Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Hamsá

por Valter Cichini Junior

Publicado dia 1/5/2019 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


O hamsá, ou chamsa como também é conhecido, possui evidências arqueológicas de seu uso como um escudo contra o mau-olhado antes mesmo do Judaísmo e do Islã. Existem indícios de que ele seria um símbolo fenício associado a Tanit, deusa-chefe de Cartago, cuja mão ou vulva afastava o mal, posteriormente o símbolo foi adotado pela cultura árabe, que o passou para os judeus.

Embora o Alcorão vete o uso de amuletos, o hamsá é facilmente encontrado entre seguidores do Islã, para os muçulmanos é um artefato místico, uma representação da mão de Fatima Bint Muhammad, filha de Muhammad, ou Maomé, um dos profetas do islã. Facilmente associado aos cinco mandamentos fundamentais que todo muçulmano precisa cumprir, os chamados “cinco pilares do islã” que são: 1) Jejuar e observar as obrigações no mês do Ramadã; 2) Fazer a peregrinação a Meca; 3) Orar diariamente cinco vezes ao longo do dia; 4) Fazer caridade; 5) Professar e aceitar o credo.

O hamsá também é popular entre os judeus, especialmente os sefarditas, eles inscrevem textos em hebraico, como a Shemá Israel, nos hamsás e também os chamam de mão de Miriam, irmã de Moisés e Aarão. Seu uso como um amuleto de proteção é muito comum, seja pendurado no pescoço, ao lado da porta da casa, no automóvel como meio de prevenção contra acidentes, ou na carteira para servir contra o mau-olhado que possa afligir as finanças da pessoa.

No Budismo, onde o destemor é uma das principais virtudes, é chamado de Abhaya Mudra e possui significado de dissipação do medo, sendo o fruto da perfeita auto realização e significando o redescobrimento da não-dualidade.

Atualmente defensores da paz no Oriente Médio têm usado a hamsá, onde o símbolo lembraria as raízes comuns do judaísmo e do islamismo e, nesse caso, não seria mais um talismã contra o mau-olhado e sim um símbolo de esperança de paz na conturbada região.

Valter Cichini Jr.
Projeto Simbologia
Atendimentos em psicanálise

Qualidade de vida envolve corpo, mente e espírito.

Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1

Sobre o Autor: Valter Cichini Junior   
Atendimento em Psicanálise.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.








horoscopo



auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa