auravide auravide

GALINHAS



Um indivíduo chega a uma cidadezinha e logo à entrada encontra um grupo de pessoas atentas a um homem que, do alto de um caixote, fazia inflamado discurso. Parou e prestando atenção ao grupo observou a seu lado um sujeito que aplaudia entusiasticamente. O assunto era sobre os problemas sociais:

“Os problemas da nossa comunidade estão nas dificuldades que o pobre tem para cuidar da sua família; não é possível que alguns tenham tanto e muitos tenham tão pouco. Quem tem dois alqueires de terra deve dar um para o seu vizinho que não tem nem um pedacinho de terra, para que ele possa cultivar alimentos para dar para seus filhos!”

“Muito bem”, falava o empolgado ouvinte.

O nosso orador continuava: “Quem tem dois burros deve dar um burro para o seu vizinho que não tem nenhum para que ele possa arar a terra e produzir alimentos para seus filhos!”

“Muito bem”, continuava aplaudindo o sujeito.

“Quem tem duas vacas deve dar uma para o seu vizinho que não tem para que ele possa dar leite para seus filhos!”

Novamente se empolgava o assistente.

“Quem tem dois porcos deve dar um porco para o seu vizinho que não tem nenhum para que ele possa tirar a banha para cozinhar e dar carne para sua família!”

“Está certíssimo”, continuava se manifestando o nosso personagem.

“Quem tem meia dúzia de patos deve dar a metade para seu vizinho que não tem, para que ele possa alimentar sua família!”

Novos aplausos entusiasmados.

“Quem tem uma dúzia de galinhas deve dar meia dúzia para o seu vizinho que não tem para que ele possa criá-las e ter ovos para seus filhos comerem!”

Desta vez o sujeito não aplaudiu mantendo-se calado. Surpreso com o fato e não resistindo à curiosidade o visitante dirigiu-se ao sujeito: “Me desculpe mas eu não sou daqui e não conheço os costumes da região; desde que cheguei estou observando-o e vendo-o aplaudir tudo que foi sendo dito; no entanto quando o homem falou de dividir as galinhas o senhor ficou quieto.”

“Ah, moço, é que galinha eu tenho!!!”

Este é um adendo ao artigo “Responsabilidades individuais”. Será que nós também não estamos agindo assim?"

Contatos com o Autor:
55 (21) 2221-4043 - 2507-8681 - 2259-5547 - 2259-0746
Fax: 55 (21) 2259-0746
gilbertocabralc@hotmail.com
www.universodosete.com.br

Para adquirir um dos livros do autor, contactá-lo.
Publicado dia 11/8/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 26




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa