Somos Todos UM Autoconhecimento
O Portal de

Autoconhecimento

e Espiritualidade

Autoconhecimento


Home > Autoconhecimento
Eu fiz sem pensar Eu fiz sem pensar

por Heloisa Capelas


Você é do tipo que "não leva desaforo para casa" ou costuma "engolir seco" para não falar mais do que deveria em situações-limite? Com que frequência e em quais situações você age de uma ou de outra forma? Agora, a pergunta-chave: por que é que você age assim?

Os comportamentos compulsivos são comuns a muita gente, mas sem consciência sobre eles, a maioria acaba sofrendo consequências desastrosas sem sequer entender o porquê. Hoje, quero conversar com você a respeito desse assunto. A expressão "comportamentos compulsivos" pode parecer um pouquinho complicada, mas garanto que você vai entender do que estou falando - mesmo porque, todos nós, em maior ou menor escala, tendemos a apresentar algum tipo de compulsividade. Aliás, decidi abordar esse tema justamente por isso: embora sejam comuns à maioria das pessoas, os comportamentos compulsivos muitas vezes passam despercebidos. 

Eles são repetidos à exaustão e nas mais diversas situações, sem que a gente se dê conta. E podem estar tão, mas tão presentes no nosso dia a dia que algumas pessoas até diriam se tratar da nossa personalidade - "olha, o Fulano é ótimo, mas ninguém pode pisar no calo dele" ou "a Beltrana é maravilhosa, tem tanta paciência com tudo".

Em suma, as ações e atitudes que a gente realiza sem perceber são as que chamo de compulsivas. Nós as aprendemos há muitooo tempo e chegamos à fase adulta com cada uma delas profundamente instaladas. O problema é que, se não temos consciência dessas ações, como podemos saber se nos trazem resultados positivos? Digo mais: como podemos estar certos de que, a partir delas, obtemos o melhor resultado que poderíamos?

Veja que, por nosso aprendizado infantil, acreditamos que aquela forma de ser e agir é a única que nos cabe. Se somos preguiçosos, agitados, autoritários, passivos, entre tantos outros 'rótulos' possíveis, temos sido assim por qual razão? Em que resultam esses comportamentos? Queremos modificá-los?

Você e o outro
Os comportamentos compulsivos costumam impactar diretamente as nossas relações com as pessoas. São elas, aliás, que mais nos indicam nossas compulsividades e chegam, inclusive, a nos revelar as consequências disso. Porém, tendemos a estar tão cegos a esse modo de ser inconsciente que ignoramos não apenas os efeitos que produzem em nossas vidas como também no relacionamento com o mundo ao nosso redor.

Em situações de conflito, por exemplo, a compulsividade pode ser tamanha a ponto de culparmos ao outro: se ele(a) não tivesse feito, dito, agido de determinada forma, nós também não ter íamos feito, dito ou reagido da forma como fizemos. Este impasse tende a ser frustrante para ambas as pessoas envolvidas. Para mim, porque eu ignoro o que fiz - gritei, magoei, fui inconveniente ou autoritário(a) sem me dar conta. Para ele(a), porque foi magoado(a), insultado(a) e, em suma, invalidado(a) por mim (ou vice-versa).  

Por isso, proponho sempre: saiamos do piloto automático e da nossa zona de conforto. Temos de olhar para nós mesmos de forma que seja possível enxergar nossas ações bem como as suas consequências a partir de outro ponto de vista, mais sincero, mais verdadeiro e mais condizente com o que somos de fato - não com a ideia pronta que temos daquilo que somos. Quando conquistamos consciência de que uma determinada situação sempre nos faz "perder a cabeça", por exemplo, a chance de lidarmos com isso de forma diferente, mais positiva e menos frustrante, cresce consideravelmente.

Pratique este exercício. Enxergue-se sem culpa. Identifique quais são as suas reações automáticas, seus comportamentos compulsivos, as atitudes que toma sem nem perceber ou pensar. Veja o impacto disso em sua trajetória. Uma vez que o inconsciente se tornar consciente para você, terá a chance de assumir as rédeas da sua vida para decidir: quero continuar nesse caminho ou tentarei de uma forma diferente?

Heloísa Capelas é palestrante especializada em temas como Autoconhecimento, Liderança, Relacionamentos e Inteligência Comportamental. Há cerca de 30 anos atua com desenvolvimento humano e aplica cursos com a metodologia Hoffman, considerada por Harvard um dos trabalhos mais eficazes de mudança de paradigmas. Conferencista nacional e internacional, é autora do livro "O Mapa da Felicidade" e coautora de mais seis livros sobre Gestão de Pessoas, Coaching e Inteligência feminina. Diretora do Centro Hoffman, é Coach, Master Practitioner em PNL, Pós-Graduada em RH e Graduada em Assistência Social. Para falar com a especialista, escreva para heloisa@centrohoffman.com.br. Visite também: www.centrohoffman.com.br e www.heloisacapelas.com.br.

Texto Revisado


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Autor: Heloisa Capelas   
Heloísa Capelas é especialista em desenvolvimento humano por meio do autoconhecimento e da competência emocional. É conferencista e uma das autoras de "Ser Mais Inovador em RH". Ministra a metodologia Hoffman no Brasil e é sócio-fundadora do Centro Hoffman. Para falar com a especialista, escreva para heloisa@centrohoffman.com.br. 
E-mail: heloisacapelas@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 09/01/2015

Veja também
Onde encontrar o amor da sua vida?
Os caminhos da paz
Não seja escravo de suas emoções
Psicossomática I: A relação entre corpo e psique
Elas namoram e eles ficam
Gestão empresarial em tempos de crise

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
segunda-feira, 22 de outubro de 2018


energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Conheça o próximo Presidente do Brasil - Parte 1
2. Conheça o próximo Presidente do Brasil - Parte 2
3. Nunca peça desculpas
4. Como usar os Mantras
5. A forma mais poderosa de se conectar com quem você ama!
6. O aprendizado da confiança
7. Você coloca paixão naquilo que faz?
8. Como enfrentar os obstáculos que a vida nos propõe?



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade