auravide auravide

Ensinamentos de Kabir Das

por Marcos Spagnuolo Souza

Publicado dia 1/10/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Se todas as árvores das florestas fossem minhas canetas e todos os mares fossem minha tinta e toda a vastidão da Terra fosse os meus papéis, ainda assim seria impossível escrever a grandeza de Deus.

A refulgência de Deus está além de toda a imaginação. Sua beleza é inefável.

Com a mente imersa no Amor, por que deveria eu falar? Havendo amarrado o diamante, por que desfazer o nó? O cisne, alcançando o lago, precisa nadar em poças e pântanos? Deus está dentro de nós. Por que procurá-lo fora?

Não há maior benfeitor que Deus e não existe nenhuma comunidade melhor que a comunidade dos devotos por Deus.

Um diamante estava jogado na rua, coberto de sujeira. Muitos tolos passaram ao largo sem saber que era um diamante. Uma pessoa sábia conheceu que aquilo era um diamante e o apanhou.

Muitos pregadores são incapazes de conhecerem um diamante.

Não exponha o diamante em um mercado de legumes. Mantenha o seu diamante no interior de sua consciência.

Que o brilho diamantino possa dissipar as trevas deste tempo de ignorância.

Não busque um jardim de flores fora de você. Em seu interior está o verdadeiro jardim de flores. Entre no seu próprio jardim de flores e tome o seu lugar entre as mil pétalas de lótus e fique contemplando essa infinita beleza.

Abandone o amor passageiro, o amor do mundo. Una-se aos braços do Amado, em êxtase. Coloque o seu rosto o mais próximo do rosto Dele e murmure seus anseios profundos. Traga o Amado para a visão de sua consciência.

Quando saí para procurar por Ele somente o encontrei quando voltei a ser o que era.

O ser humano que pratica a retidão e se mantém impassível em meio à turbulência, alcança o Ser imortal; o verdadeiro Deus está sempre com ele.

Desde o dia em que me encontrei com meu Senhor, o jogo de nosso amor não teve fim.

Escuta minhas canções. Eu realizei o Senhor internamente, como o óleo contido na semente.

Quando eu era eu não estava com Deus. Agora eu estou com Deus e não sou mais eu. Agora que não sou mais eu as trevas desapareceram dentro do meu coração. Quando o granizo cai no chão perde todas as suas características sendo transformado em água e conduzido para a lagoa. Da mesma maneira quando perdemos o “eu sou” somos levados aos braços de Deus e somos transformados.

Não tenho feito nada e nada posso fazer, pois este corpo não é capaz de nada. Quando faço alguma coisa é Deus que está fazendo através do meu corpo.

Nada é realmente feito por você. O que você fez não é seu e não foi feito por você. Se você não fizer nada outro fará. Tudo é feito por Deus. O criador é Deus.

Eu estava afogando, mas fui salvo pelo meu mestre que me trouxe para cima através de sua onda rosa.

Encontrar um mestre espiritual é de suma importância. Sem o mestre espiritual a pessoa está perdida. Graças ao sábio mestre da sabedoria poucos são salvos.

Se o mestre é cego, seu discípulo também é cego. Um cego conduzindo outro cego.

A mariposa é atraída pela chama da vela e quando chega perto da chama cai morta. A ilusão é a chama da vela e o homem é a mariposa e quando o homem está envolvido pela ilusão do mundo material ele cai.

Quando Deus se afasta de você todos os seus textos perdem o sentido. O que pode fazer um instrumento musical quando o músico se afasta?

O incêndio na floresta faz todas as árvores chorarem em voz alta e que Deus não permita que eu seja colocado nas mãos do ferreiro para que eu seja queimado novamente.

Para cada ser vivo existem milhares de caçadores e quantas vezes o ser vivo vai escapar das setas dos caçadores?

Eu vi o navio caindo em pedaços e logicamente pulei no mar.

O corpo humano é uma boneca feita a partir dos cinco elementos materiais e por quanto tempo ainda vamos ocupar este espaço?

No mundo tudo morre e ninguém sabe o porquê está morrendo. O servo Kabir tinha morrido tal morte e agora não terá que morrer outra vez. Quando um santo morre você não precisa chorar, pois ele está indo para casa do Pai. Chore sobre o infortunado que foi sempre vendido no mercado.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7

Autor: Marcos Spagnuolo Souza   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa