auravide auravide

Esse outro...



O que seria feito de nós, não fosse o outro?

Esse outro que transgride e não respeita. Esse outro que em tudo quer ter vantagens, que não aceita ficar atrás.

Como poderíamos viver sem esse outro a quem responsabilizamos pela incompetência e maldizemos a cada projeto que não dá certo em nossa vida?

De que maneira viveríamos isentos de toda culpa do mundo, não fosse o outro, que desmata nossas florestas envenena a água dos rios, emporcalha nossa cidade, entope de lixo nossos bueiros e escreve idiotices em nossos monumentos.

Não consigo imaginar a vida sem o outro. Como iríamos encontrar uma maneira plausível de tirar a nossa responsabilidade de nossas costas sem ter outro para carregá-la e ser o culpado dos nossos reclamos e das nossas mazelas?

Quantas vezes teremos que ser previsíveis?
Quantos outros teremos que ter em nossa vida?

- Eu não consegui executar aquela tarefa, pois o outro não me passou a documentação em tempo hábil.

- Eu não sabia de nada, afinal o outro não me disse o que era para ser feito.

- Me desculpem, mas o outro ficou de me ligar assim que soubesse de algo, mas não me ligou, portanto eu não posso ajudar você.

- Olha! Eu não consigo atingir a minha meta de vendas, porque o outro não me ajuda a vender os meus produtos.

- Tenho ligado para o outro, várias vezes ao dia, mas não consigo falar, pois o outro nunca está.

Em nome desse outro, enfiamos a cabeça dentro de um buraco qualquer, como se fôssemos avestruzes, achando que ninguém perceberá a nossa falta de interesse.

Melhor seria dizer:

- Eu não vou fazer porque não entendi direito aquilo que você me explicou.

- Desculpe, mas você poderia me dar um tempo maior, para que eu apronte determinado relatório?

Mas nos falta a tal da humildade, como irei demonstrar certa fraqueza diante do outro? Afinal, se ele souber que não sei, irá tripudiar em cima de mim.

- Eu procurar o outro para oferecer a minha ajuda? Nem pensar, ele que me procure... afinal, a distância é a mesma...

Quantos outros, você, eu, nós teremos que encontrar para assumir a nossa vida, para entender que esse caminho é nosso e que temos que realizá-lo queiramos ou não? Quantas amarguras, quanta culpa e sofrimento teremos que imputar ao outro, por fraqueza ou por covardia.

Todos nós somos um pouco assim. Por muitas vezes corremos como um cachorro doido em volta do rabo sem saber a saída, sem encontrar o real significado da nossa vida, e sempre existe um outro para assumir a nossa apatia diante da vida.

Sei que não é assim tão fácil, estou nesse planeta para aprender como todos vocês; mas seríamos muito mais felizes se não olhássemos somente à nossa volta como o cachorro que citei acima, querendo morder o próprio rabo.

Quero sugerir aqui sob pena de mais uma vez ser recorrente:

A questão em nossa vida é sempre a quebra de paradigmas. Tentemos sair de nós mesmos em alguns minutos ou horas do nosso dia para termos uma visão aérea da nossa vida, ou seja, que tal olhar nossa vida de cima? Como se estivéssemos no topo de uma montanha, olhando um lugarejo lá embaixo, com as pessoas passando, os automóveis entrando e saindo pelas ruas e esse lugarejo representasse a nossa própria vida repleta de caminhos.

Que tal olharmos nossa vida sem o outro e procurar através dessa visão aérea ver ou tentar descobrir o melhor caminho que aquiete a nossa alma e o nosso coração, pois todos nós merecemos ser felizes e temos o direito sagrado à vida...
Às vezes, com essa nossa visão plana não podemos enxergar mais que um caminho em nossa vida, mas existem milhares... E, graças ao bom Deus, temos o livre arbítrio de escolher, qualquer um que seja o melhor para nós.

Pense nisso.
Muita Paz

Texto revisado por: Cris
Publicado dia 4/10/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14



foto-autor
Autor: Nelson Sganzerla   
Uma ALMA encarnada no Planeta Terra, que busca a ascensão para a LUZ
E-mail: nelsonsganzerla@terra.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa