auravide auravide

Lidando com a quarentena


Facebook   E-mail   Whatsapp

Com tantas alterações restritivas em nossa rotina, muitas reações internas desagradáveis podem surgir.

Por mais acostumados que estivéssemos ao estilo de vida anterior, estávamos insistindo em certos desequilíbrios, inconsequentemente, e sem sequer a menor intenção de mudança deste padrão.

Quando perdemos nossos apoios e distrações, passamos a ter que lidar com questões interiores que já existiam mas que fazíamos de tudo para não vê-las. O mais difícil, como estamos percebendo agora, é lidar com nós mesmos, principalmente admitir que aquilo que nos incomoda é problema nosso e de mais ninguém.

Depressão, medos e inseguranças, ansiedades, barreiras emocionais, carência afetiva, dificuldade de se abrir e falar sobre sentimentos, dificuldade de convívio, estresse, medo da perda etc. são alguns exemplos. É normal e até esperado que neste momento muitas destas questões e de suas causas aflorem para serem trabalhadas, de forma que nos é impossível negá-las. É muito importante então não nos desesperarmos com a dificuldade de lidar com coisas simples do nosso dia a dia como, por exemplo, mais tempo livre, conversar calmamente com nossa família, respeitar o espaço e escolhas um do outro, realizar ou dividir tarefas simples do lar, resolver questões profissionais sem stress ou mantermos uma atitude positiva perante a vida. Pois se fomos capazes de nos desviar tanto de nosso Eu Superior gerando tamanho desequilíbrio interior, somos mais capazes ainda de recuperar este equilíbrio, uma vez que tudo no planeta tende a voltar sozinho ao seu estado natural de ser, contanto que não interfiramos neste processo tentando manter as coisas escondidas ou como estão.

Existem muitas maneiras de trabalharmos nossas questões interiores, pedir ajuda é uma delas. Tudo começa com uma abertura de nossa parte e, aos poucos, vamos descobrindo maneiras mais saudáveis de lidar com o que nos incomoda. Tudo bem que algumas questões podem ser profundas, mas existem bons profissionais disponíveis para auxiliar nestes casos também, mesmo online.

Podemos assim escolhermos continuar na mesma e passar boa parte do nosso dia preocupados ou reclamando de algo, ou podemos aproveitar este tempo de reclusão, que ainda não sabemos o quão longo será, para transformarmos aquilo em nós que nos incomoda e sairmos dessa fase muito melhores do que entramos.

Manter a fé numa mudança positiva na consciência da humanidade que nos levará para um longo período de equilíbrio e prosperidade planetária é muito importante para nos sintonizarmos com o melhor que pode acontecer. Pois será apenas quando nos alinharmos vibratoriamente com a cura, que ela aparecerá. Porém, uma mudança global depende de cada um de nós fazer a sua parte. Medo e preocupação nunca trouxeram nada de bom, mas fé e atitude positiva sim.

Ficar em casa não é perder tempo e nem algo chato se soubermos como bem aproveitá-lo. Aproveite então para pensar na vida: em equilíbrio e alinhamento com o Ser, tudo pode ser muito melhor do que você jamais sonhou!

Em Paz,
Rodrigo Durante
Texto Revisado

 

Gostou?    Sim    Não   

star Avaliação: 1 | Votos: 11


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Rodrigo Durante   
Aprendendo a ser feliz e compartilhando tudo o que me faz bem! Atendimentos e workshops.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa