveriam ser.

Se viver em total aceitação e sem reações ao que quer que a vida nos traga não for possível ainda para alguém, é importante praticar o perdão e o autoperdão, deixando ir tudo aquilo que não é positivo e não está em alinhamento com o que buscamos para nós.

Se algo ocorre e não temos reações, mas permanecemos em nossa paz e equilíbrio, simplesmente levamos numa boa, tudo está bem, estamos no bom caminho. Agora se facilmente reagimos, podemos então começar nosso trabalho interior aceitando nossa própria reação, além do fato que disparou isso em nós. Os acontecimentos da vida são as curas exatas que precisamos, são a ação necessária para equilibrar os acúmulos interiores que trazemos desta e de outras encarnações.

Aquilo que dizemos que precisamos curar, muitas vezes é algo que não precisaria nem existir, não fosse por nosso apego às emoções que sentimos e às nossas opiniões. Deixar ir por si já é curador e libertador, nos aliviando de pesos que não acrescentam nada de bom para ninguém, além de acontecimentos desagradáveis que poderíamos evitar.

Estando em paz e pureza interior, cada encontro e situação da vida são livres de expectativas, controles e manipulações, permitimos que nossos desafios se desenrolem com mais facilidade, conscientes de que é sempre para nosso bem maior. Assim, nos mantemos abertos para receber do universo sem resistências tudo o que precisamos para estarmos cada vez mais alinhados com o Divino em nós, não só aquilo que, em nossa limitada visão de mundo, achamos que é bom.

Sem nossas negatividades atraindo situações, em pouco tempo, os acontecimentos começam a vir na frequência pura do nosso Eu Superior. Mais leves e cultivando a paz, o amor, o equilíbrio e a aceitação, nossa vida se transforma!

Em Paz,
Rodrigo Durante.

Texto Revisado

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 17
Atualizado em 27/06/2020

Veja também
artigo Sabedoria
artigo Quais as deusas que habitam dentro em mim?
artigo Felicidade em suas asas
artigo Coração Ardente II

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo

auravide auravide

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa