Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Ilumine a sua sombra!

por Nadya Prado
Ilumine a sua sombra!

Publicado dia 3/10/2017 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


A sombra é formada pela ausência de luz e Jung desenvolveu o conceito de sombra em psicologia, descrevendo-a como tudo aquilo que não admitimos em nós mesmos e reprimimos no inconsciente. Identificando o nosso eu com um ínfimo de quem somos verdadeiramente, formando um corpo denso de obscuridade inconsciente que nos acompanha como uma sombra desconhecida. A falta de conexão com todos esses aspectos de nós mesmos nos deixa à parte de todo o potencial que trazemos em nossa essência integral.

A sombra nos incomoda bastante e se faz presente no mal-estar causado pelo peso que sentimos em carregá-la, que nos tira a energia. Afinal, passamos o dia querendo escondê-la, até de nós mesmos! Achamos que ela tem características que não nos pertencem. E, às vezes, quando ela tenta aparecer, sentimo-nos tão inapropriados, que nossa autoestima vai lá para o fundo do poço, junto com ela. Mas ela está todo o tempo conosco e a única maneira de nos livrarmos dela é aceitando, iluminando e incorporando essa parte tão importante de nós.

A nossa sombra se apresenta nas pessoas com as quais convivemos. No companheiro ou companheira, naquela pessoa que gera repulsa e não queremos ao nosso lado, na colega de trabalho que achamos ridícula ou em alguém da família que preferíamos não ter que apresentar aos “amigos”. São incômodos que sentimos e não sabemos explicar. Cada preconceito que carregamos é um pedaço da malvada sombra, sempre se mostrando no outro.

Não que tenha algo de errado em querer sempre melhorar a cada dia, porém, não é jogando o que não gostamos em nós, para debaixo do tapete, que alcançaremos a nossa evolução. E por falar nisto, vamos sempre recordar a premissa de que evoluir é aprender a amar primeiro a nós mesmos do jeito que somos. Mas, é tão difícil amar, porque estamos cheios de preconceitos e abraçar a sombra é quase impossível...

Quando eu vejo um mundo violento e me incomodo com tanta coisa que considero errada, preciso compreender qual o significado disso tudo. Porque eu deixo de praticar a minha cura se não percebo em mim, as mesmas fragilidades que enxergo no mundo, como meu espelho.O olhar que julga e condena é o mesmo que não vê a si mesmo. Jesus nos fala sobre a sombra com sabedoria:

”E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?” Mateus 7:3

A sombra é a trave que trazemos embaçando a visão.Em nossa concepção dualista do certo e do errado, não admitimos os dois lados de cada um de nós. Esqucemos que estamos na mesma escola, aprendendo as mesmas lições. O ego é esta ilusão de que sou diferente dos outros.
No conhecimento oriental, a dualidade está presente no Tai-ji, símbolo que representa as duas forças opostas yin e yang que atuam juntas e se complementam. O dia e a noite, o quente e o frio, a luz e as trevas. Então, nós temos um lado e o outro.

Na sombra, guardamos não apenas as fragilidades como também talentos que ficam escondidos, porque achamos que se somos bons para uma coisa, não podemos ser para outra.Na construção da personalidade, adquirimos um parâmetro sobre o certo e o errado e como devemos ser, segundo o meio em que vivemos e nos podamos do potencial que trazemos para diversos talentos.Eu não gosto disto ou daquilo, eu faço escolhas e me identifico com o que quero. O “eu” este nosso grande aliado, nem sempre é tão amigo quanto aparenta. O “eu” representa uma pequena parcela de nós mesmos. Em grande parte, ele nos causa um enorme sofrimento, porque impede que possamos entrar em contato com quem realmente somos.

Não há problema nenhum em gostar mais de azul do que amarelo, mas é um grande engano escolher o azul porque é a cor da maioria.Tudo o que não aceitamos em nossa integralidade se potencializa na sombra. O confronto com ela acontece na vida diária, nos relacionamentos. Ela se defronta com o “eu” e fica enorme e avassaladora. Quanto mais a vida e as pessoas se tornam um perigo, uma zona de incômodo, aflição e luta para o ego, mais a sombra se fortalece.

O sofrimento poderia ser evitado se soubéssemos como não nos afastarmos de nós mesmos. Aceitar tudo exatamento como é, em sua totalidade, sem preconceitos ou polarização. Quando tentamos impedir que um pensamento negativo tome conta da mente, ele fica mais forte. Esta é uma consequência natural de tudo o que não podemos trazer à compreensão. Quanto mais tentamos figir dos fantasmas, mas eles nos perseguem. Não temos que fugir ou lutar, temos que aceitar...

Perceba a si mesmo nos seus realcionamentos. Em cada pessoa que critica ou que admira, você está olhando para uma parte de você mesmo, que está inconsciente. Um caminho para o autoconhecimento e para uma vida mais plena e relacionamentos mais saudáveis.

Ser empático, colocando-se no lugar do outro, praticando o altruísmo. Sentir compaixão, este sentimento que nos cura, porque nos coloca diante de nossas próprias feridas. Apontar o dedo e os erros de alguém não nos serve para enriquecer a alma. Este é um recurso do “eu” para se defender e não deixar que sejamos inteiros. A sombra é tudo o que não aceitamos da vida e das pessoas, quando julgamos, criticamos as atitudes do mundo à nossa volta. E a compaixão é o remédio que dissolve a densa sombra que nos acompanha.

Abraçar a sombra e deixar que ela seja acolhida pela luz. Este é o melhor caminho para que tudo seja possível em sua vida. Coisas que você nem imaginava poderão acontecer. Você será capaz de enxergar a outra metade, que até então, ficou como uma sombra a perseguir e impedir sua felicidade e plenitude. A cura nos relacionamentos interpessoais e intrapessoais, está em admitir os dois lados do nosso ser. Assim, olharemos para o mundo e reconheceremos a luz e as sombras que o tornam a mais bela obra de arte de Deus.

É muito bom quando não precisamos fazer força para "ser", porque sabemos que podemos ser quem quisermos, escolhendo a vida que queremos viver. 

Namastê!

Para saber mais sobre transpessoal e Nadya Prem: https://www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/nadyapradonamaste
Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 18

Sobre o Autor: Nadya Prado   
Psicoterapeuta Transpessoal Técnica Naturopata, com extensão em Psicopatologias Psicanalíticas e Psicossomática Contemporânea., estudiosa dos estados alterados da consciência e transtornos psicológicos, inclusive mediunidade transreligiosa. Atendimentos online no skype Informações e agendamento envie email para [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa