auravide auravide

Mais milagres de cura através das mãos



A cura pelas mãos é uma prática fabulosa. Já assisti verdadeiros milagres, não só quando eu sou o instrumento, mas quando outra pessoa o é. Acredito que todos nós podemos praticá-la. É muito simples, e você acaba sendo beneficiado pela energia. Não podemos esquecer que ela passa através de você para chegar ao seu objetivo. Isso lhe dá mais clareza, mais espiritualidade, mais calma, mais saúde, mais compreensão, e seus sonhos vão sendo realizados com mais naturalidade.

Nossos pensamentos e nossas atitudes do dia-a-dia também têm influência no nosso canal de abertura para a entrada da luz. Bons pensamentos são somados para a realização dos nossos desejos, sendo um deles, o principal, ver o próximo feliz.

É como se fossemos um violão que pode ser tocado apenas com uma corda, mas se todas as cordas estiverem afinadas, a melodia sairá suave para os ouvidos e linda para a alma. Se você estiver com todas as cordas (pensamentos, sentimentos, atitudes e desejos) em sintonia com o Universo, com Deus e com o próximo, maior será a abertura para a entrada da energia curadora. No mínimo, a energia deixará você em profunda paz. Todos nós somos instrumentos e devemos estar sempre prontos para sermos usados pelo divino, pela Energia Universal.

Quando a cura é praticada sem interesse, a energia passa das mãos para os olhos, naturalmente, isto é, você vai andando pela rua e olhando para as pessoas com carinho e, naturalmente, transmitindo a energia. Quando você chegar a esse estágio, terá aflorado a sua intuição, que baterá no seu coração a todo instante, fazendo o Universo soprar a seu favor.

Deus está esperando você para formar uma linda orquestra e nos transformar em uma suave melodia de paz, saúde e carinho, um com o outro.

No mesmo hospital onde estava internado o senhor cego do artigo “Milagres pelas mãos”, fui chamado para fazer uma visita a uma senhora que estava muito mal. Após a terceira ou quarta visita ela já estava de alta. Mas, o mais interessante foi que, no quarto ao lado, havia um senhor muito mal, e sua esposa não parava de chorar. Desesperada, ela dizia: “Não morra! Eu preciso de você...” e outras coisas mais. Saí do quarto e fui verificar o que estava acontecendo. Fiquei no corredor assistindo a dor daquela pobre mulher. A minha intuição dizia que ele deveria partir e que estava sofrendo mais do que ela. Esperei ela sair do quarto por um instante, cheguei até a porta, levantei a mão com todo carinho e disse: “Seja feita a vontade de Deus. Ela vai ficar bem!” No dia seguinte quando fui fazer a visita à senhora, ela me contou que o homem do quarto ao lado tinha falecido na noite passada. Foi a vontade de Deus, e quem tem fé e acredita de verdade, em Deus encontra conforto.

Na verdade, a esposa desse senhor o estava impedindo de partir, e ele estava sofrendo cada vez mais. A hora dele havia chegado e ela o prendia, porque ele não queria partir vendo-a sofrer tanto. Isso acontece muito. As pessoas acreditam em Deus, porém, querem fazer prevalecer a sua vontade, e não a do Criador.

Eu dava assistência a uma senhora que morava com seu marido. Os dois já tinham a idade um pouco avançada e ela sofria de falta de ar, além de ser muito nervosa. Numa noite, estava eu em casa quando, lá pelas oito horas, a voz da intuição me chamou. Mudei de roupa, peguei um ônibus - ela morava a uns 25 km da minha casa – e quando saltei percebi que ninguém havia dado sinal de parada. Todos os semáforos estavam abertos e ninguém havia feito sinal para pegar o ônibus. Isso aconteceu entre as cidades de Niterói e São Gonçalo, com grande movimento de trânsito e com mais de dez semáforos pelo caminho. Quando cheguei à casa da senhora, ela estava passando muito mal. Levantei a mão em sua direção e em poucos minutos ela já estava melhor. Assim, pude telefonar para o médico e ela foi medicada. Soube que esta senhora faleceu cinco anos depois da minha última visita. Fiquei feliz quando soube que a sua passagem tinha sido sem sofrimento.

Porém, a energia curadora, ou a energia do Universo, não cura só doenças. Ela também pode salvá-lo de alguns constrangimentos.

Certo dia eu estava dentro do ônibus, sentado na primeira poltrona, do lado oposto ao do motorista. Ao meu lado estava um senhor idoso, e eu estava lendo jornal. Em uma parada entraram pela porta traseira três rapazes armados, assaltando todo mundo, com certa violência e aos gritos. Um deles, depois de ter roubado bastante gente, chegou na frente do ônibus, abaixou o jornal que eu estava lendo e meteu a mão no meu bolso, retirando o troco que tinha recebido pela passagem. Muito calmo, olhei para o rapaz e disse: “Tem certeza de que vai levar meu dinheiro, meu troco da passagem?” E, sem ele notar, levantei a mão em direção ao seu coração. Ele olhou para mim, botou de volta o dinheiro no bolso da minha camisa, não quis saber da minha carteira nem do meu relógio e disse: “Aí rapaziada... vamos embora... não temos mais nada para fazer aqui. Já chega!”. O motorista parou o ônibus, abriu a porta da frente e eles se foram. O senhor do meu lado perguntou: “O que você fez? Os únicos que não foram assaltados no ônibus fomos eu e você!” Eu respondi: “Não fiz nada, a não ser olhar para ele como um irmão doente, precisando de ajuda, e o coloquei na energia do nosso Pai.”

São centenas de casos de milagres, quase sem explicações. Na cura com as mãos o milagre acontece em poucos minutos, no mesmo dia ou em pouco tempo. Do contrário, passa a ser tratamento que, graças a Deus, também leva à cura. Mas vou escrever sobre “tratamento” num outro artigo.

Sempre desejando a sua cura e a sua felicidade, tenham fé e subam a escada rumo à luz, em pé. Não é sacrifício tornar-se uma pessoa boa e acreditar em si e no próximo, mesmo que esse próximo esteja longe e que você nem o conheça.

BNN

Texto revisado
Publicado dia 25/8/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 302



foto-autor
Autor: Bernardino Nilton Nascimento   
"Não seja um investigador de defeitos, seja um descobridor de virtudes"./ "Quando a ansiedade assume a frente, as soluções vão para o final da fila"./ "Quando os ventos do Universo resolve soprar a favor, até os erros dão certo". BNN
E-mail: bernardinogga@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa