auravide auravide

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO - PEQUENA REFLEXÃO



Questionamentos:
1. Como identificar quando estamos diante de uma situação que nos trará crescimento e desenvolvimento?
2. O outro tem o poder de destruir nossos sonhos?
3. Como devemos lidar com os obstáculos no percurso?

Conto: João e o pé de feijão

Era uma vez um menino chamado João que vivia com sua mãe, uma pobre viúva, numa cabana bem longe da cidade.
Um dia, a mãe de João disse: - Joãozinho, acabou a comida e o dinheiro. Vá até a cidade e venda a nossa vaquinha, o único bem que nos resta.
João foi para a cidade e, no caminho, encontrou um homem que o convenceu a trocar a vaquinha por sementes de feijão. O homem disse:
- Com estas sementes de feijão jamais passarão fome. João acreditou e trouxe as sementes para casa. Quando a mãe de João viu as sementes, ficou furiosa. Jogou tudo pela janela.
Na manhã seguinte, João levantou com muita fome e foi até o quintal. Ficou espantado quando viu uma enorme árvore que ia até o céu. Nem chamou sua mãe. Decidiu subir pelo pé de feijão até chegar à copa.
João ficou maravilhado ao encontrar um castelo nas nuvens e quis vê-lo de perto. De repente, uma mulher enorme surgiu de dentro do castelo e o agarrou: - O que faz aqui, menino? Será o meu escravo. Mas o gigante não pode saber, por isso, vou escondê-lo. Se ele vir você, com certeza vai comê-lo.
O gigante chegou fazendo muito barulho. A mulher havia escondido João num armário. O gigante rugiu:
- Sinto cheiro de criança! E farejou em todos os cantos à procura de uma criança que estivesse escondida ali. A mulher adiantou-se e respondeu para o gigante: - Este cheiro é da comida que irei servir. Sente-se à mesa, meu senhor.
O gigante comeu o saboroso alimento. Depois, ordenou a uma galinha prisioneira que pusesse um ovo de ouro, e a uma harpa que tocasse uma bela melodia. Então, o gigante adormeceu em poucos minutos.
Vendo que a mulher havia se esquecido dele, João saiu do armário e, rapidamente, libertou a galinha e também a harpa. Mas a galinha cacarejou e a harpa fez um som estridente. Por isso, o gigante despertou.
Com a galinha debaixo do braço e a harpa na outra mão, João correu e o gigante foi atrás dele. João chegou primeiro ao tronco do pé de feijão e deslizou pelos ramos. Quando estava quase chegando ao chão, gritou para sua mãe, que o esperava: - Mamãe, vá buscar um machado, tem um gigante atrás de mim!
Com o machado, João cortou o tronco, que caiu com um estrondo. Foi o fim do gigante. E todas as manhãs, a galinha põe ovos de ouro e a harpa toca para João e sua mãe, que viveram felizes para sempre e nunca mais sentiram fome.

Questionamentos e reflexões:

1. Como identificar quando estamos diante de uma situação que nos trará crescimento e desenvolvimento?
Quando acreditamos que existem mais possibilidades do que aquilo que podemos pensar.

2. O outro tem o poder de destruir nossos sonhos?
Não, a não ser que nos deixemos influenciar pelas críticas ou por aquilo que é dito como verdade.

3. Como devemos lidar com os obstáculos no percurso?
Como possibilidades de desenvolvimento, acreditando que todos esses obstáculos servem para o nosso crescimento.

Comentários

Na estória a mãe dá um caminho restrito a João. Este, então, o amplia. Depois ela tenta destruir a possibilidade deste sonho dar certo, jogando fora os feijões encantados. A mãe neste conto representa a inveja dentro da própria dificuldade de desenvolver o seu potencial. João, então, vê se concretizar o que ele acreditou e parte sozinho sem contar nada. Enfrenta todos os obstáculos voltando vitorioso, só contando para a mãe quando já conquistou seu objetivo. Este conto nos mostra como é necessário acreditarmos em nossos sonhos e não nos deixarmos influenciar pelas críticas e opiniões dos outros. A realização de um sonho está vinculada à crença deste ser verdadeiro para a própria pessoa.

Crítica = inveja

Texto revisado por Cris
Publicado dia 7/5/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 165



foto-autor
Autor: Academia Mental   
Consultorio Walkiria Rovai Psicologa CRP /0613624 R Itacolomi 333 cjs 61 e 116 Higienopolis-São Paulo tel. 32588347 cel 991328936
E-mail: academiamental@yahoo.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa