auravide auravide

GENTE QUE FAZ A DIFERENÇA

por Silvana Giudice

Publicado dia 30/12/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Festas de final de ano, um momento de confraternização.
No dicionário confraternizar significa unir como irmãos. Ter os mesmos sentimentos, crenças ou idéias. Concordam que essas festas realmente tenham esse sentido?
No dia de Natal uma parente me disse: "Você não acredita, mas em minha casa as brigas por causa do Natal começaram em Outubro. Porque neste ano vamos passar com a minha mãe... Não, porque no ano passado foi na casa da sua mãe, então este ano iremos na minha mãe... Um rosário que durou 60 dias!"
"E aí, no Dia de Natal?"
"Ah!... no dia de Natal a gente se abraça e se beija!"
Bem, essa é uma "amostra" do que acontece em muitos lares e, tenho certeza, você já ouviu ou viveu algo parecido.
Estou errada?
Sem contar a união da comilança! Pra que tanta comida? É um santo desperdício, com tanta gente passando fome! Ah!... mas a família!
Depois, temos os presentes para "os meus". Meu marido, meu pai, meu irmão, meu tio... meu... meu... meu... meu... É tudo meu (assim tipo Lady Katty do Zorra Total). E os outros? Os outros não interessam!
Não quero consertar o mundo e nem tenho essa pretensão; e por não querer ser desmancha-prazeres, por enquanto ainda danço essa mesma música da maioria. Mas, não posso deixar de refletir sobre as coisas que observo. Foi assim pensando "nesses dias" que vieram, à minha mente, os voluntários para os solitários.
A solidão nesta época é mais marcante e os registros mostram que é o mês com maior número de suicídios. Quantos não vivem completamente sós? Pessoas que deixam o aconchego dos seus lares e de seus entes queridos para expressar a mais nobre forma de AMOR. Pessoas que ganham quando dividem.
Se nos autoconhecer é o intuito de muitos, a auto-percepção do outro em nossas vidas é a mais bela forma de relação social. Rostos anônimos que carregam em seus corações o auto-conhecimento coletivo - infelizmente escasso sentimento nos dias de hoje - em que a maioria lamentavelmente está envolvida apenas com os seus problemas e as suas necessidades básicas.
Essa é a gente que no mundo faz a diferença e tem dentro de si o verdadeiro espírito de confraternização. Gente que deixa o seu "mundinho" e exerce os princípios básicos do Cristianismo com gestos de calor humano. Afinal, essa é a autêntica festa Cristã!
Silvana Giudice
Terapeuta holistica
(11) 3586-8885.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 15

foto-autor
Sobre o Autor: Silvana Giudice   
Psicoterapeuta Reencarnacionista Numerologia Pessoal- Empresarial- Vocacional Terapia Floral Tarô Aconselhamento Endereço- Tatuapé- proxima Metrô Carrão telefone- (011) 3586-8885 e 98706-0806 Tatuapé- São Paulo mais informações- [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa