Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Desculpe-se

por Rodrigo Durante
Desculpe-se

Publicado dia 5/8/2020 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


A culpa é uma forma de arrogância que atribui a si um poder que ninguém tem, o de ser responsável por como os outros lidam com as ocorrências em suas vidas, como escolhem encarar cada situação desagradável que vivem. É diferente do simples arrependimento, pois este antecede uma mudança positiva de mentalidade e comportamento, quando a culpa apenas nos motiva a autopunição e tortura interior.

A culpa é uma programação sem amor e totalmente baseada na crença de que o sofrimento nos salvará. Ela nos engana associando autopunição com nobreza de caráter, forjando o sentimento de que aquele que sofre por algo que fez é de alguma forma mais elevado espiritualmente, dessa maneira se tornando aceitável por todos e equilibrando falsa e superficialmente nossa autoestima, conquistando a compaixão alheia através manipulação da dó no outro.

A culpa desconsidera completamente o livre arbítrio do outro, as escolhas do outro, julgando que tudo na situação vivida dependeu apenas de si, que você tinha o controle de toda a situação, não enxergando a multidimensionalidade do fato, as co-criações e sincronismos envolvidos, trazendo para si toda a função de remediar algo que já se foi e não existe mais, a não ser na distorcida memória daquilo que julgamos sobre o fato que ocorreu.

Assim, a programação da culpa obriga aquele que se arrepende de algo que fez a sentir-se em dívida e que deve pagar de alguma forma até que os envolvidos se curem internamente do mal sofrido e estejam bem, ou até que produza uma quantidade de bem que equilibre o mal, porém implicitamente desejando e causando mal a si para chegar a este fim, não percebendo que desta forma está influenciando negativamente seu entorno através de sua vibração.

Aquele que vibra em culpa manifesta dificuldades desnecessárias em sua vida como baixa autoestima, carência afetiva, solidão, doenças, dívidas, perdas, acidentes, rejeições, humilhações, ataques, invasões e cria fardos como uma forma de redimir-se, ao invés de verdadeiramente transformar-se no Amor e permitir-se desfrutar o bom da vida, consciente de sua origem Divina, de seu merecimento e de sua transformação.

Para tanto, ao arrepender-se de algo que fez, assuma o erro, aceite suas limitações, peça perdão ao seu Eu Superior e, se for o caso, também aos envolvidos na situação. Para o Divino, somente é necessário perceber o erro e escolher mudar, se alinhando com o Amor. Não é necessário cultivar culpas e se submeter a sofrimentos. A Misericórdia Divina está disponível para todos, sem exceção.

Pergunte-se, "quem eu sou hoje?" e veja como você mudou, já está consciente das suas escolhas em desequilíbrio e de suas consequências, escolhendo se alinhar com o mais elevado em você e permitindo que o Amor faça parte de sua mentalidade, escolhas e relações. Assim, aquele que um dia errou se transforma, não precisando mais carregar pesos que não contribuem em nada para ninguém.

Sofrer, é uma escolha, seja para a vítima de algo ou para seu algoz. Toda situação que vivemos depende de muitas escolhas na vida de todos os envolvidos. Porém, chegamos em um momento da nossa trajetória que existem possibilidades melhores para o indivíduo e para a humanidade, sem sofrimento e em total Amor. Basta escolher!

Equilibrar negatividades vibracionais, caso necessário, é muito mais fácil através do Amor. O Amor é a forma mais eficiente de curar a nós mesmos e equilibrar qualquer pensamento, palavra ou ação de nosso passado, é o que mais contribui para melhorar a vida e o mundo! Assim, desculpe-se e deixe o Amor fluir em todas as áreas da sua vida!

Em Paz,
Rodrigo Durante
Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1

Sobre o Autor: Rodrigo Durante   
Aprendendo a ser feliz e compartilhando tudo o que me faz bem! Atendimentos e workshops.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa