auravide auravide

LIBIDO ORGANIZADA

por Celi Coutinho

Publicado dia 19/5/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


COMO OBTER EQUILÍBRIO NA VIDA ATRAVÉS DELA

Libido é um tema cheio de facetas, pois cada um de nós a experimenta de formas muito distintas.

Por exemplo: para você, qual é o significado da libido?
• Apenas sexo;
• Uma satisfação biológica indispensável;
• Um ato de amor;
• Uma forma de procriação;
• Um ato sem significado;
• Uma forma de dever;
• Algo inexistente;
• Algo que só existe em suas fantasias.

Você verá, ao responder este pequeno teste, qual tem sido o lugar da libido na sua vida e entenderá que quando a sexualidade não é vivida de forma integral e harmoniosa geramos inúmeros bloqueios vindos desse desequilíbrio emocional.

Isso porque ao tomarmos consciência de que não somos feitos somente de carne e osso, e sim da união de um corpo espiritual, mental e emocional; que todos eles residem num corpo físico denominado “corpo humano”; e que, por fim, este corpo físico é a resposta de tudo o que sentimos, pensamos e vemos ao nosso redor, fica mais fácil perceber como a libido organizada pode nos equilibrar, já que uma boa sexualidade provê nossa vida em todos os sentidos.

Obviamente, quando não estamos provendo a vida transportamos para a sexualidade a impotência desse prover, representada como impotência sexual nos homens e frigidez nas mulheres.

A libido é um grande fluxo de energia que permeia todos os setores de nossa existência e que nos diz como devemos delegar nossa sexualidade. Entretanto, os conceitos sociais e profissionais nos fazem interpretar “este tesão de viver e fazer” de forma enganosa, deixando assim de percebermos a essência da vida que deriva de uma libido plena e saudável.

Afinal de contas, ser pleno, ter alegria de viver e criatividade, deriva de ter uma vida apaixonante e de sexo organizado. Isso acontece porque quando estamos felizes, produzimos mais intensamente, nossa mente trabalha de forma mais livre e tranqüila, delegando assim nossas energias para os campos direcionados de forma certa. Até mesmo a composição do espaço entre trabalho, estudo, família e relacionamento fica de maneira mais tranqüila.

A pergunta que fica agora é: basta, então, fazer sexo para tudo se resolver?

Claro que não! Temos que encontrar nosso ser sensual e sensorial. O sensual significa estarmos apaixonados, em primeiro lugar, por nós mesmos, enquanto que o sensorial nos permite transcender a libido para executarmos os nossos prazeres, incluindo o sexo.

Este é meu convite a você, leitor: participe da VIVÊNCIA TÂNTRICA. Veja em Eventos no meu site pessoal e seja bem vindo!

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 15

Autor: Celi Coutinho   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa