auravide auravide

Ensinamentos do Srimad Bhagavatam: VI



O Srimad Bhagavatam é um comentário sobre o Vedanta-Sutras elaborado pelo sábio Sukadeva Gosvami aproximadamente 5000 aC. Nas explanações feitas por Sukadeva ele transmite também os ensinamentos de vários transcendentalistas. Neste artigo vamos evidenciar o conhecimento do sábio vedanta Rsabhadeva transmitido por Sukadeva para que possamos ampliar o nosso nível de consciência.

Rsabhadeva
Entre todas as almas que aceitaram corpos materiais neste mundo, aquele que recebeu esta forma humana não deve trabalhar arduamente dia e noite com o simples propósito de satisfazer seus sentidos. Os objetos para a satisfação dos sentidos estão disponíveis inclusive para cães e porcos, meros comedores de excremento. A pessoa deve ocupar-se em penitências e austeridades para alcançar a posição divina do serviço à Suprema Personalidade. Através dessa atividade, seu coração purifica-se e, ao situar-se nessa posição obtém vida bem-aventurada e eterna que transcende a felicidade material.

Somente consegue alcançar o caminho que o liberta do cativeiro material aquela alma que presta serviço a almas espirituais avançadíssimas. Essas pessoas são ou impersonalistas ou personalistas. Caso alguém deseje mergulhar na existência do Senhor (impersonalista), ou caso deseje associar-se com a Personalidade de Deus (personalista), ele deve prestar serviço devocional às grandes almas liberadas. Para aqueles que não estão interessados nessas atividades, que se associam com pessoas loucas por mulheres e sexos, o caminho do mudo material está aberto para acolhê-las.

As almas liberadas não vêem diferença alguma entre as almas. São almas pacíficas e ocupam-se plenamente em serviço devocional. Não ficam iradas e trabalham para o benefício de todos. Não se comportam de maneiras escusas e são conhecidas como vaisnavas.

Aqueles que estão interessados em reviver a consciência na Suprema Personalidade e em intensificar seu amor por Deus não gostam de fazer nada que não esteja relacionado com Deus. Eles não estão interessados em associar-se a pessoas ocupadas em manter seus corpos, comer, dormir, acasalar-se e defender-se. Eles não estão apegados aos seus lares, mesmo que sejam pais de família. Tampouco estão apegados a esposas, filhos, amigos e riquezas. Ao mesmo tempo, não são indiferentes à execução de seus deveres. As almas que estão buscando a liberação do mundo material estão interessadas em coletar apenas o dinheiro suficiente para a manutenção de suas vidas.

As almas controladas pela mente e prisioneiras do corpo material possuem por meta de vida o gozo dos sentidos; com certeza a pessoa fica louca por vida materialista e ocupa-se de toda espécie de atividades luxuriosas. Ela não sabe que devido a seus erros passados já recebeu um corpo que, embora temporário, é a causa da miséria. Na verdade, a alma não precisaria receber nenhum corpo material, mas para poder satisfazer seus sentidos, ela ganhou um corpo material. Portanto, acho que não é digno de um homem inteligente envolver-se de novo em atividades de gozo dos sentidos devido às quais continuará perpetuamente recebendo corpos materiais, um após outro.

Enquanto alguém não pergunta sobre os valores espirituais da vida, ele é derrotado e fica sujeito às misérias que surgem da ignorância. Seja pecaminoso ou piedoso, o Karma cobra seus resultados. Se a pessoa se envolve com qualquer atividade material sua mente fica colorida com as atividades materiais. Enquanto a mente for impura, a consciência será turva e, enquanto a pessoa estiver absorta em atividades materiais, terá que aceitar corpos materiais. Quando a entidade viva está coberta pelo modo da ignorância, ela não entende nada a respeito da alma e da Superalma e sua mente é subjugada por atividades físicas. Portanto, enquanto alguém não adquirir amor por Deus, por certo ele terá que aceitar repetidos corpos materiais.

Muito embora uma pessoa seja muito sábia e erudita, ela é louca se não entende que o esforço em satisfazer seus sentidos é um inútil desperdício de tempo. Estando esquecida do objetivo da alma, ela tenta ser feliz no mundo material, centralizando seus interesses em função do lar, que está baseado no ato sexual e que a assedia com toda espécie de misérias materiais. Dessa maneira, não passa de um animal. A atração entre macho e fêmea é o princípio básico da existência material. Com base nessa concepção errônea, que amarra os corações do homem e da mulher, a pessoa sente-se atraída por seu corpo, lar, propriedades, filhos, parentes e riquezas. Dessa maneira, sua vida enche-se de ilusões e ela pensa em termos de “eu e meu”. Por causa dos desejos luxuriosos a pessoa planeja tudo em função desse propósito. Em busca do gozo temporário dos sentidos, semelhante pessoa cria uma sociedade em que prolifera a inveja e, devido à sua mentalidade, ela se afunda no oceano de sofrimento.

Quando uma alma passa a conhecer seu objetivo que é voltar a viver ao lado da Suprema Personalidade ela dá as costas ao seu apego ao lar, à esposa e aos filhos. Dessa maneira, abandona o princípio básico da ilusão (eu e meu) e se liberta. Assim, ela vai ao mundo transcendental.

Meus filhos, vocês devem aceitar um mestre espiritual altamente elevado, um mestre espiritual avançado espiritualmente. Dessa maneira, devem depositar sua fé e amor em Deus, a Suprema Personalidade. Devem detestar o gozo dos sentidos e tolerar a dualidade de prazer e dor que se comporta como as mudanças sazonais de verão e inverno. Procurem compreender a condição miserável das almas prisioneiras da mente materialista que continuarão miserável mesmo nos sistemas planetários superiores.

O ser humano deve fazer indagações filosóficas sobre a verdade e, então, a bem do serviço devocional, submeter-se a toda espécie de austeridade e penitências. Evite o esforço de satisfazer os sentidos e ocupe-se do serviço ao Senhor. Escute as instruções sobre a Suprema Personalidade de Deus, e associe-se sempre aos devotos. Celebre e glorifique o Senhor Supremo e, com sua visão espiritual olhe a todos com igualdade. Não cultive inimizade e subjugue a ira e a lamentação. Não identifique a alma como sendo o corpo e o lar, e pratique a leitura das escrituras reveladas. Viva num lugar recluso e pratique o processo de controlar por completo seu ar vital, mente e sentidos. Tenha fé plena nas escrituras reveladas, os textos védicos e observe sempre o celibato. Evite conversas desnecessárias. Assim praticando, paciente e entusiasticamente será elevado em conhecimento e será capaz de abandonar o falso ego. Através desse processo será liberto da ignorância que produz o desejo de atividades materiais e romper-se-á por completo o nó do cativeiro.

Para continuar avançando espiritualmente a pessoa deve considerar a misericórdia da Suprema Personalidade de Deus como sendo o “summum bonum” e a meta principal da vida e lembrar sempre que a verdadeira atividade dos órgãos dos sentidos é ocupar-se plenamente do serviço a Deus. A menos que os sentidos estejam assim ocupados, uma alma não pode pensar em escapar desse enredamento da existência material.

Texto revisado por Cris
Publicado dia 11/8/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa