auravide auravide

E VOCÊ, VIVE NA ESCURIDÃO?



Dois episódios ocorridos na semana passada me fizeram refletir sobre viver na escuridão. O primeiro deles aconteceu quando estava em meu consultório atendendo uma paciente. De repente houve uma queda de energia e ficamos na escuridão. Não tinha nada ali que pudesse nos trazer um pouco de luz, nem uma vela, lanterna, nada...

Perguntei a ela se a incomodava continuarmos a sessão mesmo no escuro, afinal estávamos começando um exercício de meditação. Ela disse que podíamos continuar. Dei continuidade ao trabalho, porém percebi que estar no escuro muito me incomodava. Não conseguir olhar para ela e observar seu rosto, sua expressão, conforme ia guiando a meditação, me trouxe um desconforto incrível. A primeira coisa que pensei foi: ”Nossa! Como deve ser difícil viver na escuridão!” Lembrei do deficiente visual, que vive na escuridão física, sem poder olhar para a beleza da natureza e das pessoas. Logo a luz voltou e não pensei mais sobre isso.

Alguns dias depois, estava no metrô, distraída e vi um deficiente visual pedindo algumas moedas. Quando olhei para ele o mesmo pensamento me ocorreu: “Como deve ser difícil viver na escuridão!” Imediatamente a esse pensamento algo em mim despertou e comecei a refletir sobre um outro tipo de escuridão, talvez mais doída e intensa do que a escuridão do deficiente visual.

Pensei em muitos momentos em que vivi na escuridão, a escuridão interna, aquela em que nos mantemos quando temos dificuldades que não conseguimos entender e resolver; a escuridão dos momentos de depressão, a escuridão dos nossos preconceitos, a de não aceitarmos nossa sombra e nossa luz, enfim, lembrei que viver nessa escuridão traz uma dor muito grande, uma sensação de desespero que não tem fim e, nesse momento, lembrando da escuridão provocada pela queda de energia no meu consultório e da visão do deficiente visual no metrô, agradeci a Deus!

Agradeci por ter meus olhos físicos, mas principalmente por hoje conseguir olhar pra minha escuridão e sair dela. Agradeci a vida por me ajudar a encontrar a luz na minha alma para aplacar os momentos de escuridão, que vêm e vão.

E você? Vive na escuridão?

Daniela M.P. Azevedo
Psicóloga Clínica de orientação Transpessoal. Especialista em Psicologia Clínica/Hospitalar, terapeuta floral e terapeuta de vidas passadas.
danielapalmeira@yahoo.com.br
Visite seu blog: link

Texto revisado por Cris
Publicado dia 23/10/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7



foto-autor
Autor: Daniela M. P. de Azevedo   
Daniela M. P. Azevedo, psicóloga e psicoterapeuta. Possui consultório em Osasco, realizando atendimentos para crianças, adolescentes, adultos e casais. Para agendamento de consultas, entrem em contato por meio dos telefones: (11) 3699.3517 ou (11) 8643.6826
E-mail: danielapalmeira@yahoo.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa