auravide auravide

Distorção do Tempo - 2ª Parte

por Rex Thomas

Publicado dia 23/5/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Muitas pessoas no mundo estão percebendo o tempo diferente e muito acelerado. O relógio ainda marca 24 horas num dia, mas atualmente a percepção real das atividades realizadas dentro do espaço de 24 horas é pouco comparada com a percepção das atividades realizadas anteriormente dentro do mesmo espaço de tempo. Quase todos que eu conheço reclamam que estão tendo dificuldade de realizar as tarefas profissionais e pessoais dentro do prazo do dia. A impressão é que estamos sempre correndo contra o tempo.

Será então que o tempo passa e o tempo voa como todos estão percebendo? Brinco dizendo que nem a poupança Bamerindus resistiu ao tempo. A verdade é que existe uma relação muito intrigante entre o tempo e o espaço. A sua percepção do espaço tem muito a ver com a sua percepção do tempo. Vamos fazer uma experiência simples: perceba que quando você está dentro de uma sala ou de um quarto com muitas mobílias, mesas, cadeiras, armários, etc., principalmente com mesas ou mobílias grandes no meio da sala, a sua percepção do tempo é acelerada.

Quando faço treinamento de Life Coaching em empresas, sempre aconselho que a empresa adote um estilo simples de mobiliar as salas de trabalho, com poucas mesas e cadeiras, somente o necessário. O motivo é que quando você trabalha dentro de um espaço apertado ou cheio de mobília, a sua percepção do tempo é de fato acelerada. Você chega no trabalho às 8 horas da manhã e num piscar de olhos já é a hora do almoço, e então você percebe que conseguiu fazer muito pouco. Ao contrário, quando você mora ou trabalha num espaço amplo com poucas mobílias, a sua percepção do tempo também é ampliada e você percebe realmente que o tempo passa mais devagar e você sente que conseguiu fazer mais coisas em menos tempo.

Já tinha dito que nós não apenas vivemos no mundo, mas o mundo também vive em nós. A nossa vida e tudo à nossa volta é exatamente a projeção da realidade do mundo que vive em nós. Portanto, a mesma lei de relação tempo e espaço existe dentro de nós. Quando o espaço da sua mente está cheio de pensamentos e preocupações, como uma sala cheia, você percebe o tempo mais acelerado. À medida em que você começa a esvaziar a mente e as preocupações, a sua percepção do tempo também muda e desacelera.

A percepção do tempo distorcido e acelerado é mais comum nas grandes cidades, justamente por causa da relação tempo e espaço. A cidade tem menos espaço, mais casas, mais prédios, muito mais gente. Já as pessoas que moram nas cidades pequenas e principalmente no campo, onde há mais espaço, menos casas e menos pessoas, percebem o tempo diferente. Para eles não há a distorção do tempo, o tempo continua o mesmo, dia e noite. Aliás, eles não contam o tempo com minutos e horas, eles celebram o círculo do tempo com o amanhecer, meio-dia, entardecer, anoitecer, e amanhecer novamente. Os índios e várias tribos na África, Ásia e Oriente Médio ainda marcam os encontros como, por exemplo: “vamos nos encontrar no amanhecer do sexto dia”. Para eles o tempo é sagrado porque eles entendem o seu segredo.

Enquanto para a maioria de nós o tempo está acelerado e distorcido porque a nossa percepção do tempo é linear, pensando sempre no passado, presente e futuro, para as tribos e o povo do campo o tempo somente existe no momento presente. Eles sabem que a única maneira de viver a realidade é viver no tempo real e o tempo real somente existe no momento presente. Eles acreditam que qualquer coisa que vale a pena fazer, vale a pena fazer com toda atenção e energia focadas no momento presente. A prática disso permite que eles desacelerem e percebam o tempo como ele realmente é: sagrado e eterno. Eles sabem que o real sentido da frase “para sempre” é “agora”.

Então a pergunta é: o tempo está distorcido e acelerado ou será que é a nossa mente que está distorcida e acelerada? Como você explica o fato de que muitas pessoas neste momento estão sofrendo no momento presente por eventos e coisas que aconteceram no passado? Enquanto outros estão sofrendo por eventos e coisas que ainda não aconteceram e que provavelmente não irão acontecer no futuro? Pois bem, nós, seres humanos, precisamos seriamente rever os nossos conceitos de vida, do tempo e do próprio espaço que ocupamos no planeta.

Precisamos começar a esvaziar a nossa mente de lixos do passado e dissipar os vícios de sofrimento e criar espaço e tempo para o novo. Precisamos esvaziar o nosso espaço físico do acúmulo das coisas que não precisamos mais, para criar o espaço e o tempo para o novo.

Nós somos o tempo, nós somos o espaço, nós somos tudo que existe e tudo que existe, existe somente no momento presente. Vamos então viver com foco, com energia e com amor no momento presente e assim mudar instantaneamente a nossa percepção do tempo e do espaço.

Com amor,
Rex Thomas é Life Coach, criador da Terapia Nexus (alinhamento emocional em 21dias) e fundador da ONG Amigos do Espírito Humano. Contato: Telefone: (11) 3675-6880 ou pelo Site: https://www.nexusinstitute.com.br

Parte 1

Texto revisado por: Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 136

foto-autor
Sobre o Autor: Rex Thomas   
Rex Thomas é Life Coach, criador da Terapia Nexus (alinhamento emocional em 21dias) e fundador da ONG Amigos do Espírito Humano. Contato: Telefone: (11) 3675 - 6880
Visite o Site e participe da Vivência Espiritual
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa