auravide auravide

FELICIDADE: DIREITO OU CONQUISTA?

por Lucya Vervloet

Publicado dia 23/2/2008 em Almas Gêmeas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


A astrologia revela que meu sol (self ,alma ,ser) está na casa XII de meu mapa natal. De uma certa forma significa que sou uma pessoa intimista, que veio principalmente para viver uma vida interior, uma vida voltada à meditação, caridade, artes, estudos da mente subconsciente.

Bom, isso eu só fui descobrir concretamente e com mais atenção aos 33 anos, quando me firmei no caminho esotérico. Conheci a meditação transcendental e alguns grupos de buscadores no ES. Quando não pude mais evitar a conscientização de que estava tudo “errado” dentro e fora de mim. Quando verdadeiramente instalou-se o caos total em minha vida. Quando de fato constatei que todo o cuidado (orgulho?) que pensava ter em fazer de minha vida uma obra de arte, perfeita e harmoniosa, fluída, havia desmoronado e que me encontrava agora diante de um grande borrão, um desastre, algo sem controle consciente. Diante de sucessivos “fracassos” amorosos, profissionais, financeiros (altos e baixos) e de uma grande insatisfação com tudo aquilo!

Mas o pior estava por vir alguns anos mais tarde...

O grande sonho (ilusão?) acalentado por décadas desmanchou-se diante de meus olhos. O sonho, o ideal mais caro que me fazia prosseguir, apesar dos percalços da vida também ruía! Fiquei sem chão por algum tempo; a realidade precisou ser vivenciada sem “enfeites”, de forma dura, crua, limitada, um pouco miserável, bastante saturniana!

A mente funciona em ziguezague e na civilização ocidental atual ainda não temos uma orientação apropriada para lidar com “energias”. Apesar de nascermos com este potencial, uns mais que outros, dependendo da orientação dos pais, professores, comunidade, podemos nos perder no meio do caminho. No entanto, pela Graça, nada se perde por completo e a partir de uma tomada de consciência podemos vir a resgatar nossa herança divina.

Aí, sim, acredito que a verdadeira felicidade possa vir a tomar conta de nós humanos, fragilizados pelos vários nocautes da vida, ou o que subjetivamente interpretamos dela. Acredito em milagres, acredito na real felicidade, seja ela por direito ou conquistada.

Texto revisado por: Cris


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5

foto-autor
Sobre o Autor: Lucya Vervloet   
Astrologia (básico na Regulus/SP) e autodidata. Participei de workshops de Runas, Tarot místico/terapêutico com Veet Pramad. Estudei Numerologia e quirologia. Iniciei-me na energia Reiki. Estudei 12 meses do Curso de Psicanálise/ES. Com uma visão universalista da vida dediquei-me ao aprendizado de idiomas e culturas estrangeiras.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa