auravide auravide

Falando sobre Karma



“Karma (do sânscrito karmam; em pali, Kamma) significa ação. O termo tem uso religioso dentro das doutrinas budista, hinduísta e jainista. Foi posteriormente adotado também pela Teosofia, pelo Espiritismo e por um subgrupo significativo do movimento New Age.”
Fonte: Wikipedia

Uma ação que realizamos no passado recente ou distante e que vai contra a “Ordem Divina”.

Todo nosso universo é regido por leis de amor e luz (a grande Ordem Divina). Quando realizamos atos contra esse amor estamos indo na contramão e conseqüentemente realizando carma. Por isso é o amor a ferramenta básica para a dissolução desses carmas, o que para nós não é nada fácil.

Muitas vezes temos arraigado em nossas memórias celulares padrões que nos fazem “ver” as situações de maneira pouco amorosas e aí está a dificuldade que temos de gerar perdão e amor, dissolvendo assim as amarras do carma. Existem vários tipos de carmas e ficam “alojados” em nossos corpos sutis.

Gosto muito de explicar aos meus alunos de uma forma figurativa: carmas são como “elásticos” que nos unem a pessoas e ou situações que temos ainda aprendizados a serem feitos, gerados nessa e ou em outras vidas.

Imagine você preso por alguns “elásticos” e se nas outras extremidades estiverem presos, por exemplo, alguns familiares, pessoas de seus relacionamentos, etc. Quando pensamos assim percebemos que há um limite de “afastamento”, pois existe um limite de “elasticidade”. Por isso muitas situações se repetem uma, duas ou várias vezes até que consigamos aprender, nos perdoar e aos envolvidos. Esses elásticos só se dissolverão quando a lição estiver aprendida e o perdão ancorado em nossos corações.

Muitas das pessoas com quem temos vínculo cármico fazem parte de nossas vidas como familiares, relacionamentos amorosos, amizades, dentre outros, pois assim fica mais fácil o amor romper barreiras antigas e o perdão acontecer.

Existem carmas familiares, afetivos, sexuais, matérias e financeiros, ecológicos, espirituais e muitos outros. Vamos tentar entender. Por exemplo, “carma material”: percebemos este tipo de carma em pessoas que sempre vivem num limite; toda vez que “parece” que tudo vai melhorar, acontece alguma coisa e a situação torna a ficar difícil, isso se repetindo durante toda a vida. Quando falo em limite não estou me referindo à miséria mas a uma situação “muito apertada”, quase de carência.

Vamos analisar este tipo de carma: a matéria vem da nossa mãe Planeta Terra, portanto, esse carma pode ter sido gerado quando infringimos leis da própria Natureza, como desmatamentos apenas por cobiça, a busca frenética por riquezas como ouro e outros minerais preciosos, matando quem ou o que estivesse pela frente. Aí, o mal está feito.

Neste caso, como podemos sanar esse mal que fizemos e estamos “pagando”? Como aprender essa lição tão difícil? Tornando-nos defensores e “reconstrutores” de nossa grande mãe Planeta Terra. Tratando todos os irmãos humanos ou não humanos com amor incondicional (tratar ao próximo como gostaríamos de sermos tratados).

Um caminho de evolução espiritual normalmente nos traz ferramentas para ajudar a dissolver essas amarras cármicas. Esse é o caso da Chama Violeta, uma força divina de alquimia e libertação. O despertar dessa força em nosso coração espiritual nos traz o poder da transmutação, a transformação desses laços e amarras de aprendizados que muitas vezes são amargos em ligações doces de amor, dissolução de cargas e total liberdade para sermos felizes, realmente ancorando nossa presença divina em nossa vida encarnada.

Busque essa força interior adormecida em seu coração espiritual.

Paz e Luz.

Texto revisado por Cris
Publicado dia 2/8/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 17



foto-autor
Autor: Lucia H. Corá   
Lucia Corá, empresária, terapeuta vibracional há mais de 15 anos. Formada em Reiki, Karuna Reiki, Magnified Healing®, Light Healing®, Theta Healing®, Cura Multidimensional Arcturiana, Aromatologia e TRF. Praticante Certificada de Registros Akáshicos
E-mail: luciahcora@hotmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa